Announcement

Collapse
No announcement yet.

SEFAZ RN

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts

  • Kyta92
    replied
    Além do Vencimento e da UPV todos os auditores recebem periculosidade, no caso do nível 1 acrescenta quase 4 mil, o que leva a remuneração do nível 1 para mais de 20mil.

    Leave a comment:


  • DEFLEPP
    replied
    Originally posted by evp-fisco View Post
    Vocês acham que a banca será a ESAF novamente?
    dificilmente....a esaf se afastou dos concursos...faz poucas provas hoje...raciocine com fcc ou fgv...cespe tb acho dificil...agora se vierem com estoria de pregão ai pode dar qq tranqueira....

    Leave a comment:


  • evp-fisco
    replied
    Vocês acham que a banca será a ESAF novamente?

    Leave a comment:


  • FiscalFocado
    replied
    Originally posted by SEP1914 View Post


    Se for igual la no Maranhao nao quer dizer muita coisa ter minimo por materia

    Aquela prova do ICMS-MA foi ponto fora da curva. Dificilmente teremos outra prova fiscal da FCC (ou de outra banca top) com aquele nível de P1 (relativamente fácil).

    Além disso, quando há mínimos por disciplina, a Banca geralmente aperta o calo em 1 ou 2 disciplinas (vide os concursos de AFRFB... em cada prova, 1 ou 2 disciplinas são as vilãs dos candidatos).

    Leave a comment:


  • SEP1914
    replied
    Originally posted by EBC RJ View Post
    Vou torcer para ter novamente os mínimos por disciplina, isso valoriza mais os candidatos.

    Se for igual la no Maranhao nao quer dizer muita coisa ter minimo por materia

    Leave a comment:


  • Loteria
    replied
    Originally posted by Latitude View Post
    Não caiu custos na prova anterior, será que cai na próxima ?
    Verdade...custo é matéria comum nos concursos Estaduais. Além disso muitos fiscos Estaduais não cobram mais Informática e sim TI.

    Leave a comment:


  • Loteria
    replied
    Originally posted by EBC RJ View Post
    Vou torcer para ter novamente os mínimos por disciplina, isso valoriza mais os candidatos.
    acho muito cruel, sempre bons candidatos ficam de fora, e é comum não preencherem todas as vagas. Mas quem decide não somos nós, né!!! Nossa parte é estudar e aguardar

    Leave a comment:


  • Loteria
    replied
    Originally posted by jotawlc View Post
    Seria interessante sabermos quantas foram as nomeações do concurso anterior. Acredito também que editais de 10 anos atrás não refletem a realidade atual das provas. Não acredito em contabilidade como disciplina básica, acredito que auditoria terá seu peso reduzido e direito tributário e PAT terão os pesos igualados ao de legislação. Além disso, não acredito que virá essa disciplina do RN.

    com certeza teremos novidades, ninguem em sã consciência imagina um edital igual de 2004.

    no entanto se formos analisar as matérias exigidas no edital em 2004 são basicamente as mesmas dos concursos atuais, pelo menos 80% das disciplinas vem se repetindo. Mas lógico que as provas hoje em dia são cobradas com nível de dificuldade bem maior.

    Leave a comment:


  • Loteria
    replied
    Pelo portal da Transparencia todo mundo ganha R$ 30k, e como o ultimo concurso foi em 2005, os fiscais que estão lá não são parâmetros para remuneração inicial

    Leave a comment:


  • Loteria
    replied
    Originally posted by VAMOSPASSAR View Post
    Alguém com informações sobre a remuneracao?

    cheguei nesses valores

    Art. 12-A. Fica instituída Parcela Variável, a ser paga aos Auditores Fiscais do Tesouro Estadual, do Grupo Ocupacional Fisco, de acordo com os níveis em que se enquadrem, na forma do art. 12-B desta Lei”. (NR)

    Art. 10. A Lei Estadual n.º 6.038, de 1990, passa a vigorar acrescida do seguinte art. 12-B:

    “Art. 12-B. A remuneração dos Auditores Fiscais do Tesouro Estadual compõe-se de vencimento básico e da Parcela Variável de que trata o art. 12-A desta Lei.

    § 1º A Unidade da Parcela Variável (UPV) equivale a R$48,51 (quarenta e oito reais e cinquenta e um centavos).

    § 2º As UPV’s, atribuídas de acordo com os níveis em que se enquadrem os Auditores Fiscais do Tesouro Estadual, serão distribuídas da forma a seguir:

    V - AFTE-1: sessenta e oito inteiros e quarenta e seis centésimos UPV’s.

    ANEXO ÚNICO
    GRUPO VIII – TRIBUTAÇÃO, ARRECADAÇÃO E FISCALIZAÇÃO
    DENOMINAÇÃO DO CARGO VENCIMENTO
    AFTE-1 R$13.283,64
    AFTE-2 R$14.082,58
    AFTE-3 R$15.005,43
    AFTE-4 R$17.739,57
    AFTE-5 R$19.405,86

    Veja se meu raciocínio está correto:

    Parte Variável = R$ 48,51 x68,46 = R$ 3.321,00

    Vencimento ..................................R$ 13.283,64

    TOTAL..........................................R$ 16.604,64

    Leave a comment:


Working...
X