Announcement

Collapse
No announcement yet.

8 meses, 2 concursos de ISS

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • Luizleal
    • 25/07/15
    • 134

    8 meses, 2 concursos de ISS

    - Quem sou eu?

    Sou formado em Engenharia Civil pela UFAL. Estou formado a 4 anos, nos quais trabalhei para a iniciativa privada atuando como gerente de obras. Tenho 28 anos, sou casado e não tenho filhos ainda.

    Decidi fazer concurso público após pedir demissão na empresa a qual trabalhava e acabar entrando em atrito com o dono da empresa. Foi bastante decepcionante, nos últimos 4 anos eu lutei bravamente pela empresa dele, mas mesmo assim da parte dele não veio nenhum reconhecimento.
    Daí decide não trabalhar mais para ninguém!

    Comprei meu primeiro livro no final de Maio/2015 e comecei a estudar no início de junho/2015. Foram 8 meses de estudo, fiz dois concursos e tive sucesso nos dois. O primeiro foi no concurso de Niteroi-RJ (um concurso de altíssima dificuldade), onde estou no CR. O segundo foi no concurso do Goiânia, onde estou em 10 colocado, dentro das 28 vagas.

    Meu pensamento, no início dos estudos, era de passar de 1 a 2 anos para ser aprovado no concurso. Não sonhava ser aprovado tão rápido. No mês de setembro, depois de 5 meses de estudo fiz alguns simulados e percebi minha pontuação estava próxima da dos aprovados. Percebi então que seria possível ser aprovado em menos tempo. Então mudei meu enfoque para uma aprovação mais rápida, o que deu certo.

    - Qual a maior dica para quem esta estudando para concursos?

    A dica mais importante de todas, aquela que se você não seguir será muito difícil ser aprovado em um concurso de alto nível (para não dizer impossível) é: FAZER EXERCÍCIOS! Não é brincadeira, o que faz alguém ser aprovado não é ter estudado pelo melhor livro, nem com o melhor professor... é ter feito milhares de exercícios!

    Vejo pessoas que estão a 4 ou 5 anos estudando e não sabem porque ainda não foram aprovadas. Quando converso com elas logo percebo o erro… Estão focadas em estudar teoria e mais teoria… Já estudaram pelo livro de “Fulano”, pelo PDF de “Cicrano”, pela Vídeoaula de “Beltrano”… Mas deixam de lado fazer questões… Lamento informar, mas jamais passarão em concurso, ou pelo menos terão uma enorme dificuldade de passar…

    Então essa é a dica MASTER! Após estudar a teoria, seja por um livro, um PDF ou uma video aula, parta para fazer exercícios e não volte mais a estudar teoria, salvo se você depois de fazer vários exercícios perceber que realmente não estendeu a teoria!

    - Como estudar?

    Quero deixar claro primeiro que não sou o “Pai dos Concursos”. Vou tentar ensinar do jeito que deu certo comigo e que eu vi dando certo com muitas outras pessoas…
    Como dito acima, meu enfoque acabou sendo aprovar rapidamente em um concurso bom. Então não tenho experiência e nem conhecimento para ensinar alguém a estudar a longo prazo (2 anos ou mais).

    Vamos lá!

    -Primeira grande pergunta de todos: Por onde é melhor estudar? Livro, PDF, Apostila, Vídeo Aula, ou aula presencial?

    Eu estudei predominantemente por livros de concursos. Estudei poucas matérias por PDF e não estudei nada por vídeo aula. Na verdade até tentei estudar por vídeo aula, mas sentia que demorava muito e que os cursos em vídeo que eu estava estudando eram muito superficiais...

    Na minha humilde opinião cada material tem sua utilidade:
    *Livros
    Dão um conhecimento teórico mais profundo, porém o tempo de estudo em geral é mais longo. Acho vital estudar as matérias básicas por livros, pois são matérias que servem de conhecimento básico para outras, além de que caem em todos os concursos da área fiscal.
    As matérias que penso serem melhores estudadas por livros são:
    Dir. Constitucional
    Dir. Administrativo
    Dir. Tributário
    Dir. Comercial
    Auditoria
    Administração pública
    Legislação tributária (no caso de ICMS)

    *PDF
    Dão um conhecimento mais resumido. Infelizmente a maioria dos cursos em PDF são mal elaborados, contém erros e com grande frequência são muito superficiais. Em contrapartida algumas disciplinas precisariam de 3 ou 4 livros para serem estudadas, são exatamente estas disciplinas que o PDF é imbatível!
    As matérias que penso serem melhores estudadas em PDF são:
    Português (a professora Cláudia Kozlowski é fantástica)
    Economia e Finanças públicas
    Dir. Civil
    Dir. Penal
    Informática
    Mat. Financeira e estatística

    *Vídeo Aula
    Eu pessoalmente não gosto de vídeo aula. Para uma estratégia de ser aprovado em pouco tempo a vídeo aula a princípio não é o melhor método de estudo. Em geral o tempo para se estudar por vídeo aula é superior ao tempo gasto estudando por livro. Fiz uma comparação com duas disciplinas que eu já havia estudado por livro com o tempo de duração das vídeo aulas. O tempo por livro para estudar as duas disciplinas foi de 90h. Por vídeo aula o tempo seria de 120h aproximadamente.
    Mas a vídeo aula tem uma vantagem enorme em relação aos livros e PDFs, a didática! Todos sabemos que um bom professor, com uma boa didática, pode facilitar muito o aprendizado, principalmente em disciplinas complexas. Então na minha opinião, a vídeo aula é o melhor método de estudo quando se trata de uma disciplina que a pessoa tem dificuldade em aprender. Outra grande vantagem da vídeo aula é a facilidade de estudo. É muito “chato” e desgastante passar o dia inteiro lendo um livro ou um PDF, já a vídeo aula é mais “fluida” e menos cansativa.
    As matérias que penso serem melhores estudadas em Vídeo aula são:
    Mat. Financeira e estatística
    Contabilidade

    Penso que vídeo aula sirva para estudar todas as matérias, a desvantagem é realmente a questão do tempo gasto. Porém se você tem dificuldade em passar longos períodos lendo livros e PDFs talvez a vídeo aula seja a melhor opção para você. Mas sem dúvidas você levará mais tempo para estudar tudo. Resumindo, aulas visam facilitar o processo de estudo, deixando ele menos massacrante, porém acaba sendo mais lento… Então depende mais de cada pessoa, do quanto ela esta decidida a estudar etc.

    Como podem perceber, meu favorito para estudar é o Livro para concursos! Depois o PDF e em ultimo caso a vídeo aula. Pelo menos para quem esta estudando para concursos visando uma aprovação rápida e tem dedicação suficiente para estudar pelos livros.

    Sobre Aula presencial e Apostila, não tenho como comentar, pois não fiz uso destas formas de estudo. Mas sempre ouvi falar que apostilas era perda de tempo, mas não sei se é verdade… Já sobre aula presencial, acho que vale o mesmo que vídeo aula, vale a pena apenas se você tem dificuldade de estudar sozinho em casa e passar horas e mais horas lendo livros.

    Outro ponto importante é o custo! Estudar por Livros é muito mais barato do que estudar por PDF e por aulas. Os livros custam entre R$ 50,00 e R$ 110,00 e você ainda pode comprar alguns usados. Já os cursos em PDF e vídeo aula custam entre R$ 75,00 e R$ 250,00, alguns professores famosos custam mais de R$ 500,00. Os cursos presenciais são ainda mais caros e ainda tem o custo do transporte, almoço etc.

    - Segunda grande pergunta: Qual método usar?

    Vejo dois grandes métodos de estudo, o primeiro é estudar em sequência e o segundo é estudar em ciclos. Ainda existe uma terceiro método, que é o do banco de horas, mas ele é uma variação do método dos ciclos.

    Estudar em sequência é estudar toda uma disciplina de uma vez antes de passar para a próxima. Já por ciclos a pessoa determina ciclos de estudo, geralmente em horas. Por exemplo: 2 horas de contabilidade, depois 2 horas de direito civil, depois duas horas de economia... Se você procurar na internet verá vários textos explicando como estudar por ciclos.

    Agora, qual o melhor? Essa é difícil de responder. Estudar uma disciplina por vez eu acho o mais eficiente, rápido e que trará um conhecimento mais duradouro, porém é MUITOOOOOO cansativo! A vantagem é que a pessoa mantém um aprendizado mais sequencial. Como geralmente os capítulos dos livros tem dependem dos capítulos anteriores, estar com aquilo fresco na memória ajuda muito. A grande desvantagem é que algumas disciplinas são muito chatas, o que causa um grande estresse na pessoa…

    Já estudar por ciclos é mais tranquilo. Pois os ciclos são de no máximo 1:30h, não dando tempo da pessoa se cansar da disciplina estudada. Em geral se intercala disciplinas que exigem um tipo de inteligência diferente, por exemplo: uma de decorar (legislação por exemplo), uma de exatas (mat. financeira por exemplo) e uma de humanas (direito civil por exemplo)…. Como são usadas regiões diferentes do cérebro para estudar diferentes disciplinas isso torna menos cansativo. Em questão de cansado a diferença é enorme entre o método dos ciclos e o método sequencial!

    Então, qual dos dois usar?
    Penso que isso vai depender da pessoa. Em geral o método sequencial é bom para se terminar logo uma disciplina, seja porque ela serve de base para outras ou seja porque você já estudou todas as disciplinas e só falta esta para terminar o assunto do edital do concurso.

    Eu sugiro fazer o estudo em 4 fases, da seguinte forma:
    Estudar na sequência:
    1º- Dir. Constitucional
    2º- Dir. Administrativo
    3º- Dir. Tributário
    4º- Contabilidade

    Depois de estudar essas disciplinas uma a uma (começando por direito constitucional que é a base para os outros) eu penso que seja a hora de começar a segunda fase, que é estudar por ciclos.

    A terceira fase seria quando saísse o edital do concurso que você quer fazer. Você levanta as disciplinas que já estudou e as que falta estudar. Daí você estuda apenas as que ainda não estudou, você tem que terminá-las.

    Após “fechar” o edital você volta a estudar por ciclos (o que seria a 4 fase do estudo) até o dia da prova.

    - Terceira grande pergunta: Quanto tempo estudar?

    Se vocês procurarem bem verão que quem passa em um concurso de alto nível estudou entre 1.000h e 3.000h (claro que existem exceções). Em geral a partir de mil horas de estudo já é possível disputar as vagas, basta ter um pouco de sorte e que surjam editais de concursos.

    Já em questão de horas de estudo diárias, a maioria dos aprovados estudam mais de 6 horas por dia… Quando falo 6 horas, digo horas líquidas, marcadas em um cronômetro/relógio…
    Durante meu processo de estudo cheguei a estudar 10h líquidas por dia, mas sendo honesto, isso é um exagero… No ultimo mês para o concurso eu estava estudando 8h por dia, era mais que o suficiente.

    Resumindo, em minha opinião, o mínimo a se estudar é 36h semanais, sendo o ideal 50h semanais. Cheguei a estudar 60h semanais, mas foi muito estressante e percebo que era desnecessário.

    Claro que quem começa a estudar não conseguirá já estudar 50h semanais, isso é normal! É similar a um corredor… Você precisa aumentar o tempo de estudo diário aos poucos… Na primeira semana estude 3h por dia… Na segunda suba para 4h por dia… Na terceira tente subir para 5h por dia… depois de dois meses tente chegar a 8h por dia… Daí é manter o ritmo até o concurso…

    Meu controle mesmo era semanal. Controlo semanalmente porque alguns dias não é possível atingir a meta de horas de estudo (por vários motivos), então eu posso compensar em um dia algumas horas que não estudei em outro. Meu cronograma era estudar de segunda a sábado, 8h por dia, o que dava 48h. Só estudava no domingo se não conseguisse atingir a meta de 48h de estudo. Então, ter o domingo livre era meio que um prêmio por ter estudado durante a semana a quantidade correta… Já estudar no domingo era meio que uma punição…

    Minha rotina de estudos era:
    Acordava às 6:00 e tomava café da manhã vendo o jornal
    às 7:30 ia para a cademia
    Voltava as 9:30
    Tomava banho e iniciava os estudos às 10:00
    Almoçava as 12:00
    Voltava aos estudos às 14:00
    Estudava até as 18:00
    Jantava
    voltava a estudar às 19:00
    Terminava os estudos às 21:00.

    Isso dava 2h de estudo pela manhã, 4h pela tarde e 2h pela noite.
    Por isso que acho que estudar 10h é um exagero, pois o único jeito é retirando a academia pela manhã.



    - Dicas finais.
    Pessoal, Vou dar algumas dicas, que creio sejam muito importantes:

    1ª A dica MASTER. É a mesma do início deste (longo) depoimento. Façam questões de concursos! Existem dois sites bons para isso, o TecConcursos e o qconcursos. Os dois são muito bons. No Tecconcursos a maioria das questões são comentadas por professores o que ajuda muito o processo de aprendizado, mas o qconcursos tem um acervo maior de questões. Eu prefiro o Tecconcursos.

    2ª Estude teoria apenas uma vez! Estudar mais de uma vez é perda de tempo… Quando se estuda a teoria a ideia é entender a lógica do assunto… Para aprofundar o conhecimento só é possível fazendo exercícios!

    3ª Cronometre o tempo de estudo. O importante é horas líquidas de estudo. Se você não cronometrar você não estudará as 8h necessárias…

    4ª Faça exercício físico. Estudando 8h por dia dá para fazer academia ou uma outra atividade física! Isso é ótimo para diminuir o estresse.

    5ª Essa dica é para quem pretende estudar por PDF ou aulas… Não faça esses cursos de má qualidade com péssimos professores que vemos o tempo todo sendo anunciado no Facebook, sempre com títulos apelativos como: “Mega Palestra!”, “Super intensivão” etc. Você só perderá tempo e dinheiro! A maioria desses “professores” são amadores e tem pouquíssima experiência em concursos! Já vi até pessoas que estudaram comigo e eram péssimos alunos, não sabiam nada e agora são professores de cursinho, aiaiai… Se for fazer um curso busque algum bom! Online tem diversos bons, como estratégia, ponto dos concursos, LFG, dentre outros! Aqui no fórum concurseiro têm várias sugestões de materiais…
    O mesmo vale para se for fazer curso presencial, busque se informar antes com pessoas que tenham feito o cursinho antes e que tenham sido aprovadas em algum concurso bom. Opinião de estudante que ainda não passou pode ser furada, pois muitas vezes achamos que o que estamos fazendo é bom, mas na verdade não é… O mais seguro é pergunta sobre o cursinho para quem o fez e já tenha passado em um bom concurso!

    6ª Essa dica também é para quem vai estudar por PDF e aulas. Não compre “pacote fechado” de cursinhos! Compre matéria por matéria… Assim você consegue estudar pelos melhores de cada cursinho.
    Nesse período de estudos para concurso gastei +- 3.000 com materiais de estudo… Destes gastei cerca de 1.500 em um cursinho que eu não assisti nem 2 aulas… Se eu tivesse sido esperto teria feito apenas uma matéria e veria que não valia a pena… Um amigo, que tinha passado no concurso do ICMS-MT tinha me dado essa dica, para não comprar pacotes “fechados”, mas infelizmente não o escutei e só percebi o erro depois de ter perdido o dinheiro. Não cometa o mesmo erro que eu cometi! Se for comprar PDF ou aula, compre uma disciplina por vez! E sempre procure se informar antes sobre o professor com concurseiros que tenham sido aprovados, pois a maioria dos professores não são bons!

    Acho que já falei bastante pessoal. Eu tinha pensado em falar outros pontos importantes, tinha feito até gráficos para ilustrar o depoimento huahauhauahuah, Até gostaria de falar mais sobre mais algumas coisas, mas o texto ficaria ainda mais longo… Abraços e boa sorte! A sensação de ser aprovado é indescritível!
    Qualquer dúvida fica aqui meu e-mail: luizleal.eng@hotmail.com
  • Jglb83
    • 14/08/07
    • 10

    #2
    Quando você sugere estudar na sequência Constitucional, Administrativo, Tributário e Contabilidade, seria pra esgotar cada disciplina antes de começar o estudo por ciclos? Não acha um pouco arriscado, já que as matérias são grandes?

    Comentário

    • Luizleal
      • 25/07/15
      • 134

      #3
      Originally posted by Jglb83 View Post
      Quando você sugere estudar na sequência Constitucional, Administrativo, Tributário e Contabilidade, seria pra esgotar cada disciplina antes de começar o estudo por ciclos? Não acha um pouco arriscado, já que as matérias são grandes?
      O ideal seria realmente estudar na sequência... Primeiro Constitucional, depois adminstrativo, depois tributária e depois contabilidade... Apesar de ser o ideal, é bastante cansativo!

      Uma opção por ciclos (baseados em 3 disciplinas) seria:
      1- Primeiro fase:
      Constitucional + Contabilidade + Português

      2- Uma segunda fase seria:
      Administrativo + Tributário + Economia

      3- Terceira fase:
      Legislação tributária + Auditoria + Mat. Financeira

      4- Quarta fase (aqui a pessoa já começa a dividir o tempo entre teoria e questões no site tecconcursos ou qconcursos):
      Comercial (empresarial) + Estatística Descritiva + Questões no TECconcursos ou Qconcursos

      5- Quinta fase:
      Cont. de custos + Questões no TECconcursos ou Qconcursos

      6- Sexta fase:
      Civil (não tudo, apenas o que cai com frequência em concurso de fiscal de tributos) + Questões Tecconcurso ou Qconcursos

      7- Sétima fase:
      Questões no Tecconcursos ou Qconcursos

      OBS: Em civil, antes de sair o edital não estude tudo, Civil é o direito mais longo de todos... Estude apenas:
      - Lei de introdução as normas de direito civil
      - Das pessoas
      - Dos bens
      - Dos fatos jurídicos
      - Do direito das obrigações
      - Do direito das coisas
      - Do direito da sucessão
      Quando sair o edital do seu concurso você vê o que faltou estudar de direito civil e complementa o estudo...

      Comentário

      • Luizleal
        • 25/07/15
        • 134

        #4
        Complementando, fiz um levantamento (deu muito trabalho) do peso de cada disciplina nos concursos estaduais e federais de Auditor Tributário. Segue abaixo a tabela com a conclusão do levantamento:
        Legislação Tributária 20,7%
        Direito Tributário 14,6%
        Português 9,7%
        Contabilidade Geral 9,6%
        AFO, Direito Financeiro e Contabilidade Pública 5,4%
        Direito Administrativo 5,0%
        Direito Comercial (Empresarial) 4,2%
        Auditoria 4,2%
        Informática 4,1%
        Contabilidade de Custos e Análise de Balanços 3,8%
        Direito Constitucional 3,8%
        Economia e Finanças Públicas 3,1%
        Estatística 3,0%
        Matemática Financeira 2,9%
        Direito Civil 2,8%
        Administração Geral e Pública 1,9%
        Direito Penal 1,2%
        Dá para perceber que Legislação trib., dir. tributário, português e contabilidade geral correspondem a 54,6% dos pontos dos concursos para auditor de tributos... muita coisa!

        Comentário

        • Concurseira D.
          • 05/07/15
          • 151

          #5
          LUIZ muitooo obrigada pelo seu depoimento! e pelo levantamento tb..

          eu estudo há 5 meses e com 8 meses nao conseguiria disputar uma vaga....confesso que me acho um pouco lenta, talvez pq meu foco é RFB...
          mas tb ficar me comparando com os outros nao tem nd haver ne kkkk .... estou no meu ritmo ^^

          e super concordo com vc quanto a fazer questoes ! como aprendemos com isso....
          mas enfim, seu desempenho foi incrivel pra tao pouco tempo! parabens mesmo !! =)

          Comentário

          • LuizMG
            • 16/02/15
            • 59

            #6
            Tinha algum sistema de revisões? Como revisava a teoria?

            Comentário

            • jonovato
              • 24/10/14
              • 28

              #7
              Caramba brother, parabéns pra vc! Incrivelmente tenho seguido um método extremamente semelhante ao seu, confiando que exercícios são a verdadeira chave para aprovação. Espero poder dar meu próprio depoimento em breve e corroborar nosso método

              Comentário

              • Jglb83
                • 14/08/07
                • 10

                #8
                Ok, obrigado pelas informações.

                Comentário

                • Luizleal
                  • 25/07/15
                  • 134

                  #9
                  Originally posted by LuizMG View Post
                  Tinha algum sistema de revisões? Como revisava a teoria?
                  Luiz, aí que entra a dica MASTER, a pessoa revisa o assunto fazendo as questões! Quando você erra uma questão você lê os comentários dos professores sobre a questão (tanto o tecconcursos quanto o qconcursos tem comentários para as questões). Esses comentários são pequenos resumos, consequentemente você revisa uma parte do assunto.
                  O melhor de tudo é que você fazendo questões você revisa apenas o que errou e o que geralmente a "banca" gosta de perguntar! Por isso que é tão vital fazer questões no tecconcursos ou qconcursos!
                  Ou seja, não fiz revisões! Só fazia resumos quando não estava entendendo um assunto... Não fiz resumos buscando fazer revisões...

                  Comentário

                  • LuizMG
                    • 16/02/15
                    • 59

                    #10
                    Obrigado pela resposta Luiz.
                    Entendi... Mas, você tinha algum critério para fazer essas revisões por questões, como, por exemplo, estou lendo a teoria agora, vou fazer questões daqui 7 dias, depois daqui x dias...??

                    Comentário

                    • Luizleal
                      • 25/07/15
                      • 134

                      #11
                      Originally posted by LuizMG View Post
                      Obrigado pela resposta Luiz.
                      Entendi... Mas, você tinha algum critério para fazer essas revisões por questões, como, por exemplo, estou lendo a teoria agora, vou fazer questões daqui 7 dias, depois daqui x dias...??
                      Luiz, quando estava estudando a teoria eu, assim que terminava um capítulo já respondia as questões referentes ao capítulo presentes no próprio livro/PDF. Essas questões são para você verificar se realmente entendeu o assunto do capítulo (não estou falando ainda de decorar, mas de entender. Decorar é para uma outra etapa, quando você estiver apenas resolvendo questões nos sites de questões).
                      Você vai decorar os detalhes do assunto quando estiver fazendo questões no Tecconcurso, qconcursos ou outro site de questões...
                      Resumidamente seria:
                      1ª Etapa = Estudar teoria e responder questões presentes no livro/PDF = Entender o assunto! Você aprende lendo o capítulo e verifica se entendeu corretamente fazendo as questões.
                      2ª Etapa = Fazer questões no site Tecconcursos ou qconcursos = Busca fixar o assunto e decorar os detalhes! Você fará tantas questões... Tantas questões que chega a ficar mecânico responder...

                      Esse negócio de esperar 24h para responder as questões do livro, ou 7 dias etc. acho excesso de preciosismo! Ninguém decora tudo que tem em um livro fazendo apenas as questões que estão no livro. As questões do livro são apenas para verificar se você realmente entendeu o assunto!

                      OBS: Por exemplo no livro de direito administrativo do Marcelo Alexandrino tem +- 850 questões. No site tecconcursos eu fiz 1783 questões...

                      Comentário

                      • stenete
                        • 20/03/12
                        • 62

                        #12

                        Muito bom seu depoimento Luiz, parabéns pelo resultado. Também fiz para AFTM Goiânia, mas meu resultado não foi como esperava, cometi alguns erros fatais que me custaram a reprovação.
                        Se quiser algumas dicas de Goiânia, por exemplo, bairros bons para se morar, etc, é só avisar na MP que estarei a disposição. É uma cidade maravilhosa, tem seus problemas mas ainda é menos violenta e com qualidade de vida superior às grandes capitais brasileiras.

                        Comentário

                        • Marcel Sampa
                          • 01/04/14
                          • 5

                          #13
                          Parabéns pelas aprovações! Ler o seu depoimento foi um alívio e incentivo. Não gosto de seguir ciclos com matérias novas, prefiro terminar a matéria de uma vez, mas sempre que comento que faço desse jeito eu escuto tantas críticas que até faz eu pensar que do jeito que estou fazendo será impossível obter resultados.
                          Em relação às questões do TEC, poderia dar mais detalhes? Você fazia as questões por assunto ou misturava as perguntas de uma determinada disciplina? Antes do edital, como escolhia o filtro da banca e ano?

                          Comentário

                          • adelfi98
                            • 12/01/16
                            • 32

                            #14
                            Ok, mas você não estava trabalhando. A realidade é outra para quem trabalha e arrisco dizer, pelo ser depoimento, que será quase impossível a aprovação em concursos na área fiscal para quem trabalha. Principalmente em prova de memorização. Neste caso o tempo de estudo imediatamente anterior à prova fará toda a diferença. Não adianta ficar 5 anos estudando 4h/dia. Vem candidatos iguais a você e fazem mais pontos, pois o que importa é a memorização a curto prazo. Em provas mais complexas como da Receita Federal, oito meses não seriam suficientes. De qualquer forma você utilizou sua circunstância com responsabilidade e se esforçou ao máximo para estar entre os aprovados. Não retiro seu mérito.

                            Comentário

                            • Luizleal
                              • 25/07/15
                              • 134

                              #15
                              Originally posted by adelfi98 View Post
                              Ok, mas você não estava trabalhando. A realidade é outra para quem trabalha e arrisco dizer, pelo ser depoimento, que será quase impossível a aprovação em concursos na área fiscal para quem trabalha. Principalmente em prova de memorização. Neste caso o tempo de estudo imediatamente anterior à prova fará toda a diferença. Não adianta ficar 5 anos estudando 4h/dia. Vem candidatos iguais a você e fazem mais pontos, pois o que importa é a memorização a curto prazo. Em provas mais complexas como da Receita Federal, oito meses não seriam suficientes. De qualquer forma você utilizou sua circunstância com responsabilidade e se esforçou ao máximo para estar entre os aprovados. Não retiro seu mérito.
                              Concordo contigo!
                              Não sei exatamente como é trabalhar e estudar, mas sem dúvidas deve ser muito mais difícil,mas não impossível! Meu pai foi aprovado assim, estudava de madrugada, mas foi um sacrifício sobre-humano.
                              Sobre os últimos dois meses antes da prova, acho que seja vital para qualquer concurso público de alto nível a pessoa se afastar, seja tirando férias ou licença. Faz muita diferença!

                              Sobre o tempo, realmente 8 meses para receita federal é pouco tempo, mas não acho que seja necessário muito mais que isso! Um ano acho suficiente (claro, estudando 8h a 10h por dia), mas dependendo da sorte, é claro!

                              Comentário

                              • andreylnx
                                • 22/01/16
                                • 21

                                #16
                                Originally posted by adelfi98 View Post
                                Ok, mas você não estava trabalhando. A realidade é outra para quem trabalha e arrisco dizer, pelo ser depoimento, que será quase impossível a aprovação em concursos na área fiscal para quem trabalha. Principalmente em prova de memorização. Neste caso o tempo de estudo imediatamente anterior à prova fará toda a diferença. Não adianta ficar 5 anos estudando 4h/dia. Vem candidatos iguais a você e fazem mais pontos, pois o que importa é a memorização a curto prazo. Em provas mais complexas como da Receita Federal, oito meses não seriam suficientes. De qualquer forma você utilizou sua circunstância com responsabilidade e se esforçou ao máximo para estar entre os aprovados. Não retiro seu mérito.

                                adelfi98, já vi várias pessoas que trabalhavam e tinham filhos sendo aprovadas em concursos. Vai levar mais tempo, é lógico, mas não é impossível. Já vi gente ser aprovada pra concurso da magistratura e que trabalhava. Os primeiros lugares de AFRFB 2009 e 2012, por exemplo, trabalhavam e estudavam pro concurso.

                                A bem da verdade, a maioria das pessoas trabalha e estuda pra concurso. O LuizLeal é exceção.

                                Aqui mesmo no fórum vc vai encontrar depoimentos de pessoas que trabalhavam 8hrs/dia e estudavam... e foram aprovadas em excelentes concursos!

                                E à medida que vc for estudando... revisando... as informações vão indo pra memória de longo prazo.

                                Comentário

                                • Luizleal
                                  • 25/07/15
                                  • 134

                                  #17
                                  Originally posted by Marcel Sampa View Post
                                  Parabéns pelas aprovações! Ler o seu depoimento foi um alívio e incentivo. Não gosto de seguir ciclos com matérias novas, prefiro terminar a matéria de uma vez, mas sempre que comento que faço desse jeito eu escuto tantas críticas que até faz eu pensar que do jeito que estou fazendo será impossível obter resultados.
                                  Em relação às questões do TEC, poderia dar mais detalhes? Você fazia as questões por assunto ou misturava as perguntas de uma determinada disciplina? Antes do edital, como escolhia o filtro da banca e ano?
                                  No tec eu primeiro fiz um caderno para cada disciplina, com as principais bancas (FCC, FGV, ESAF), Não coloquei CESP pois são de verdadeiro ou falso, o que é completamente diferente de questões múltiplas escolhas. *(coloque nos filtros para só aparecer questões atualizadas, não anuladas e, o mais importante, com comentários!). Esses cadernos eu chamava de GERAL-CIVIL, ou GERAL-TRIBUTARIO etc. *É um caderno para cada disciplina.*


                                  Enquanto a pessoa vai respondendo a pessoa vai identificando os assuntos que mais tem dificuldades. A cada 100 questões respondidas do caderno GERAL eu criava um caderno só com esse assunto que você tem mais dificuldade (caderno com 10 a 20 questões, dependendo do quanto você tem dificuldades no assunto). Esse caderno eu chamava de REVISÃO-CIVIL-SUCESSÃO, ou REVISÃO-TRIBUTARIO-DOMICILIO FISCAL etc. Terminando esse caderno você volta para o caderno GERAL.


                                  Terminando o caderno GERAL da disciplina você cria um novo só com as questões que errou. Esse eu chamava de SÓ AS QUE ERREI-CIVIL, ou SÓ AS QUE ERREI-TRIBUTARIO.*

                                  Não respondia todas as questões do caderno SÓ AS QUE ERREI, pois você perceberá que você geralmente erra coisas parecidas, daí esse caderno é meio repetitivo... Eu só respondia ele até eu perceber que já não estava errando mais tanto.*


                                  Terminando esse caderno só com as que errou você volta para o início... Cria novamente um caderno com todos os assuntos da disciplina, que seria o GERAL2-CIVIL... E por aí vai!*


                                  Quando sair o edital você faz a mesma coisa, só que em vez de colocar no caderno todas as bancas, você coloca apenas a da banca que fará a prova.*

                                  Se tiver poucas questões da banca, não tem jeito, tem que colocar questões de outras bancas para complementar.*
                                  Quando era o contrário, tinha muitas questões eu adicionava o filtro CURSO SUPERIOR. Além desse também adicionava os filtros FISCAL e CONTROLE (a área de controle é parecida com a fiscal, os assuntos são semelhantes)


                                  Sobre até que ano eu colocava as questões, buscava colocar apenas dos últimos 10 anos. Mas tem disciplina que tem poucas questões, então essas eu colocava todos os anos.*


                                  Sempre respondi usando o botão ALEATORIO. Criava o CADERNO com todos os assuntos da disciplina. Só separava por assuntos quando ia fazer o CADERNO REVISAO. No caderno REVISAO tinha de 2 a 4 assuntos apenas. É o caderno para dá um "intensivozinho" naqueles assuntos que você tem mais dificuldade em cada disciplina.

                                  Comentário

                                  • adelfi98
                                    • 12/01/16
                                    • 32

                                    #18
                                    Originally posted by andreylnx View Post


                                    adelfi98, já vi várias pessoas que trabalhavam e tinham filhos sendo aprovadas em concursos. Vai levar mais tempo, é lógico, mas não é impossível. Já vi gente ser aprovada pra concurso da magistratura e que trabalhava. Os primeiros lugares de AFRFB 2009 e 2012, por exemplo, trabalhavam e estudavam pro concurso.

                                    A bem da verdade, a maioria das pessoas trabalha e estuda pra concurso. O LuizLeal é exceção.

                                    Aqui mesmo no fórum vc vai encontrar depoimentos de pessoas que trabalhavam 8hrs/dia e estudavam... e foram aprovadas em excelentes concursos!

                                    E à medida que vc for estudando... revisando... as informações vão indo pra memória de longo prazo.

                                    Meses antes da prova devem ser exclusivos. Mesmo para quem trabalha e não pode largar o emprego, deve-se buscar alternativas, no sentido de se evitar o trabalho. Esses aprovados que trabalhavam antes do edital tiraram alguma licença depois. Podem ter somado as férias também. O período pós edital é fundamental, mesmo para quem já vem estudando a longo prazo. Há exceções, com certeza. Como Luizleal escreveu, tem de ser pelo menos 6h/dia, líquidas. Quem trabalha, 8h + 1h de almoço, e dependendo do serviço (alguns concentram mais estresse), não conseguirá estudar nem 4h líquidas. A não ser que seja um ser humano excepcional. Quero dizer com minhas palavras que há limites que não se confundem com desculpas, capazes de inibir a aprovação em concursos excelentes. Todavia é uma discussão polêmica e envolve a realidade de cada um.

                                    Comentário

                                    • adelfi98
                                      • 12/01/16
                                      • 32

                                      #19
                                      Luizleal e outros,

                                      Quais livros comprar das disciplinas Economia, Contabilidade, direito Administrativo, Constitucional e Tributário? Tenho interesse em me aprofundar nestas matérias, e as mesmas em PDF não são tão boas, por serem resumidas demais.

                                      Comentário

                                      • Marcel Sampa
                                        • 01/04/14
                                        • 5

                                        #20
                                        Originally posted by Luizleal View Post
                                        No tec eu primeiro fiz um caderno para cada disciplina, com as principais bancas (FCC, FGV, ESAF), Não coloquei CESP pois são de verdadeiro ou falso, o que é completamente diferente de questões múltiplas escolhas. *(coloque nos filtros para só aparecer questões atualizadas, não anuladas e, o mais importante, com comentários!). Esses cadernos eu chamava de GERAL-CIVIL, ou GERAL-TRIBUTARIO etc. *É um caderno para cada disciplina.*


                                        Enquanto a pessoa vai respondendo a pessoa vai identificando os assuntos que mais tem dificuldades. A cada 100 questões respondidas do caderno GERAL eu criava um caderno só com esse assunto que você tem mais dificuldade (caderno com 10 a 20 questões, dependendo do quanto você tem dificuldades no assunto). Esse caderno eu chamava de REVISÃO-CIVIL-SUCESSÃO, ou REVISÃO-TRIBUTARIO-DOMICILIO FISCAL etc. Terminando esse caderno você volta para o caderno GERAL.


                                        Terminando o caderno GERAL da disciplina você cria um novo só com as questões que errou. Esse eu chamava de SÓ AS QUE ERREI-CIVIL, ou SÓ AS QUE ERREI-TRIBUTARIO.*

                                        Não respondia todas as questões do caderno SÓ AS QUE ERREI, pois você perceberá que você geralmente erra coisas parecidas, daí esse caderno é meio repetitivo... Eu só respondia ele até eu perceber que já não estava errando mais tanto.*


                                        Terminando esse caderno só com as que errou você volta para o início... Cria novamente um caderno com todos os assuntos da disciplina, que seria o GERAL2-CIVIL... E por aí vai!*


                                        Quando sair o edital você faz a mesma coisa, só que em vez de colocar no caderno todas as bancas, você coloca apenas a da banca que fará a prova.*

                                        Se tiver poucas questões da banca, não tem jeito, tem que colocar questões de outras bancas para complementar.*
                                        Quando era o contrário, tinha muitas questões eu adicionava o filtro CURSO SUPERIOR. Além desse também adicionava os filtros FISCAL e CONTROLE (a área de controle é parecida com a fiscal, os assuntos são semelhantes)


                                        Sobre até que ano eu colocava as questões, buscava colocar apenas dos últimos 10 anos. Mas tem disciplina que tem poucas questões, então essas eu colocava todos os anos.*


                                        Sempre respondi usando o botão ALEATORIO. Criava o CADERNO com todos os assuntos da disciplina. Só separava por assuntos quando ia fazer o CADERNO REVISAO. No caderno REVISAO tinha de 2 a 4 assuntos apenas. É o caderno para dá um "intensivozinho" naqueles assuntos que você tem mais dificuldade em cada disciplina.


                                        Muito agradecido pela explicação, ajudou bastante. Tenha sucesso como fiscal!!!

                                        Comentário

                                        • Concurseira D.
                                          • 05/07/15
                                          • 151

                                          #21
                                          luiz, vc acha que fazer 100 questoes por dia está bom?
                                          (considerando q nao trabalho, so estudo)
                                          vc fazia qntas +/-?

                                          Comentário

                                          • Luizleal
                                            • 25/07/15
                                            • 134

                                            #22
                                            Originally posted by adelfi98 View Post
                                            Luizleal e outros,

                                            Quais livros comprar das disciplinas Economia, Contabilidade, direito Administrativo, Constitucional e Tributário? Tenho interesse em me aprofundar nestas matérias, e as mesmas em PDF não são tão boas, por serem resumidas demais.
                                            Os que eu comprei foram:
                                            Economia: Hebert do Estratégia (muito bom)
                                            Contabilidade: Ricardo Ferreira (o início é um pouco chato para entender a "confusão" do débito e crédito, depois de entender essa diferença o livro fica muito bom)
                                            Administrativo: Marcelo Alexandrino (muito bom, excelente livro)
                                            Constitucional: Pedro Lenza (não sei se é o melhor, sugiro que procure aqui no forum se tem algum melhor. Ele tem um pouco de linguaguem juridica, mas nada que não seja fácil de entender)
                                            Tributário: Ricardo Alexandre (excelente livro, o autor é fantástico! Já mandei até email para ele elogiando a qualidade do livro)

                                            Comentário

                                            • Luizleal
                                              • 25/07/15
                                              • 134

                                              #23
                                              Originally posted by Concurseira D. View Post
                                              luiz, vc acha que fazer 100 questoes por dia está bom?
                                              (considerando q nao trabalho, so estudo)
                                              vc fazia qntas +/-?
                                              Depende um pouco do tipo de disciplina. Contabilidade, mat. financeira etc. tomam muito tempo por questão.
                                              Pelo gráfico do Tecconcursos minha média de questões por mês era 3153 questões.

                                              Comentário

                                              • Concurseira D.
                                                • 05/07/15
                                                • 151

                                                #24
                                                Originally posted by Luizleal View Post
                                                Depende um pouco do tipo de disciplina. Contabilidade, mat. financeira etc. tomam muito tempo por questão.
                                                Pelo gráfico do Tecconcursos minha média de questões por mês era 3153 questões.
                                                mto obrigada pela informaçao =)

                                                Comentário

                                                • jpadua
                                                  • 20/11/14
                                                  • 63

                                                  #25
                                                  Luizleal, parabéns pela trajetória. Suas dicas foram bem interessantes.

                                                  Acredito que você conseguiu ver uma grande quantidade de matéria num curto espaço de tempo e com tudo fresco na cabeça isto foi fundamental na sua aprovação, certo?
                                                  Porém num cenário no qual os concursos serão mais escassos, minha dúvida se este tipo de estratégia também seria eficiente. Como você recomendaria o estudo para quem deve ter prova só pro final de 2017?

                                                  Abração e sucesso!

                                                  Comentário

                                                  • Kel_PE
                                                    • 02/02/14
                                                    • 22

                                                    #26
                                                    Parabéns, obrigada pelas dicas!

                                                    Comentário

                                                    • Luizleal
                                                      • 25/07/15
                                                      • 134

                                                      #27
                                                      Originally posted by jpadua View Post
                                                      Luizleal, parabéns pela trajetória. Suas dicas foram bem interessantes.

                                                      Acredito que você conseguiu ver uma grande quantidade de matéria num curto espaço de tempo e com tudo fresco na cabeça isto foi fundamental na sua aprovação, certo?
                                                      Porém num cenário no qual os concursos serão mais escassos, minha dúvida se este tipo de estratégia também seria eficiente. Como você recomendaria o estudo para quem deve ter prova só pro final de 2017?

                                                      Abração e sucesso!
                                                      Não sei como é estudar 2 anos... Mas não creio que a preparação seja muito diferente não! Primeiro estuda uma teoria (PDF ou Livro ou aula) e depois faz exercícios até o dia da prova, a diferença seria apenas no período de exercícios que seria bem longo...

                                                      Comentário

                                                      • ROLIXX
                                                        • 13/12/11
                                                        • 53

                                                        #28
                                                        Originally posted by Luizleal View Post
                                                        Depende um pouco do tipo de disciplina. Contabilidade, mat. financeira etc. tomam muito tempo por questão.
                                                        Pelo gráfico do Tecconcursos minha média de questões por mês era 3153 questões.

                                                        Já que voce falou em números, queria saber se voce fazia esse tanto de questões principalmente dessas duas matérias que voce citou e que a gente sabe que necessitam de muitos exercicios mesmo, ou se era proporcional as matérias de maneira mais geral , tipo 10 questoes de cada matéria por dia em 10 matérias.

                                                        Parabéns pelos resultados e boa sorte em sua nova vida!

                                                        Comentário

                                                        • Luizleal
                                                          • 25/07/15
                                                          • 134

                                                          #29
                                                          Originally posted by ROLIXX View Post


                                                          Já que voce falou em números, queria saber se voce fazia esse tanto de questões principalmente dessas duas matérias que voce citou e que a gente sabe que necessitam de muitos exercicios mesmo, ou se era proporcional as matérias de maneira mais geral , tipo 10 questoes de cada matéria por dia em 10 matérias.

                                                          Parabéns pelos resultados e boa sorte em sua nova vida!
                                                          Eu estudava fazendo ciclo de 1h por disciplina! Não fiz o ciclo por quantidade de questões, fiz por tempo.
                                                          As que tinham maior peso eu colocava com mais frequente no ciclo.
                                                          Como no concurso para Goiânia só tinham duas matérias de maior peso (contabilidade e Legislação) eu no ciclo tinha estas duas disciplinas dobradas.
                                                          Já as disciplinas Geografia tinha menor peso no concurso, então ela entrava pela metade no ciclo.
                                                          Informática eu praticamente não estudei para Goiânia (já tinha estudado bastante para Niteroi) porque o assunto era bem fácil, então achei que era perda de tempo estudar.

                                                          Segue o link com a minha planilha de quantitativo de horas.
                                                          https://www.dropbox.com/s/ptd6zwimd7...udos.xlsx?dl=0
                                                          OBS: Nas linhas "tipo Q/T" quer dizer que estudei ou T de Teoria ou Q de questões

                                                          Comentário

                                                          • filipe_chaves
                                                            • 20/03/14
                                                            • 49

                                                            #30
                                                            Originally posted by adelfi98 View Post


                                                            Meses antes da prova devem ser exclusivos. Mesmo para quem trabalha e não pode largar o emprego, deve-se buscar alternativas, no sentido de se evitar o trabalho. Esses aprovados que trabalhavam antes do edital tiraram alguma licença depois. Podem ter somado as férias também. O período pós edital é fundamental, mesmo para quem já vem estudando a longo prazo. Há exceções, com certeza. Como Luizleal escreveu, tem de ser pelo menos 6h/dia, líquidas. Quem trabalha, 8h + 1h de almoço, e dependendo do serviço (alguns concentram mais estresse), não conseguirá estudar nem 4h líquidas. A não ser que seja um ser humano excepcional. Quero dizer com minhas palavras que há limites que não se confundem com desculpas, capazes de inibir a aprovação em concursos excelentes. Todavia é uma discussão polêmica e envolve a realidade de cada um.

                                                            Primeiramente parabéns ao Luiz pelo grande feito e principalmente pela humildade de vir compartilhar dicas conosco. Agora cito as palavras do adelfi98, pois achei interessante a discussão levantada. Já estudo quase 2 anos para área fiscal, no entanto reconheço que não sou muito disciplinado. Acredito que tenho feito por volta de 4 horas líquidas por dia. Às vezes menos e dificilmente mais. Tive um desempenho pífio em Niterói. E ver pessoas, como o Luiz, passando em menos de uma ano tem sido cada vez mais comum. Daí nos faz refletir sobre a melhor forma de estudar pra quem trabalha e como eu ainda perde muito tempo no deslocamento.

                                                            Entendi a resposta do adelfi98 mas creio que há de existir uma saída....rs. Por lógica matemática, quem estuda 4h/dia demora o dobro pra passar em relação ao candidato que estuda 8h/dia. Mas na prática, o cara que estuda 4h vai demorar tanto para concluir o aprendizado que acaba esquecendo o início do conteúdo e entra num looping de aprender e esquecer, aprender e esquecer. Assim o cara que estuda 10h dia chega 6~8 meses antes da prova e se saí melhor q o candidato veterano. Isso acontece, conforme adelfi98, pois concurso é questão de memória, simples assim. Então o fator chave nessa análise seria impedir o looping "aprender e esqucer", uma vez que isso que impede a aprovação do candidato 4h. E pra impedir esse "aprende e esquece" o ideal seria implementar algum tipo de fixação do conteúdo. Revisões periódicas, revisões por questão ou algo q não permita o esquecimento.

                                                            Desculpe Luiz por ter me alongado e até fugido um pouco do tema, no entanto creio que esses depoimentos têm a intenção de realizar trocas de experiências. Sei que não foi o seu caso, mas gostaria da sua opinião e do adelfi, claro, e de outros que se interessarem no assunto.

                                                            obs: adelfi98, ex-aluno de bq ?...rs

                                                            (desculpe o erros, escrevi bem rápido)

                                                            Comentário


                                                            Working...
                                                            X