Anúncio

Anúncio Module
Collapse
No announcement yet.

Uso do esse x esta - desse x desta

Page Title Module
Mover Remover Collapse
X
Conversation Detail Module
Collapse
  • Filtrar
  • Hora
  • Mostrar
Limpar Tudo
new posts
  • AFT-DOURADOS
    • 27/12/09
    • 1420

    Uso do esse x esta - desse x desta

    Ola professoras

    já li sobre o assunto mas alguns doutrinadores divergem.

    muitos apenas se firma na tal distancia entre a localizacao do objeto.

    no meu caso o interesse é para redacoes, como forma de coesao e interligacao das ideias dos diversos parágrafos com temos do tipo.

    Dessa forma
    Dessa maneira
    Nessa situacao
    como essa prescreveu (referindo-se a algum conceito anterior que nao desejo repetir toda hora)


    alguns colegas afirmam que DESTA SÓ É USADO PARA FRENTE (tipo o uso do cujo/cuja) outros dizem ser justamente o contrário.


    e agora?



    abracos
  • Lanlan Marsula
    • 02/09/07
    • 3927

    #2
    Re: Uso do esse x esta - desse x desta

    Olá, essa sua dúvida é a dúvida de muita gente. Vou então tentar expor tudo de forma bem clara.

    Preste bem atenção nisto que vou escrever, ok?

    Estes pronomes: este, isto e desse e seus derivados (neste, nesse, desse, disso, etc) respeitam aquelas regras que a tia Candinha explicou lá na escola, aquelas que você já disse que conhece. Então vamos falar das regras mais importantes para desenvolver um bom texto, coeso e "lindo", ok.
    Tudo isso se garante respeitando estes dois conceitos: anáfora e catáfora.

    Anáfora - termos que usamos para retomar algo que já foi dito. Nesse caso os termos empregados são estes: DESSE, DESSA, ESSA, NESSA, ISSO, DISSO e todos os que você escrever com "SS". ok?

    Catáfora - termos que usamos para introduzir uma nova idéia. Estes pronomes que vou escrever agora são os usados para isso que acabei de falar: isto, este, neste, deste, e todos os pronomes que você escrever com "ST".

    Esse assunto é algo um tanto difundido no mundo das redações e interpretações de texto, entretanto não encontrado nas gramáticas. Procurei em umas 4 gramáticas há um tempo atrás para fazer um recurso e nada. Como acabo de ter essa idéia com relação a ANÁFORA e CATÁFORA pode ser que encontremos as referências nessa parte da matéria. Estou viajando, mas quando chegar em casa vou fazer minhas consultas para confirmar se os livros trazem mesmo esse assunto em ANÁFORA e CATÁFORA.

    Bons estudos,

    lanlan

    Comentário

    • AFT-DOURADOS
      • 27/12/09
      • 1420

      #3
      Re: Uso do esse x esta - desse x desta

      Postado Originalmente por Lanlan Ver Post
      Olá, essa sua dúvida é a dúvida de muita gente. Vou então tentar expor tudo de forma bem clara.

      Preste bem atenção nisto que vou escrever, ok?

      Estes pronomes: este, isto e desse e seus derivados (neste, nesse, desse, disso, etc) respeitam aquelas regras que a tia Candinha explicou lá na escola, aquelas que você já disse que conhece. Então vamos falar das regras mais importantes para desenvolver um bom texto, coeso e "lindo", ok.
      Tudo isso se garante respeitando estes dois conceitos: anáfora e catáfora.

      Anáfora - termos que usamos para retomar algo que já foi dito. Nesse caso os termos empregados são estes: DESSE, DESSA, ESSA, NESSA, ISSO, DISSO e todos os que você escrever com "SS". ok?

      Catáfora - termos que usamos para introduzir uma nova idéia. Estes pronomes que vou escrever agora são os usados para isso que acabei de falar: isto, este, neste, deste, e todos os pronomes que você escrever com "ST".

      Esse assunto é algo um tanto difundido no mundo das redações e interpretações de texto, entretanto não encontrado nas gramáticas. Procurei em umas 4 gramáticas há um tempo atrás para fazer um recurso e nada. Como acabo de ter essa idéia com relação a ANÁFORA e CATÁFORA pode ser que encontremos as referências nessa parte da matéria. Estou viajando, mas quando chegar em casa vou fazer minhas consultas para confirmar se os livros trazem mesmo esse assunto em ANÁFORA e CATÁFORA.

      Bons estudos,

      lanlan
      obrigado professora, muito obrigado mesmo!
      Realmente nas gramáticas que possuo procurei e nao encontrei.
      Na verdade encontrei de maneira "tosca" sempre tentando explicar
      com relação ao uso do esse , aquele, etc porém professores de redacao sugerem evitar o uso de ESSE x, aquele Y pois faria o examinador pensar muito ou até confundir-se ... nao sei bem se isso procede,
      mas tenho evitado por precaução.

      obrigado mais uma vez!

      Comentário

      • McLovin
        • 17/02/08
        • 78

        #4
        Re: Uso do esse x esta - desse x desta

        Professoras,

        Deparei-me com o texto abaixo e achei que seria um bom exemplo da utilização dos pronomes demonstrativos. Será que as professoras poderiam dar uma olhada nas dúvidas que postei ao longo do texto?

        Confesso que estou bem perdido na utilização desses pronomes... ou seria desTes?

        Muito obrigado!

        McLovin

        ---------------

        O Brasil é um país marcado por desigualdades sociais e regionais. A própria Constituição Federal enuncia que um dos objetivos da República Federativa do Brasil é combatê-las. Entretanto, somente será possível reduzir estas (por que não ESSAS, já que o pronome retoma a idéia da frase anterior?) desigualdades se o planejamento da ação governamental levar em consideração as diferentes peculiaridades de cada região. O planejamento territorial permite alocar recursos públicos nas regiões mais necessitadas; aproveitar a vocação potencial, respeitando a diversidade étnica e cultural de cada região; e explorar os recursos naturais de forma sustentável. Como exemplo desta (mesma dúvida anterior) forma de planejamento pode ser citada a abordagem em rede policêntrica de cidades.
        O combate à desigualdade social exige a focalização das políticas públicas no auxílio dos mais economicamente vulneráveis. O planejamento territorial permite descentralizar esta (ainda mesma dúvida, pra mim o pronome retoma idéia já citada)tarefa, distribuindo os recursos separadamente para cada região. Além disso, cada região possui necessidades diferentes de intervenção governamental. Em algumas regiões o problema é a seca. Em outras, as enchentes.
        As diferenças regionais também influenciam a forma de aproveitamento dos recursos naturais, pois cada bioma possui suas próprias fragilidades e potencialidades. E a utilização sustentável desses (este é o único q entendi, pq utiliza SS quando retoma a idéia anterior) recursos só é possível através do planejamento cuidadoso da ação do homem. O planejamento territorial evita a aplicação de soluções ambientais genéricas para ecossistemas específicos.
        Além de possuírem diferentes biomas, as diversas regiões brasileiras possuem diferentes vocações econômicas potenciais. O Nordeste brasileiro é conhecido por sua vocação turística, enquanto o estado de São Paulo é conhecido pela sua vocação industrial. O planejamento regional da ação governamental permite desenvolver estas (de novo... ) potencialidades fornecendo a infra-estrutura e o apoio específicos para cada território. Esta focalização regional otimiza a aplicação dos recursos públicos.
        As diferenças regionais também refletem a diversidade cultural e étnica no Brasil. As políticas públicas devem sempre adicionar a variável cultural e étnica em sua elaboração. O planejamento territorial auxilia nesta tarefa, mapeando essas (aqui também entendi, mas não vejo diferença na utilização entre ST e SS)variáveis e utilizando-as para nortear a ação pública de forma mais efetiva.
        A abordagem do planejamento em rede policêntrica de cidades tem a importante tarefa de buscar a desconcentração do desenvolviimento dos pólos existentes, hoje extremamente focado em poucas capitais, como São Paulo, Brasília ou Curitiba. Ou seja, a intenção dessa abordagem é expandir o desenvolvimento econômico e a infra-estrutura governamental para o interior do país a fim de aproximar os serviços públicos e as oportunidades econômicas da população afastada dos pólos existentes. Além disso, a expansão da infra-estrutura para o interior também contribui para a integração do Brasil com os vizinhos sul-americanos.
        Somente analisando-se a peculiaridade de cada território é possível definir políticas e alocar recursos públicos de forma adequada e efetiva para o combate às desigualdades sociais e o desenvolvimento sustentável do país. Uma das técnicas utilizadas para esta análise é a abordagem em rede policêntrica de cidades, que apresenta grande potencial como solução indutora de desenvolvimento no interior brasileiro.

        Comentário

        • Lanlan Marsula
          • 02/09/07
          • 3927

          #5
          Re: Uso do esse x esta - desse x desta

          Não tome textos aleatórios na internet, nem imagine que todos os textos que você lê por aí são textos completamente corretos. Muitas pessoas escrevem, conseguem se comunicar, mas não fazem o uso correto da norma culta. Ok?

          Quando for avaliar o uso correto da língua procure ler textos usados em livros de língua portuguesa. Também alguns jornalistas dominam a língua portuguesa, mas não são todos.

          Bons estudos,

          lanlan
          Postado Originalmente por McLovin Ver Post
          Professoras,

          Deparei-me com o texto abaixo e achei que seria um bom exemplo da utilização dos pronomes demonstrativos. Será que as professoras poderiam dar uma olhada nas dúvidas que postei ao longo do texto?

          Confesso que estou bem perdido na utilização desses pronomes... ou seria desTes?

          Muito obrigado!

          McLovin

          ---------------

          O Brasil é um país marcado por desigualdades sociais e regionais. A própria Constituição Federal enuncia que um dos objetivos da República Federativa do Brasil é combatê-las. Entretanto, somente será possível reduzir estas (por que não ESSAS, já que o pronome retoma a idéia da frase anterior?) desigualdades se o planejamento da ação governamental levar em consideração as diferentes peculiaridades de cada região. O planejamento territorial permite alocar recursos públicos nas regiões mais necessitadas; aproveitar a vocação potencial, respeitando a diversidade étnica e cultural de cada região; e explorar os recursos naturais de forma sustentável. Como exemplo desta (mesma dúvida anterior) forma de planejamento pode ser citada a abordagem em rede policêntrica de cidades.
          O combate à desigualdade social exige a focalização das políticas públicas no auxílio dos mais economicamente vulneráveis. O planejamento territorial permite descentralizar esta (ainda mesma dúvida, pra mim o pronome retoma idéia já citada)tarefa, distribuindo os recursos separadamente para cada região. Além disso, cada região possui necessidades diferentes de intervenção governamental. Em algumas regiões o problema é a seca. Em outras, as enchentes.
          As diferenças regionais também influenciam a forma de aproveitamento dos recursos naturais, pois cada bioma possui suas próprias fragilidades e potencialidades. E a utilização sustentável desses (este é o único q entendi, pq utiliza SS quando retoma a idéia anterior) recursos só é possível através do planejamento cuidadoso da ação do homem. O planejamento territorial evita a aplicação de soluções ambientais genéricas para ecossistemas específicos.
          Além de possuírem diferentes biomas, as diversas regiões brasileiras possuem diferentes vocações econômicas potenciais. O Nordeste brasileiro é conhecido por sua vocação turística, enquanto o estado de São Paulo é conhecido pela sua vocação industrial. O planejamento regional da ação governamental permite desenvolver estas (de novo... ) potencialidades fornecendo a infra-estrutura e o apoio específicos para cada território. Esta focalização regional otimiza a aplicação dos recursos públicos.
          As diferenças regionais também refletem a diversidade cultural e étnica no Brasil. As políticas públicas devem sempre adicionar a variável cultural e étnica em sua elaboração. O planejamento territorial auxilia nesta tarefa, mapeando essas (aqui também entendi, mas não vejo diferença na utilização entre ST e SS)variáveis e utilizando-as para nortear a ação pública de forma mais efetiva.
          A abordagem do planejamento em rede policêntrica de cidades tem a importante tarefa de buscar a desconcentração do desenvolviimento dos pólos existentes, hoje extremamente focado em poucas capitais, como São Paulo, Brasília ou Curitiba. Ou seja, a intenção dessa abordagem é expandir o desenvolvimento econômico e a infra-estrutura governamental para o interior do país a fim de aproximar os serviços públicos e as oportunidades econômicas da população afastada dos pólos existentes. Além disso, a expansão da infra-estrutura para o interior também contribui para a integração do Brasil com os vizinhos sul-americanos.
          Somente analisando-se a peculiaridade de cada território é possível definir políticas e alocar recursos públicos de forma adequada e efetiva para o combate às desigualdades sociais e o desenvolvimento sustentável do país. Uma das técnicas utilizadas para esta análise é a abordagem em rede policêntrica de cidades, que apresenta grande potencial como solução indutora de desenvolvimento no interior brasileiro.

          Comentário

          • rod_hg
            • 20/06/11
            • 35

            #6
            Re: Uso do esse x esta - desse x desta

            Minha dúvida é especificamente sobre o sentido das expressões DESSA FORMA e DESTA FORMA.

            Ex: João é um excelente jogador de futebol e pretende iniciar sua carreira profissional em breve. Dessa forma, sua família pretendo morar no Rio de Janeiro, pois acredita que residir próximo aos grandes clubes do país pode ajudar.

            No exemplo devo usar DESSA ou DESTA? A ideia central é a referência ao que foi dito anteriormente (ser excelente jogador e pretender iniciar carreira profissional) e consequentemente utilizar DESSA. Ou introduzir uma nova informação (família morar no RJ) e ai utilizar DESTA?

            Comentário

            • Vetusto
              • 18/02/12
              • 389

              #7
              Re: Uso do esse x esta - desse x desta

              Dessa forma
              Dessa maneira
              Nessa situacao
              como essa prescreveu (referindo-se a algum conceito anterior que nao desejo repetir toda hora)

              Tudo isso está certo. É consenso entre os gramáticos.

              alguns colegas afirmam que DESTA SÓ É USADO PARA FRENTE (tipo o uso do cujo/cuja) outros dizem ser justamente o contrário.

              Celso Cunha e Bechara dizem que também está certo usar como anafórico ou catafórico.

              Comentário


              Aguarde...
              X