Anúncio

Anúncio Module
Collapse
No announcement yet.

Diferencial de Alíquotas - Simples Nacional

Page Title Module
Mover Remover Collapse
X
Conversation Detail Module
Collapse
  • Filtro
  • Tempo
  • Mostrar
Limpar Tudo
new posts
  • ERB
    • 18/01/07
    • 345

    Diferencial de Alíquotas - Simples Nacional

    Empresa inscrita em SP, contribuinte do ICMS pelo regime RPA, adquire mercadoria destinada a uso, consumo ou integração ao ativo imobilizado, de outro Estado, cujo remetente é contribuinte optante do SIMPLES NACIONAL. Qual o procedimento para lançar e recolher o diferencial de alíquota devido ao Estado destinatário (SP) . Qual o fundamento legal?

    Considerando que um contribuinte enquadrado no Regime Periódico de Apuração RPA esteja adquirindo mercadoria para seu ativo imobilizado, ou material de uso e consumo de contribuinte de outro Estado enquadrado no “Simples Nacional”, informamos que o pagamento referente do diferencial de alíquota será devido. (art. 2º VI do RICMS/00, aprovado pelo Decreto nº 45.490/2000).

    Lembramos que o diferencial de alíquotas será exigido nas aquisições interestaduais de mercadoria destinada a compor o ativo imobilizado ou para serem utilizadas como material de uso ou consumo do contribuinte adquirente. (art. 2º VI do RICMS/00, aprovado pelo Decreto nº 45.490/2000).

    Conforme o § 5º do artigo 117 do RICMS/00, acrescentado pelo Decreto nº 53.216/2008, na hipótese de o remetente da mercadoria localizado em outro Estado ou o prestador do serviço estar sujeito ao Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte - “Simples Nacional”, o contribuinte deverá escriturar no livro Registro de Apuração do ICMS, no período em que a mercadoria tiver entrado ou tiver sido tomado o serviço:

    1 - como crédito, no quadro “Crédito do Imposto - Outros Créditos”, com a expressão “Inciso II do Art. 117 do RICMS”, o valor do imposto resultante da aplicação da alíquota interestadual de 12% (doze por cento) sobre a base de cálculo correspondente à respectiva operação ou prestação;

    2 - como débito, no quadro “Débito do Imposto - Outros Débitos”, com a expressão “Inciso II do Art. 117 do RICMS”, o valor do imposto decorrente da aplicação da alíquota interna sobre a base de cálculo correspondente à operação ou prestação aludida no item 1.”

    FONTE: Consultoria CENOFISCO
  • ERB
    • 18/01/07
    • 345

    #2
    Re: Diferencial de Alíquotas - Simples Nacional

    Alguém poderia me explicar como funciona esse tal RPA (Regime periódico de Apuração)?

    Abs

    Comentário

    • AndreArcas
      • 03/02/07
      • 237

      #3
      Re: Diferencial de Alíquotas - Simples Nacional

      Kra resumidamente RPA significa Regime Periódico de Apuração, é um tipo de enquadramento que o Estado dá a determinadas empresas que recolhem o ICMS periodicamente, ou seja, tem créditos e débitos sacou?
      o diferencial de aliquotas em SP é devido se vc for RPA e comprar ativo ou uso e consumo de outro estado; agora se voce for Simples em SP voce recolhe diferencial de aliquota se for ativo, consumo ou até mesmo materia prima ou produto pra revenda... Agora se voce é RPA em SP e compra de Simples de outro estado daí o procedimento é esse que você citou.

      Comentário

      • ERB
        • 18/01/07
        • 345

        #4
        Re: Diferencial de Alíquotas - Simples Nacional

        Obrigado pelos esclarecimentos..Grande abraço!

        Comentário





        Working...
        X