Announcement

Collapse
No announcement yet.

Impeachment e mudanças no MDIC

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • e.Souza
    • 16/04/15
    • 11

    Impeachment e mudanças no MDIC

    Serra pode ir para Itamaraty encorpado com comércio exterior

    O vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) fez outra oferta ao senador José Serra (PSDB-SP) para integrar sua futura equipe: o Ministério de Relações Exteriores, assumindo atribuições da área de comércio exterior hoje com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

    Segundo a Folha apurou, o tucano estava resistindo a aceitar o convite para um ministério da área social, Saúde ou Educação. Diante desta resistência, Temer decidiu fazer a nova proposta ao senador tucano, que ainda não deu resposta ao vice-presidente. O peemedebista, assumirá a Presidência da República caso o Senado aprovar a admissibilidade do pedido de impeachment contra a presidente Dilma.

    A ideia é que Serra ocupasse um Itamaraty fortalecido, tendo maior protagonismo nas negociações comerciais e ações de estímulo de produtos brasileiros no exterior.

    No desenho da reestruturação da Esplanada dos Ministérios, a pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior será fundida ao Ministério do Planejamento, que será comandado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR).

    O senador peemedebista teria a missão de ser o "animador econômico" do governo, ficando responsável pelas principais medidas para estimular a volta dos investimentos no país. Para isto, o BNDES, que hoje é subordinado ao MDIC, passaria para o controle de Jucá.

    Caso Serra aceite comandar Relações Exteriores, o Ministério da Saúde deve ficar então com um nome indicado pelo PMDB. Já o PP, que pleiteava a Saúde, ficaria com a Agricultura, nome que também interessa aos pepistas.
  • e.Souza
    • 16/04/15
    • 11

    #2
    "O desenho sobre a mesa de Temer prevê o desmonte do que hoje é o Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A parte comercial iria para o Itamaraty e outra fatia importante, o comando do BNDES iria para o Ministério do Planejamento (...)"
    Avaliação na equipe de Temer é que a política comercial brasileira esteve equivocada durante a gestão petista, ao priorizar as relações Sul-Sul (com países emergentes) e dar muito peso ao Mercosul

    Comentário

    • Cecimbc
      • 13/03/14
      • 20

      #3
      Pessoal, estou chocada com essa notícia. Todo um sonho depositado nisso...meu mestrado to fazendo voltado p comércio.

      Kika alguma novidade??

      Ta certo q o mdic chegou a ser extinto no governo collor e recriado no fhc, mas nada garante q a história se repita.

      Comentário

      • AlanFe
        • 16/01/16
        • 7

        #4


        BRASÍLIA — Quando iniciou a montagem do que pode vir a ser o seu governo, o vice-presidente Michel Temer imaginava ter como primeiro cartão de visitas o número de ministérios — ou mais precisamente, sua redução. A ideia era cortar as atuais 31 pastas, consideradas excessivas, para algo em torno de 20. Ontem à noite, ao fim de uma jornada que começara às sete da manhã, Temer admitia, resignado:

        — Não sei se terei condições de diminuir. Veja o Ministério da Cultura. Minha ideia era fundi-lo com a Educação, mas o pessoal do setor reclamou muito. Acho que cortarei no máximo uns três ministérios.


        Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/bras...#ixzz47lUxYKEE

        Se até o Temer está perdido, o pessoal do MDIC deve estar tão confuso quanto nós aqui de fora, como diz o ditado, na dúvida, estudemos.

        Comentário

        • AlanFe
          • 16/01/16
          • 7

          #5
          Presidente nacional do PRB, o advogado Marcos Pereira deve assumir nesta quinta-feira o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), no governo Michel Temer (PMDB). A pasta perderá a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e poderá ficar em o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

          http://www.valor.com.br/politica/4559653/presidente-do-prb-e-confirmado-no-ministerio-do-desenvolvimento

          Comentário

          • CCordeiro
            • 08/01/14
            • 3

            #6
            Eis o balanço das mudanças anunciadas no DOU Extra de ontem.

            -Apex foi para o Itamaraty
            -BNDES para o Planejamento
            -Todo o CAMEX transferido para a Presidência da Republica
            -O ministério agora e MDIS, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Serviços

            Apesar de ainda constar funções de regulação do comercio exterior na lista de atribuições do órgão todo o resto ficou um mistério. Não consigo dizer se a carreira de Analista de Comercio Exterior foi extinta ou com que ministério vai ficar a carreira se ela ainda existir. Esperei para ver se davam melhores explicações no DOU de hoje mas não consegui encontrar nada, se alguém tiver melhores informações favor compartilhar.

            Comentário

            • shogunak
              • 23/05/11
              • 98

              #7
              Provavelmente esse concurso já era. Só daqui há 2 anos p/ saber qual cargo irá se aproximar do quase extinto analista de comércio exterior.

              Comentário

              • Aerith
                • 26/10/09
                • 219

                #8
                Gente, calma! Não foi extinta... aliás, a AACE batalhou bastante pra SECEX não ir pro MRE e conseguiu, mas acabamos perdendo a CAMEX (ninguém sabe ainda como vai ficar). O empresariado entrou com sola defendendo a permanencia do Ministério e da carreira.
                Como falei no outro post, está rolando proposta de junção de todas as carreiras do Ciclo de Gestão por iniciativa dos EPPGGs: http://anesp.org.br/todas-as-noticia...pblica-federal

                Comentário

                • dogdaysareover
                  • 09/01/14
                  • 95

                  #9
                  Originally posted by Aerith View Post
                  Gente, calma! Não foi extinta... aliás, a AACE batalhou bastante pra SECEX não ir pro MRE e conseguiu, mas acabamos perdendo a CAMEX (ninguém sabe ainda como vai ficar). O empresariado entrou com sola defendendo a permanencia do Ministério e da carreira.
                  Como falei no outro post, está rolando proposta de junção de todas as carreiras do Ciclo de Gestão por iniciativa dos EPPGGs: http://anesp.org.br/todas-as-noticia...pblica-federal
                  oi, vc acha que essa junção pode interferir no concurso? muita mudança de disciplina ou não realização de concurso tao cedo...

                  Comentário


                  Working...
                  X