Announcement

Collapse
No announcement yet.

Iss-bh - icms-sp e icms-pe

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • Rideel@
    • 15/02/16
    • 3

    Iss-bh - icms-sp e icms-pe

    Me chamo Paulo F. Ferreira, sou de Recife(casado e com uma filha e trabalhando 8h/dia) fui Sgtº da Aeronáutica por 14 anos, onde trabalhava 8h/dia. Depois da insistência de vários amigos concurseiros, finalmente escrevi meu depoimento. Em meados de 2010, ganhando pouco e querendo dar uma melhor condição de vida para minha família, principalmente para minha filha (Por em uma boa escola, no Inglês, na natação...), decidi estudar para área fiscal, pois minha formação foi em Ciências Contábeis – UFPE. Nessa época já conhecia o Fórum Concurseiros e já tinha lido o depoimento do Alexandre Meireles (hj somos colegas de trabalho no ICMS-SP até sair minha nomeação no ICMS-PE – sou o 19º de 25 candidatos aprovados dentro das vagas do edital, em BH eu não assumi). Na minha vida, assim como na vida de vcs concurseiros de verdade, estudar para área fiscal foi uma barra, pois como dito, tenho uma filha e trabalhava o dia todo.

    Quando comecei a estudar para área fiscal(meados de 2010), montei um ciclo com 7 matérias: constitucional, administrativo, tributario, contabilidade geral, português, matemática financeira e auditoria. Fiquei nessas matérias por quase 1 ano. Estabeleci uma meta de longo prazo, já que não tinha muitas horas disponíveis por dia para estudar e em 2010 os concursos fiscais estavam parados então decidi focar nessas matérias até ficar com aproveitamento perto de 80% nas questões. Assim, quando algum edital saisse, eu estudaria de acordo com ele.
    Meu ciclo era planejado por dia, pois eu sabia quantas horas eu conseguiria estudar em cada dia. Nessa época eu fazia assim: acordava as 5:30h, e estudava uma hora pela manhã (6 as 7h). isso era possível, pois morava perto da base aérea (local de trabalho) e gastava apenas 15 minutos de carro. então estudava 1h pela manhã, 1h no almoço e 3h em casa a noite. No início fazia 5h por dia e aos sábados estudava 7h e 6h aos domingos. Eu montava a tabela para o mês todo e fazia os ajustes quando necessário (Usava o ciclo de matérias sugerido pelo Alexandre Meirelles, e me adaptei bem estudando por ciclos).

    Em resumo, as matérias que definem a aprovação na área fiscal (concurso de ICMS ou ISS, pois na RFB é diferente) são: portugues, tributário, leg tributária estadual(icms, ipva e icd) ou municipal (iss, iptu e itbi), contabilidade geral, avançada e custos, constitucional, administrativo, m. financeira e auditoria. nessas, a meta de acertos tem que ser próxima a 80% nelas
    Foram pouco mais de três anos de estudo, e entre 2010 e 2013 houve poucos concursos para área fiscal, isso foi ótimo pra mim, pois quando eu já estava afiado abriu primeiro o ISS-BH. Passei nele e não assumi pois na sequência fiz o ICMS-SP e também passei(onde estou atualmente) e depois de quase dois anos em SP, abriu edital para o ICMS-PE, 25 vagas e ISS-Recife com 18 vagas, salvo engano. Fiquei entre a cruz e a espada pois os editais foram abertos com uma semana de diferença e eu não poderia estudar para os dois, pois eu tinha parado de estudar quando estava em SP e já tinha esquecido bastante coisa, rsssss, ou seja, recomecei a a estudar no pós-edital. Logicamente escolhi ICMS, por ser minha área, por ter mais vagas e principalmente pela chance de ficar excedente e ser chamado, visto que o Fisco de PE estava sem concurso desde 1992. Falando sério? Eu não contava com a aprovação nas vagas (25) mas vislumbrava uma colocação ali entre 50 e 70, pois sabia que seria chamado (em tese, rsss).

    Até aqui tudo normal, em resumo essa foi minha trajetória. Outra coisa, não vou indicar material ou técnicas de estudo porque há muitas histórias de aprovação com bibliografia aqui no FC. Além disso, até essa parte do texto, eu escrevi com o intuito motivacional. Pra mostrar que se o camarada tiver disciplina, organização, foco e fé e ainda estudar pelos materiais certos a aprovação é consequência, é questão de tempo, ou seja, é a velha fila. Quando vc começa entra no final dela. Mas vai amadurecendo e andando na fila até chegar sua vez.
    Nessa segunda parte, eu escrevo sobre a questão “sobrenatural” das minhas aprovações. Primeira observação: não tenho nada contra Ateu, contra Espírita, contra católicos, ou seja, sou um cidadão que segue o que a CF/88 preconiza, o Brasil é um país laico - liberdade de crença religiosa aos cidadãos. Mas eu sou evangélico, cristão e a partir daqui lê quem quer, pois vou comentar a trajetória do ponto de vista da crença em Deus. Segunda observação, todos podem passar em concursos: ateus, cristãos, católicos etç. Basta estudar com foco. O fato de ser cristão pode ajudar na questão da fé em Deus, mas no geral, todos concorrem de igual para igual.

    Durante os estudos não deixei de frequentar minha igreja e nem deixei de ter um certo lazer em alguns momentos, pois isso é importante para “desopilar”e recarregar a energia. Se isolar e só estudar é prejudicial, sugiro que não façam isso.
    Eu tenho muita fé em Deus e tudo que planejo fazer peço a orientação dEle. Sei que Ele existe e está do lado de quem precisa e O reconhece como seu salvador. Eu sou um cristão que acredita muito em alianças com Deus, por exemplo, a ponto de fazer pedidos a Ele, e, em função desses pedidos, fazer algo de bom para alguém (de dentro ou de fora da igreja) ou fazer algo pela própria Igreja. O cristão pode fazer qualquer aliança com o Pai, se fizer com fé, recebe, não podemos fazer pensando em uma troca (“toma lá, dá cá”), tipo eu faço isso pra Deus e Ele me dá aquilo. Não é isso...não podemos barganhar com Deus, pois Ele é tudo e é dono de tudo que há nessa terra.
    Eu como cristão decidi ajudar a uma igreja bem humilde que havia perto de minha casa. Essa era minha aliança com Deus. Eu ajudava financeiramente essa Igreja sempre que possível. Até para aprovação na Aeronáutica e no Vestibular eu fiz alianças. Então, um dia vi que estavam reformano a igreja, fui até lá e falei com uma pessoa da sua administração e entreguei uma certa quantia R$. Logo depois haveria o concurso de BH. Além da aliança eu pedia oração na Igreja também e orava muito. Pedi a Deus a aprovação e com muito estudo e fé, estava lá meu nome no Diário Oficial. Ou seja, eu abrindo minha mão de um lado e Deus me ajudando do outro, me dando foco, inteligência, paciência e lucidez para estudar. Nos concursos de SP e PE não foi diferente. Dei um piso novo para a mesma igreja e dei a sua nova cobertura, e com isso, além de continuar orando, tive as aprovações em SP e PE. O que eu quero dizer com isso? Quero dizer que ter fé em algo ou em alguém, ajuda na caminhada e no meu caso, tive (e tenho) fé em Deus. Estudei muito, mas minhas aprovações não foram só minhas, não foram simplesmente pq estudei muito e merecia. Para cada aprovação, eu fiz uma aliança com Deus e deu certo. A forma que escolhi foi essa, ajudar essa humilde igreja, mas há tantas outras formas de aliança, basta escolher uma e cumpri-la. Mas ratifico, não se pode fazer escambo com Deus, não foram minhas doações que me aprovaram, mas sim o fato de eu ter estudado muito e ter pedido ao Pai a melhor direção, sempre pedia que no final fosse feita a vontade dEle, e não a minha. E assim, estou eu voltando ao meu belo Estado para minha amada capital – Recife.
    Por fim, desejo sorte a todos que estão ainda na luta. Nunca desistam, nunca!!!!! pois o tempo para aprovação varia de uma pessoa para outra. Eu reprovei em alguns concursos nessa caminhada: PRF, PF, ANTAQ e SUSEP. E essas reprovações me faziam estudar mais e confiar mais em mim mesmo (pois sabia que meu suporte nos momentos difíceis era – e é – Deus.)
    Galera, é isso.
    Boa sorte e fiquem com Deus.
  • rEnAn-dA-vOtU
    • 12/12/12
    • 69

    #2
    Muito bacana seu depoimento Paulo, principalmente a última parte (também sou evangélico). Gostaria de trocar uma ideia com você, abs!

    Comentário

    • afrfuru
      • 30/05/10
      • 360

      #3
      Show! Mesmo tendo muitos depoimentos com bibliografia seria interessante vc postar as que vc considera essenciais nas materias basicas

      Comentário

      • Planum
        • 23/02/15
        • 45

        #4
        Parabéns, Paulo.

        Concordo com o afrfuru quanto a importância de colocar a bibliografia aqui.

        Acho que a bibliografia dos aprovados é a parte mais importante e aproveitável dos depoimentos.

        A parte motivacional e biográfica é mais útil para os neófitos concurseiros.

        Comentário

        • Rideel@
          • 15/02/16
          • 3

          #5
          rEnAn-dA-vOtU -- ferreirapf1@hotmail.com. abraços!

          Comentário

          • jmbatera
            • 04/02/14
            • 8

            #6
            Parabéns! Teu depoimento foi bem motivador pra mim, obrigado.

            Comentário

            • Believer
              • 23/07/15
              • 13

              #7
              Parabéns pela conquista, Paulo!

              Também sou servo do Senhor Jesus, e assim como você já esteve, estou na luta por uma provação no ICMS, mas sei que o Senhor nosso Deus batalha comigo.

              É como diz Romanos 8:28:
              "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto."

              Comentário

              • ||FRED||
                • 02/06/13
                • 134

                #8
                Muito top irmão!!!
                Tenho servido cada vez mais em minha igreja e estou cada vez mais motivado pra estudar. Muito motivador seu testemunho! Abraço!

                Comentário

                • Daysuke
                  • 16/02/13
                  • 52

                  #9
                  Meus parabéns! Estava precisando de ler um depoimento nesse estilo.

                  Sou também evangélico e corrigi uma coisa que estava me impedindo de crescer, tanto nos estudos como em minha vida social: se isolar do mundo a ponto de ter os estudos como foco central.

                  Comentário

                  • Alpes-PE
                    • 24/05/10
                    • 1097

                    #10
                    Fala Paulo !! Tranquilo ?!

                    Parabéns amigo, apesar do pouco tempo que tivemos de contato para estudos, sei o quanto você ralou para conseguir seu sonho !!

                    Forte Abraço !!!


                    Comentário

                    • Vinitrader
                      • 14/04/15
                      • 40

                      #11
                      Parabéns Paulo, bonita a sua trajetória, fé em Deus sempre.

                      Comentário


                      Working...
                      X