Announcement

Collapse
No announcement yet.

Tributação (produtores e consumidores)

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • esforçada1
    • 16/07/11
    • 37

    Tributação (produtores e consumidores)

    Alguem pode me ajudar?

    (FCC/TCE-SP - Adaptada) – Instruções: Considere as informações apresentadas a seguir para responder às questões de números 11 e 12: Em um mercado de concorrência perfeita, a demanda do bem X é representada pela reta Qd = 1600 – 2P e a de oferta, pela reta Qo = -200 + 3P. O Governo decide instituir um imposto específico sobre as vendas do bem X de R$ 20,00 por unidade.

    - É correto afirmar que:
    a) O ônus do imposto será repartido igualmente entre produtores e consumidores.
    b) O preço de equilíbrio do bem X no mercado aumentará R$ 12,00.
    c) A parcela do imposto que será paga pelos produtores corresponde a 60% do total.
    d) A quantidade transacionada do bem X no mercado diminuirá em 30 unidades.
    e) A eficiência do mercado não será afetada por esse imposto.

    Gab: b

    Equilíbrio antes do imposto:

    Qd=Qo
    1600-2P=-200+3P
    P=360

    Equilíbrio depois do imposto:

    Qd=Qo
    1600-2P=-200+3(P-20)
    P=372

    Qd antes do imposto=880
    Qd depois do imposto=856
    Queda de arredação de 24 unidades.

    Consumidor antes do imposto = 360
    Consumidor depois do imposto=372

    Produtor antes do imposto=360
    Produtor depois do imposto=352

    OBS: Eu não entendi porque este 352.
  • ricbianco
    • 21/07/09
    • 167

    #2
    Re: Tributação (produtores e consumidores)

    O valor 352 é a parcela do preço após o imposto que efetivamente fica com o produtor: como preço de venda é 372, tirando os 20 de imposto, ele fica com 352.

    Comentário

    • boni82
      • 18/03/10
      • 242

      #3
      Re: Tributação (produtores e consumidores)

      Nao entendi, pq na equação após inclusão do imposto, ele entra na equação da oferta e com sinal negativo em relação ao P. Poderiam me ajudar?

      Comentário

      • Alpes-PE
        • 24/05/10
        • 1097

        #4
        Re: Tributação (produtores e consumidores)

        Originally posted by boni82 View Post
        Nao entendi, pq na equação após inclusão do imposto, ele entra na equação da oferta e com sinal negativo em relação ao P. Poderiam me ajudar?
        Tranquilo ?!

        O problema fala que foi cobrado um imposto específico, então lançamos conforme tabela abaixo :

        Se tivermos um imposto específico (T), o novo preço da função de oferta será (P – T).

        Se tivermos um imposto ad valorem por dentro, o novo preço da função de oferta será P.(1 – T).

        Se tivermos um imposto ad valorem por fora, o novo preço da função de oferta será P/(1 + T).

        Abraços
        Last edited by Alpes-PE; Tue, 18/10/11, 01:11 PM.

        Comentário

        • boni82
          • 18/03/10
          • 242

          #5
          Re: Tributação (produtores e consumidores)

          Ah sim. Valeu pela ajuda!

          Comentário

          • mforce
            • 05/09/11
            • 354

            #6
            Re: Tributação (produtores e consumidores)

            Originally posted by Alpes-PE View Post
            Tranquilo ?!

            O problema fala que foi cobrado um imposto específico, então lançamos conforme tabela abaixo :

            Se tivermos um imposto específico (T), o novo preço da função de oferta será (P – T).

            Se tivermos um imposto ad valorem por dentro, o novo preço da função de oferta será P.(1 – T).

            Se tivermos um imposto ad valorem por fora, o novo preço da função de oferta será P/(1 + T).

            Abraços
            Alpes tudo blz?

            Fiquei em duvida nesta tabela, o imposto por dentro e por fora não seira o contrário? Por dentro:P/(1 + T) e por fora P.(1 – T)?

            Comentário

            • linagaki
              • 18/07/11
              • 109

              #7
              Re: Tributação (produtores e consumidores)

              mforce,

              eu ainda estou com dúvidas, mas acho que não. Olha só.

              Considere a regra geral:
              P = B + T
              onde P é o preço final; B é a base de cálculo do tributo; e T é a tributação.
              Considere também que t é a alíquota nos tributos ad valorem.

              Nos tributos específicos:
              P = B + T
              (P - T) = B

              Nos tributos por fora:
              P = B + T
              P = B + B.t
              P = B.(1 + t)
              P/(1 + t) = B

              Nos tributos por dentro:
              P = B + T
              P = B + P.t
              P - P.t = B
              P.(1 - t) = B


              Relacionando com a Curva da Oferta dada pelo exercício, temos:

              * ANTES da tributação:
              Qo = -200 + 3.P

              P = B + T
              P = B + 0
              P = B

              * DEPOIS da tributação:
              Qo = -200 + 3.(P - T)

              Ou seja, para não confundirmos, na função da oferta, a variável que multiplica o 3 é B (base de cálculo), e não o preço final P. O mesmo raciocínio pode ser aplicado na função da oferta antes da tributação, mas não faz diferença, pois P = B.
              E com relação aos tributos ad valorem (por fora ou por dentro), segue a mesma lógica, considerando que o que multiplica o 3 é B (e não P).

              Agora, um outro ponto que deduzi (mas não tenho certeza, por isso, comentem) é que -2 e 3 são as elasticidades da Demanda (€d) e da Oferta (€o), respectivamente. -2 é negativo, porque a curva da Demanda sempre é negativamente inclinada.
              Comparando os valores absolutos, temos que:
              €d < €o
              2 < 3
              Logo, o consumo é pouco sensível as alterações de preço. Ou seja, se o preço aumentar bastante, a quantidade consumida vai diminuir só um pouco. É o caso do arroz. Nesse caso, a parcela da tributação arcada pelo consumidor é maior do que a do produtor. Só por esse raciocínio, já dava pra excluir as alternativas A e C.

              * Quem suportará a maior parte da tributação:
              €d < €o -------- consumidores
              €d = €o -------- igual
              €d > €o -------- produtores


              PS: Como eu não tenho certeza de todo o raciocínio exposto, gostaria que alguém comentasse.

              PS: Digitei pelo celular. Talvez fique desconfigurado.

              Comentário

              • onlymarcus
                • 16/03/07
                • 259

                #8
                Re: Tributação (produtores e consumidores)

                Originally posted by esforçada1 View Post
                Alguem pode me ajudar?

                (FCC/TCE-SP - Adaptada) – Instruções: Considere as informações apresentadas a seguir para responder às questões de números 11 e 12: Em um mercado de concorrência perfeita, a demanda do bem X é representada pela reta Qd = 1600 – 2P e a de oferta, pela reta Qo = -200 + 3P. O Governo decide instituir um imposto específico sobre as vendas do bem X de R$ 20,00 por unidade.

                - É correto afirmar que:
                a) O ônus do imposto será repartido igualmente entre produtores e consumidores.
                b) O preço de equilíbrio do bem X no mercado aumentará R$ 12,00.
                c) A parcela do imposto que será paga pelos produtores corresponde a 60% do total.
                d) A quantidade transacionada do bem X no mercado diminuirá em 30 unidades.
                e) A eficiência do mercado não será afetada por esse imposto.

                Gab: b

                Equilíbrio antes do imposto:

                Qd=Qo
                1600-2P=-200+3P
                P=360

                Equilíbrio depois do imposto:

                Qd=Qo
                1600-2P=-200+3(P-20)
                P=372

                Qd antes do imposto=880
                Qd depois do imposto=856
                Queda de arredação de 24 unidades.

                Consumidor antes do imposto = 360
                Consumidor depois do imposto=372

                Produtor antes do imposto=360
                Produtor depois do imposto=352

                OBS: Eu não entendi porque este 352.
                Como faço para calcular a arrecadação após a instituição do imposto?

                Será que basta eu multiplicar a nova quantidade após o imposto pela diferença de preço após o imposto?
                856 x 12 = 10.272
                ou devo multiplicar a nova quantidade pelo valor do imposto instituído:
                856 x 20 = 17.120

                Qual está correto?

                Comentário


                Working...
                X