Entender a Jornada de Compra de seu cliente vai melhorar seus resultados.


A jornada de compra é o processo de pesquisa que um cliente realiza e, dentro do MARKETING DIGITAL, é utilizada para fazer com que ele venha a adquirir o SERVIÇO que seu NEGÓCIO oferece. Ela é, em muitos aspectos, o núcleo de uma estratégia eficiente de MARKETING. Um exemplo dessa eficiência e como ela pode trazer resultados, pode ser constatado em negócios liberais, como Pet Shops, ou seja, como atrair mais clientes para um Pet Shop? Primeiramente, entendendo a jornada de compra do cliente!

Basicamente são 4 Etapas da Jornada de Compra:

1. APRENDIZADO E DESCOBERTA:


Nesta etapa o cliente ainda não tem consciência de que tem um problema a ser resolvido, ou seja, uma oportunidade de negócio. Ele precisa, portanto, ter seu interesse despertado. Portanto, é nesta fase que os conteúdos devem apresentar os problemas e soluções aos desafios comuns ao público-alvo do seu negócio.

2. RECONHECIMENTO DO PROBLEMA:


Esta fase é quando o cliente começa a reconhecer os sintomas de um problema, mas não identificou especificamente o que os estão causando. Ou seja, há um desconforto, uma necessidade, mas que ainda precisa ser melhor lapidado.
No Marketing Digital, esta é uma etapa em que o seu negócio oferece conteúdos que ajudam a responder os principais questionamentos que o cliente potencial já começou a se fazer. Posteriormente, pode ser comparada ao processo de formatação de um diagnóstico.

3. CONSIDERAÇÃO DA SOLUÇÃO:


Neste estágio, o cliente já tem consciência de seu problema e está pronto para procurar possíveis soluções. Porém, não necessariamente há um desejo de fazer a compra do serviço que seu negócio oferece como solução, daí a importância de seguir alimentando este potencial cliente com informações úteis. Estes conteúdos são chamados de “nutrição” e precisam estar alinhados com a fase em que o cliente se encontra dentro da jornada.

4. DECISÃO DE COMPRA:


A decisão é o ápice desta jornada! O cliente já passou por todas as outras etapas e está pronto para adquirir a solução para seu problema (serviço que sua clínica oferece). Contudo, tenha em mente que seus concorrentes estão de olho no cliente potencial que já está decidido. É preciso, portanto, agir para vender ,ou seja, qualquer negócio precisa VENDER para ter sucesso. Depoimentos de clientes atuais e estudos de caso funcionam muito bem nesta etapa. Dicas para melhorar os resultados nesse processo

1.PERFORMANCE DAS ESTRATÉGIAS DE AQUISIÇÃO:


Ao analisar os resultados das suas estratégias de aquisição de clientes, é possível determinar como a maioria dos clientes chegaram até o seu produto. Se por exemplo, foi por meio de anúncios pagos, mídias sociais ou diretórios de aplicativos? Além disso, com formulários de newsletters e landing pages, você pode adquirir informações relevantes sobre visitantes, incluindo como descobriram o produto ou serviço oferecido.

2.ENGAJAMENTO DOS CLIENTES COM E-MAILS:


Construa uma régua de contato direcionada para cada etapa do cliente em sua jornada. Acima de tudo, verifique o resultado de cada formato. Está funcionando? Qual o formato mais eficiente em levar o cliente para o próximo passo?. Replique o que está funcionando e descarte aqueles com resultados ruins. Posteriormente preste atenção em como os usuários interagem com suas mensagens por e-mail. Analise os indicadores, como por exemplo: taxa de abertura, cliques, compartilhamentos, tudo é importante. Analise também o desempenho das newsletters e e-mails de nutrição para saber se estão impactando na decisão do cliente.

3.RESULTADOS DO MARKETING DE CONTEÚDO:


Falando em e-mails de nutrição, conteúdos educacionais como webinars, ebooks, checklists e infográficos podem ser decisivos na jornada do cliente. Resumindo, se a sua empresa trabalha com marketing de conteúdo, saiba que esses materiais também são uma ótima maneira de adquirir dados. Seus clientes têm o hábito de baixar, assistir ou ler o seu conteúdo antes de entrar em contato com a equipe de vendas? Os webinars estão convertendo? Primeiro de tudo, veja se o seu conteúdo está fazendo parte da história do usuário.

4.RASTEAR E ANALISAR OS CLIENTES:


Mesmo que você saiba que as suas estratégias de aquisição estão indo bem, ainda precisa verificar quais páginas os usuários estão visitando antes, durante e após a compra.

Ou seja, saiba se os usuários visitam muito a página de preços ou vão direto à página de inscrição? Procuram saber um pouco mais sobre a documentação antes de clicarem no botão de "Compre Agora"/”Solicitar Contato” ? Contudo, rastrear e analisar dados desse tipo podem te dar essas respostas.

5.CONTATO ANTES, DURANTE E DEPOIS DA COMPRA:


A maneira como os usuários e clientes entram em contato com a sua empresa também pode ser um dos passos da jornada do cliente. Por exemplo: usuários que enviam e-mails com perguntas ou solicitam ligações de sua equipe de vendas. Quando eles já estão usando o seu produto, os usuários podem falar com sua equipe de suporte para saber mais sobre as funcionalidades e esclarecer dúvidas do produto ou serviço. Se estas são ações corriqueiras da relação entre usuários e empresa, então vale a pena colocá-las no mapa da jornada do cliente.

6.FEEDBACK E PESQUISAS APÓS A COMPRA:


É claro que você também pode adquirir informações valiosas diretamente com os seus clientes. Logo após a inscrição ou no início de um período inicial solicite um retorno. Eles podem fornecer dados importantes sobre como avaliam o produto ou serviço e o que os motivou a começar a usá-lo, por exemplo. A jornada do cliente não termina após a compra. Os clientes podem compartilhar opiniões e avaliações sobre a sua empresa em sites especializados e comunidades. Isso requer um acompanhamento minucioso de mídias sociais, mas o esforço compensa, já que feedbacks de clientes valem ouro.