Announcement

Collapse
No announcement yet.

O burrinho estudioso: 6 cargos

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • X-Burrok
    • 15/12/15
    • 18

    O burrinho estudioso: 6 cargos

    6 Cargos efetivos: ATA-MF, TEFE-SP, APOF-SP, ATRFB, Auditor Fiscal de Tributos Municipais de Santos e Auditor Fiscal Tributário Municipal de São Paulo

    Eu sou uma pessoa extremamente objetiva. Se escrevi bastante, por trás de cada palavra há muita experiência. Eu sou a prova de que nem sempre o mais inteligente vence! IIIIIRRRRRÓÓÓÓÓ!!!

    Trajetória “"concursística"”
    Que momento sublime esse da hora do depoimento! Eu sonhei com esse momento 1.000 vezes! Finalmente morre um sofredor no mundo dos concursandos e nasce um ser iluminado no mundo dos bem-sucedidos e realizados servidores públicos de alto nível. Minha jornada começou em 2008, ano em que me formei em engenharia. Estabeleci para mim mesmo o foco triplo, ou seja, Auditor-Fiscal Tributário do município de São Paulo, Fiscal do ICMS e Auditor da Receita Federal, com base até nos depoimentos dos inatingíveis aprovados da época. Comecei fazendo todos os cursos de matérias isoladas da área fiscal tributária no finado Pró-Concurso (centro de São Paulo). Não trabalhava e dispunha de tempo integral para os estudos. Terminados os cursos, migrei para outro cursinho no centrão de São Paulo, que também fechou as portas. Não me recordo o nome, porém havia sala de estudo que eu frequentei por um breve período. Foi uma boa experiência a da sala de estudo, pois comecei a sentir o drama do mundo dos concursos. Nessa época, com aproximadamente 1 ano e pouco de estudo intenso, fui inocentemente fazer o concurso de ATA-MF no clima de “já ganhou”. Milagrosamente acabou dando certo, fui chamado na segunda leva. Assumi o cargo, abandonando-o pouco tempo depois para retornar aos estudos. Ainda no ano de 2009, poucos meses mais tarde, houve o concurso de ATRFB e de AFRFB. Em nenhum dos dois consegui ir para a segunda fase, porém fiz 60 e poucos por cento em cada um, dando-me um certo ânimo para continuar. Lembro-me do coordenador do cursinho no qual fiquei “"internado"” dizendo que aquele era o melhor curso para AFRFB. O cursinho tinha um certo nome para o Ministério Público do estado de SP, porém na área fiscal era estreante e medíocre. O coordenador, sem noção nenhuma de área fiscal, deve ter levianamente adotado o raciocínio de que "“quem pode o mais, pode o menos”". Os professores do cursinho, promotores e juízes, simplesmente eram principiantes na preparação dos alunos para as provas da área fiscal. Os bacharéis em direito no geral inocentemente torcem o nariz para área fiscal. Levantamento feito com os aprovados do ARF/2013 mostrou que apenas 7% dos aprovados eram bacharéis em direito (percentagem muito pequena levando em conta que o grosso dos pontos é mais relacionado ao direito do que a qualquer outra coisa). Virando a página, já ano de 2010, ocorreu a prova de técnico fazendário do estado de São Paulo (TEFE-SP), um aperitivo para quem estuda para AFR-SP. Fui aprovado dentro das vagas, cargo que não assumi. Essas duas recentes aprovações em cargos de nível médio me deram muita confiança para prosseguir nos estudos. O ano de 2011 começou com uma aprovação no cargo de Auditor Fiscal de Santos no cadastro de reserva, para o qual fui nomeado bastante tempo depois e não assumi. No finalzinho de 2011 saiu o edital para o sonhado ISS-SP. Ainda sem trabalhar, estudava 10 horas por dia totalmente focado no edital do AFTM-SP, porém sabia que minhas chances não eram altas. Apesar disso, fui o mais fundo que minhas forças conseguiram. Fiz das tripas coração e estudei o máximo que meu corpo aguentou. Resultado: por muito pouco minha redação não foi corrigida. Fiquei bastante chateado, porém um pouco mais esperançoso para futuras provas. Essa prova para mim foi um divisor de águas, comecei a perceber que os depoimentos dos vitoriosos aprovados de antes estavam ficando desatualizados. A minha ficha de que talvez precisasse cortar o foco triplo pela metade começou a cair. Depois da decepção do ISS/2012, fortes emoções me aguardavam. Saiu o edital de ATRFB e, em agosto, o edital do ICMS-SP 2013. Eu estava a 2 meses da prova de ATRFB quando larguei tudo para me dedicar exclusivamente ao ICMS/2013 em função do recém-publicado edital. Na prova objetiva do ATRFB/2012 fiquei dentro das vagas e tive a redação corrigida. Na redação cai 500 posições e fui parar nos excedentes. Minha consciência pesou por ter largado o estudo no meio, mas estava apostando todas as fichas no ICMS-SP/2013. Estava crente de que passaria no ICMS/2013 dentro das 665 vagas da área geral/gestão tributária. Tive minha segunda grande decepção: fiquei mais ou menos na posição 1100 do ICMS. Essa reprovação foi muito difícil, pois a vaga parecia ser minha. Nesse momento de grande dor, resolvi cortar o foco e me dedicar apenas aos ICMS/ISS, esquecendo as matérias específicas da Receita Federal de vez. Até então, como tinha várias horas disponíveis para estudar, estava levando todas as matérias. Nada como um dia após o outro, na minha rotina de estudante profissional, consegui ser aprovado dentro das vagas no concurso de APOF-SP (Analista do Planejamento, Orçamento e Finanças) e nomeado no começo de 2014. Outra grande surpresa estava por vir, foram nomeados todos os excedentes do concurso de ATRFB/2012 em fevereiro de 2014, entre os quais estava eu. Comecei a encarar a outra face do mundo concursal que eu até então não conhecia: a de trabalhar e estudar competitivamente ao mesmo tempo. Fiquei nessa rotina de trabalho e estudo aproximadamente 1 ano e 10 meses. Realmente muito sacrificado levar as duas coisas juntas, ainda que tenho apoio total da família. O povo que pelo menos tenta levar as duas coisas merece no mínimo o título de guerreiro. Mas voltando ao desfecho do depoimento. Em março de 2014, já empossado e em exercício na RFB, eu estava na reta final da preparação para o ISS-SP/2014. No trabalho ainda não sabia para qual equipe iria (pois estava em treinamento) e ainda estava com a grande responsabilidade de ser aprovado no ISS-SP/2014 nas costas. Fiquei extremamente estressado e cometi erros bastante idiotas na prova de legislação específica, porém o bom desempenho nas matérias básicas me garantiu mais ou menos a posição 100 (fora das vagas). Em dezembro de 2015, finalmente, depois de muito sacrifício, fui nomeado Auditor Fiscal Tributário Municipal de São Paulo, colocando um ponto final na interminável jornada.


    Método/Estratégia
    Apesar de 6 nomeações em cargos efetivos, não me acho apto a dar conselhos. Apenas venho aqui humildemente compartilhar um pouco da minha experiência. Existem vários gurus por aí, alguns até que nunca foram aprovados em concurso, que até cobram para dar uma orientação. Nunca consegui aplicar nenhum método mágico de memorização aos estudos. Uma coisa que achei eficiente é o estudo por ciclos, ou seja, alternar as matérias estudadas em um período curto. Por exemplo, estudar 3 matérias diferentes por dia. Quando era estudante em tempo integral, estudava 5 matérias diferentes por dia e todas as disciplinas da prova em 1 semana. Fazia um ciclo diário/semanal. Trabalhando e estudando, dei uma adaptada no ciclo semanal e estudava 3 matérias por dia. Também achei eficiente o estudo por meio de questões comentadas, vai direto ao assunto e a pessoa fica mais atenta e aberta a aprender. Especificamente para área fiscal, eu noto que, no geral, as pessoas que estão tendo êxito nos cargos TOP escolhem ou ISS/ICMS ou Receita Federal e largam todo o resto sem dó. Em minha opinião, não dá para levar os três ao mesmo tempo. Há casos de pessoas que foram bem-sucedidas nos três, porém são minoria e provavelmente levaram um tempo maior. Uma coisa que parece intuitiva (porém testei os dois extremos para ver o resultado) é alternar tanto os professores quanto os materiais. Já fiquei tempo demais com material muito bom e achei que não foi uma boa. Apesar de o material ser excelente, dá mais resultado variar. Eu sei que é difícil substituir um bom material e às vezes dói, mas é necessário. Fazia resumos no Word e os ia alterando, lia e relia. Escrevia coisas erradas no resumo e depois checava e alterava. Acho que ninguém deve se sentir inferiorizado por depoimentos em que o autor, sempre super-herói, diz ter passado em concurso concorrido em 2 dias e sem esforço. Todo mundo já ouviu estórias fenomenais do tio do avô do sobrinho do cunhado da prima da irmã do genro do vizinho do amigo do sogro do pai do conhecido que diz ter passado em concurso de cientista louco da NASA em 1º lugar voltando da balada totalmente bêbado e sem querer. Estórias fantásticas como essa são mais comuns do que se imagina. Existe um super-herói em cada esquina com uma estória dessas na ponta da língua, mas a realidade é outra totalmente diferente. Uma boa dica para se estimular é contar para todos que pretende passar no concurso tal, certamente irão ouvir a famosa pergunta: “"já passou?”". Isso pode botar a pessoa para baixo ou pode estimulá-la a ficar com mais ira ainda de passar, a depender do momento, das circunstâncias e da dose. Eu gostava de prever antes de dormir quais matérias iriam ser estudadas no dia seguinte, para acordar e apenas executar o que eu já estava programado a fazer e não ficar escolhendo as disciplinas que deveriam ser estudadas no dia, isso é chato e desgastante. A planilha semanal facilita bastante esse trabalho. Eu acredito que o concursando vá aumentando a cota de sacrifício que ele está disposto a fazer aos poucos, através da própria experiência. Não é do dia para noite que a pessoa vai resolver fazer tudo e mais um pouco. No início, como a pessoa está bem crua, o estudo é quase insuportável. Mas, aos poucos, conforme as coisas vão se repetindo, o estudo torna-se mais tranquilo. Quanto ao tempo de preparação, acredito que quanto mais jovem seja a pessoa, menos tempo ela levará para passar. Uma pessoa bem inteligente de 40 anos provavelmente levará mais tempo para passar do que um mediano de 20 anos, tudo mais igual e constante. O grande diferencial de alguns "fenômenos" é simplesmente ter começado cedo a se preparar, de uma forma ou de outra. Alguns dizem que apostila não presta, porém eu tenho minhas dúvidas. Ninguém chega em algo complexo sem passar pelo simples.

    Material/Professores
    O professor precisa ser um bom especialista. Normalmente os professores que se atrevem a dar 3 ou 4 matérias diferentes para concurso são ruins em tudo. Eu acho que a qualidade é construída com a experiência. Irei colocar alguns nomes que me marcaram mais.
    Português: Décio Sena é incomparável, porém já está aposentado. A coleção “As últimas do português” (6 volumes) já está esgotada, mas continua valendo muito. Há outros livros mais recentes de questões comentadas por ele. Outro bom: casal Figueiredo (Adriana e Fernando).
    Direito administrativo: Cyonil Borges é muito bom. No site de questões TEC Concursos há várias questões comentadas por ele.
    Contabilidade: Sílvio Sande e seus vídeos são a base da contabilidade geral e avançada para área fiscal. Outro bom professor é o Luciano Rosa com seus PDFs.
    Direto tributário: os vídeos do Ricardo Alexandre Almeida Santos são muito bons. O livro "“Direito Tributário Esquematizado"” é bem avançado. Outro muito bom: João Marcelo Rocha. No finalzinho do livro "Direito Tributário Esquematizado" você encontra as ementas das súmulas do STF e STJ sobre tributário, que devem ser decoradas.
    Direto constitucional: o livro “"Aulas de direito constitucional para concursos"” (Vicente Paulo e Marcelo Alexandrino) passa despercebido por muitos, livro que tem muitas questões comentadas de diversos certames. Outro bom autor: Victor Cruz (livros e PDFs).
    Site de questões: TEC concursos. Nos professores de direito tributário do site eu não coloquei muita fé, mas nas matérias secundárias da área fiscal achei que valeu muito. Para estatística, há professor bom (Vítor Menezes). Para direito constitucional e administrativo, os comentários são bons. Há opção de garimpar as provas fiscais recentes e depois (dentro da prova) selecionar uma matéria específica.
    Economia macro e micro: Heber Carvalho (tanto PDF quanto livro).
    Penal: estudei principalmente os crimes contra administração pública e os crimes contra a ordem tributária. Comprei livros de questões comentadas divididos por assunto, fora a lei seca. Nessa matéria eu exagerei, meu desempenho era acima dos bons concursandos da área fiscal.
    Livros de teoria para concursos: só usava para consulta, dificilmente folheava para estudo regular.
    Estatística: matéria muito complicada. A pessoa só acerta mais ou menos 50% de bate-pronto quando já está estraçalhando (tempo muito reduzido na prova). Especificamente na prova de AFR-SP compensa deixar por último. Digo isso pois já vi pessoas que deixaram essa matéria de lado por qualquer motivo terem um desempenho no geral superior ao daquelas que tentaram levar essa matéria (acabou sendo uma boa estratégia). Os formados em exatas talvez tenham o orgulho de ter um bom desempenho em estatística, porém isso pode ser um erro fatal.
    AFO e contabilidade pública: Alexandre Teshima (vídeos e PDF).

    Exemplo de planilha de estudo balanceada para AFR/SP:
    https://docs.google.com/spreadsheets/d/14EslZEtXw-ou6xSbGleMPdSTOttCJ0xI5rBHmRk9-DA/edit?usp=sharing

    Álbum de fotos da pilha de livros e diários oficiais (das nomeações) emoldurados: http://www.facebook.com/media/set/?s...1&l=33cc53b722
  • X-Burrok
    • 15/12/15
    • 18

    #2
    reservado para upgrades

    Comentário

    • Concurseira D.
      • 05/07/15
      • 142

      #3
      Parabénsss!!
      Mto legal sua historia! estou na caminhada há apenas 3 meses!

      vc disse q em 2009 fez 60% nos concursos pra ATRFB e AFRFB, estudando há 1 ano e pouco....gostaria de saber quantas horas líquidas vc estudava
      tb tenho o tempo livre pra estudar, como vc...há boatos de um concurso no próximo ano e tenho medo de não conseguir estar preparada até lá

      obrigada por compartilhar sua experiência!

      Comentário

      • X-Burrok
        • 15/12/15
        • 18

        #4
        Originally posted by Concurseira D. View Post
        Parabénsss!!
        Mto legal sua historia! estou na caminhada há apenas 3 meses!

        vc disse q em 2009 fez 60% nos concursos pra ATRFB e AFRFB, estudando há 1 ano e pouco....gostaria de saber quantas horas líquidas vc estudava
        tb tenho o tempo livre pra estudar, como vc...há boates de um concurso no próximo ano e tenho medo de não conseguir estar preparada até lá

        obrigada por compartilhar sua experiência!
        Obrigado! Eu estudava 7 dias por semana. Tentava estudar 9 horas por dia, mas um parte eu enrolava e acabava ficando com umas 6/7 horas líquidas diárias. Eu acho que a tendência é fazerem concurso de ATRFB com muitas vagas. Falou!

        Comentário

        • Renan Almeida
          • 20/10/15
          • 4

          #5
          Parabéns amigo, você realmente foi um guerreiro, agora é trabalhar e aproveitar hehe
          Espero eu, um dia chegar nesse patamar, abraços.

          Comentário

          • X-Burrok
            • 15/12/15
            • 18

            #6
            Originally posted by Renan Almeida View Post
            Parabéns amigo, você realmente foi um guerreiro, agora é trabalhar e aproveitar hehe
            Espero eu, um dia chegar nesse patamar, abraços.
            Valeu! Vai chegar!

            Comentário

            • X-Burrok
              • 15/12/15
              • 18

              #7
              Inclui as fotos da pilha de livros

              Comentário

              • cristianejp76
                • 25/07/13
                • 120

                #8
                Vi a foto da pilha de livros, dá para ver que o que é bom não vem de graça, né, mesmo a gente lendo o depoimento não tem ideia do tanto que vc se esforçou para alcançar seu objetivo, mas com a foto dos livros (todos aparentemente muito lidos, é minha impressão) daí a gente vê o tanto que vc se empenhou, parabéns!!

                Comentário

                • Clahenberpin
                  • 07/10/11
                  • 1360

                  #9
                  Originally posted by X-Burrok View Post
                  Inclui as fotos da pilha de livros
                  E livro demais "omi*!!!

                  Comentário

                  • Clahenberpin
                    • 07/10/11
                    • 1360

                    #10
                    Um dia chego lá. Estou aproveitando a manhã para estudar. Da em torno de 4 a 5 horas. Estou pensando em adicionar mais 2 na parte da tarde.

                    Comentário

                    • X-Burrok
                      • 15/12/15
                      • 18

                      #11
                      Originally posted by Clahenberpin View Post
                      Um dia chego lá. Estou aproveitando a manhã para estudar. Da em torno de 4 a 5 horas. Estou pensando em adicionar mais 2 na parte da tarde.
                      Boa sorte! Falou!

                      Comentário

                      • X-Burrok
                        • 15/12/15
                        • 18

                        #12
                        Originally posted by cristianejp76 View Post
                        Vi a foto da pilha de livros, dá para ver que o que é bom não vem de graça, né, mesmo a gente lendo o depoimento não tem ideia do tanto que vc se esforçou para alcançar seu objetivo, mas com a foto dos livros (todos aparentemente muito lidos, é minha impressão) daí a gente vê o tanto que vc se empenhou, parabéns!!
                        Pois é, nem tão bem lidos assim! hehehe

                        Comentário

                        • jpadua
                          • 20/11/14
                          • 63

                          #13
                          Show de bola seu depoimento. Também sempre sonho com este momento de poder vir aqui falar sobre minha trajetória.
                          Obrigado pelo incentivo e pelos ensinamentos. Foco é essencial, certo? Abração!

                          Comentário

                          • X-Burrok
                            • 15/12/15
                            • 18

                            #14
                            Originally posted by jpadua View Post
                            Show de bola seu depoimento. Também sempre sonho com este momento de poder vir aqui falar sobre minha trajetória.
                            Obrigado pelo incentivo e pelos ensinamentos. Foco é essencial, certo? Abração!
                            Muito Obrigado!!

                            Comentário

                            • Believer
                              • 23/07/15
                              • 13

                              #15
                              Parabéns pela conquista e obrigado por compartilhar suas experiências!

                              Estou focando no ICMS e penso em estudar algumas matérias de ATRFB caso o concurso ocorra antes do ICMS. Você acha isto viável?

                              Comentário

                              • X-Burrok
                                • 15/12/15
                                • 18

                                #16
                                Originally posted by Believer View Post
                                Parabéns pela conquista e obrigado por compartilhar suas experiências!

                                Estou focando no ICMS e penso em estudar algumas matérias de ATRFB caso o concurso ocorra antes do ICMS. Você acha isto viável?
                                Eu acho viável. Se você estuda em tempo integral ou já vem estudando há um tempo já favorece, mas o ICMS-SP é parada dura. Aí já é uma questão pessoal de a pessoa sentir que tem mais chance em um ou em outro, dependendo se já fez concursos parecidos para ver como está diante da concorrência. Falou!

                                Comentário

                                • ESLEAMER
                                  • 12/01/16
                                  • 8

                                  #17
                                  Originally posted by X-Burrok View Post

                                  Eu acho viável. Se você estuda em tempo integral ou já vem estudando há um tempo já favorece, mas o ICMS-SP é parada dura. Aí já é uma questão pessoal de a pessoa sentir que tem mais chance em um ou em outro, dependendo se já fez concursos parecidos para ver como está diante da concorrência. Falou!
                                  Obrigado pelo seu simples e gratificante depoimento....

                                  Comentário

                                  • X-Burrok
                                    • 15/12/15
                                    • 18

                                    #18
                                    Originally posted by ESLEAMER View Post
                                    Obrigado pelo seu simples e gratificante depoimento....
                                    Valeu, cara!

                                    Comentário

                                    • iago.pereira
                                      • 19/09/14
                                      • 2

                                      #19
                                      X-Burrok, primeiramente, agradeço por ter compartilhado sua saga!
                                      Parabéns pela dedicação! Desejo tudo de bom para a sua carreira!

                                      Comentário

                                      • X-Burrok
                                        • 15/12/15
                                        • 18

                                        #20
                                        Originally posted by iago.pereira View Post
                                        X-Burrok, primeiramente, agradeço por ter compartilhado sua saga!
                                        Parabéns pela dedicação! Desejo tudo de bom para a sua carreira!
                                        Eu que agradeço a atenção, valeu!

                                        Comentário

                                        • futuro_afrf
                                          • 26/11/06
                                          • 298

                                          #21
                                          Amigo, inspiradora sua luta, parabéns ! a propósito vc tem a prova do iss Santos de 2011 ? se sim poderia disponibiliza-la para meu e-mail rrpenha@hotmail.com ? um abraçao.

                                          Comentário

                                          • Marcel Sampa
                                            • 01/04/14
                                            • 5

                                            #22
                                            Parabéns pela aprovação! Inspirador ver a luta dos guerreiros que alcançam a tão sonhada aprovação.
                                            Qual material vc usava para TI? Tenho sofrido com essa matéria

                                            Comentário

                                            • X-Burrok
                                              • 15/12/15
                                              • 18

                                              #23
                                              Originally posted by futuro_afrf View Post
                                              Amigo, inspiradora sua luta, parabéns ! a propósito vc tem a prova do iss Santos de 2011 ? se sim poderia disponibiliza-la para meu e-mail rrpenha@hotmail.com ? um abraçao.
                                              ok, enviada

                                              Comentário

                                              • X-Burrok
                                                • 15/12/15
                                                • 18

                                                #24
                                                Originally posted by Marcel Sampa View Post
                                                Parabéns pela aprovação! Inspirador ver a luta dos guerreiros que alcançam a tão sonhada aprovação.
                                                Qual material vc usava para TI? Tenho sofrido com essa matéria
                                                Olha, com TI eu tenho um pouco mais de afinidade, pois montava micro e programava. Um bom material é o do João Antônio do EVP. Mas é uma matéria bem complicada, existe uma infinidade de assuntos e o custo/benefício é muito alto. Isso para área geral/tributária.

                                                Comentário

                                                • X-Burrok
                                                  • 15/12/15
                                                  • 18

                                                  #25
                                                  Mais perguntas?

                                                  Comentário

                                                  • afrfuru
                                                    • 30/05/10
                                                    • 331

                                                    #26
                                                    Nessa atual conjuntura pra quem trabalha vc acha recomendavel continuar focando ICMS/ISS sem desviar ou pegar tb materiais da ESAF nas disciplinas comuns, ou continuar focado na FCC tentando concursos fora da area fiscal como TRE etc?

                                                    Comentário

                                                    • ConcurseiroF
                                                      • 09/02/16
                                                      • 37

                                                      #27
                                                      "Livros de teoria para concursos: só usava para consulta, dificilmente folheava para estudo regular."

                                                      Afinal, voce estudava por livros ou não? kkk

                                                      Comentário

                                                      • X-Burrok
                                                        • 15/12/15
                                                        • 18

                                                        #28
                                                        Originally posted by afrfuru View Post
                                                        Nessa atual conjuntura pra quem trabalha vc acha recomendavel continuar focando ICMS/ISS sem desviar ou pegar tb materiais da ESAF nas disciplinas comuns, ou continuar focado na FCC tentando concursos fora da area fiscal como TRE etc?
                                                        Cada um sabe onde o calo aperta, mas eu acho que não vale desviar para ESAF (fora das matérias comuns) e nem fora da área fiscal. Estou meio por fora da atual conjuntura. Certamente que nas matérias comuns a Esaf não só é válida como obrigatória.

                                                        Comentário

                                                        • X-Burrok
                                                          • 15/12/15
                                                          • 18

                                                          #29
                                                          Originally posted by ConcurseiroF View Post
                                                          "Livros de teoria para concursos: só usava para consulta, dificilmente folheava para estudo regular."

                                                          Afinal, voce estudava por livros ou não? kkk
                                                          Usava-os para consulta (de teoria). Se ficasse em dúvida sobre algo, procura nos livros e depois no Google. Existem livros só de exercícios de concurso.

                                                          Comentário

                                                          • ConcurseiroF
                                                            • 09/02/16
                                                            • 37

                                                            #30
                                                            Originally posted by X-Burrok View Post

                                                            Usava-os para consulta (de teoria). Se ficasse em dúvida sobre algo, procura nos livros e depois no Google. Existem livros só de exercícios de concurso.
                                                            Então voce pulava a teoria e ia direto para as questões e quando errava consultava os livros?

                                                            Comentário


                                                            Working...
                                                            X