Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Custos: Materiais indiretos

Collapse
X
  • Filtrar
  • Hora
  • Mostrar
Limpar Tudo
new posts
  • cassio_cunha
    • 03/05/10
    • 588

    Custos: Materiais indiretos

    Veja o exercício da ESAF:

    Matérias-Primas Compradas 24.000
    Depreciação de Equipamentos de
    Produção 400
    Despesas de Entrega 400
    Depreciação de Equipamento de
    Entrega 200
    Despesas Financeiras 520
    Estoque Final de Matérias-Primas 10.000
    Mão-de-Obra Direta 12.000
    Materiais Consumidos na Fábrica 8.000
    Despesas Administrativas 3.600
    Despesas de Material de Escritório 480
    Mão-de-Obra Indireta 6.000
    Vendas 31.000
    Estoque Final de Produtos
    Acabados 16.160

    Não há Outros Estoques

    13. (ESAF) O total de Custos Indiretos da Empresa Rumo Certo Ltda, é
    de:
    a) Cr$ 14.400,00 b) Cr$ 14.000,00 c) Cr$ 6.400,00
    d) Cr$ 8.400,00

    gabá: A

    Dúvida: Nesse exercício a ESAF considerou a conta "Materiais Consumidos na Fábrica" como MATERIAIS INDIRETOS... se você não considerar dá a C.

    Alguém pode me explicar por que esse "Materiais Consumidos na Fábrica " é MI, por que eu aprendi que MI é decorrente de rateio, e quando eu CONSUMO NO PROCESSO DE FABRICAÇÃO deveria ser MDireto.... alguém pode me ajudar?


    abrços
  • ENGENHEIROTCU
    • 06/04/07
    • 367

    #2
    Re: Custos: Materiais indiretos

    Postado Originalmente por cassio_cunha Ver Post
    Veja o exercício da ESAF:

    Matérias-Primas Compradas 24.000
    Depreciação de Equipamentos de
    Produção 400
    Despesas de Entrega 400
    Depreciação de Equipamento de
    Entrega 200
    Despesas Financeiras 520
    Estoque Final de Matérias-Primas 10.000
    Mão-de-Obra Direta 12.000
    Materiais Consumidos na Fábrica 8.000
    Despesas Administrativas 3.600
    Despesas de Material de Escritório 480
    Mão-de-Obra Indireta 6.000
    Vendas 31.000
    Estoque Final de Produtos
    Acabados 16.160

    Não há Outros Estoques

    13. (ESAF) O total de Custos Indiretos da Empresa Rumo Certo Ltda, é
    de:
    a) Cr$ 14.400,00 b) Cr$ 14.000,00 c) Cr$ 6.400,00
    d) Cr$ 8.400,00

    gabá: A

    Dúvida: Nesse exercício a ESAF considerou a conta "Materiais Consumidos na Fábrica" como MATERIAIS INDIRETOS... se você não considerar dá a C.

    Alguém pode me explicar por que esse "Materiais Consumidos na Fábrica " é MI, por que eu aprendi que MI é decorrente de rateio, e quando eu CONSUMO NO PROCESSO DE FABRICAÇÃO deveria ser MDireto.... alguém pode me ajudar?


    abrços
    Vamos aos valores que compõem o custo indireto:

    Depreciação de Equipamentos de Produção................ 400

    Materiais Consumidos na Fábrica............................ 8.000


    Mão-de-Obra Indireta ..........................................6.000

    Total............................................. ..................14.400.

    Realmente, alguns materiais consumidos na fabricação podem ser considerados materiais indiretos, como a cola e o verniz, de acordo com Alexandre Lima, em contabilidade de custos, p. 22.

    Comentário

    • cassio_cunha
      • 03/05/10
      • 588

      #3
      Re: Custos: Materiais indiretos

      pois é, mas eu já vi essa conta "materias consumidos na fábrica" como Materiais diretos =I


      Muito obrigado pela ajuda! ;D


      saudações

      Comentário

      • Pri Baggio
        • 19/05/10
        • 889

        #4
        Re: Custos: Materiais indiretos

        Puxa, mas aí como se faz?

        Já vi vários casos onde a ESAF muda a classificação de algumas contas e, quando resolvemos a questãopela classificação mais comum, não encontramos alternativa de resposta. Aí devemos procurar resposta mudadndo a classificação de alguma conta.

        Nesse caso, a questão mereceria recurso?

        Comentário

        • Pri Baggio
          • 19/05/10
          • 889

          #5
          Re: Custos: Materiais indiretos

          Pois há alternativa para os dois entendimentos...

          Comentário

          • ENGENHEIROTCU
            • 06/04/07
            • 367

            #6
            Re: Custos: Materiais indiretos

            Postado Originalmente por Pri Baggio Ver Post
            Puxa, mas aí como se faz?

            Já vi vários casos onde a ESAF muda a classificação de algumas contas e, quando resolvemos a questãopela classificação mais comum, não encontramos alternativa de resposta. Aí devemos procurar resposta mudadndo a classificação de alguma conta.

            Nesse caso, a questão mereceria recurso?
            Seria bom a ajuda do mestre Kazuo.

            Atenção professor Kazuo, nos ajude nessa questão, por favor!

            grato.

            Comentário

            • Luciano Rosa
              • 13/12/06
              • 2967

              #7
              Re: Custos: Materiais indiretos

              Olá, colegas
              Segundo o Prof. Eliseu Martins, “Contabilidade de Custos”, 10ª edição, 2010, pg.49:

              “ Alguns custos têm características especiais. Por exemplo, vimos que parte dos Materiais de Consumo poderia ser apropriada diretamente, mas dada sua irrelevância, verificou-se não valer a pena esse trabalho; muitas vezes a relação “custo-benefício” é desfavorável para itens de pequena importância.
              (...)
              Cada vez que é necessário utilizar qualquer fator de rateio para a apropriação do cada vez que há uso de estimativa e não de medição direta, fica o custo incluído como indireto.
              Logo, o rol dos Custos Indiretos inclui Custos Indiretos propriamente ditos e Custos Diretos (por natureza), mas que são tratados como Indiretos em função de sua irrelevância ou por dificuldades de sua medição, ou até do interesse da empresa em ser mais ou menos rigorosa em suas informações.

              Pode-se inclusive dizer também que, entre os Indiretos, existem os menos Indiretos (quase diretos), como Material de Consumo, e os mais indiretos, como Supervisão de fábrica, Imposto Predial ou Corpo de Segurança.”

              ------------------xxx--------------

              Portanto, apesar das duas classificações serem possíveis, o mais usual, segundo o livro do Eliseu Martins, é que os Materiais de Consumo sejam tratados como Custos Indiretos.

              Portanto, a banca usou a classificação mais comum, que é o procedimento correto (quando a questão não fornece instruções específicas num assunto que admite duas interpretações, devemos usar a opção mais comum).

              Colegas, se restar alguma dúvida, voltem ao assunto.

              Um abraço

              Kazuo

              Comentário

              • Pri Baggio
                • 19/05/10
                • 889

                #8
                Re: Custos: Materiais indiretos

                Obrigada, Kazuo!!

                Comentário

                • ENGENHEIROTCU
                  • 06/04/07
                  • 367

                  #9
                  Re: Custos: Materiais indiretos

                  Postado Originalmente por Kazuo Ver Post
                  Olá, colegas
                  Segundo o Prof. Eliseu Martins, “Contabilidade de Custos”, 10ª edição, 2010, pg.49:

                  “ Alguns custos têm características especiais. Por exemplo, vimos que parte dos Materiais de Consumo poderia ser apropriada diretamente, mas dada sua irrelevância, verificou-se não valer a pena esse trabalho; muitas vezes a relação “custo-benefício” é desfavorável para itens de pequena importância.
                  (...)
                  Cada vez que é necessário utilizar qualquer fator de rateio para a apropriação do cada vez que há uso de estimativa e não de medição direta, fica o custo incluído como indireto.
                  Logo, o rol dos Custos Indiretos inclui Custos Indiretos propriamente ditos e Custos Diretos (por natureza), mas que são tratados como Indiretos em função de sua irrelevância ou por dificuldades de sua medição, ou até do interesse da empresa em ser mais ou menos rigorosa em suas informações.

                  Pode-se inclusive dizer também que, entre os Indiretos, existem os menos Indiretos (quase diretos), como Material de Consumo, e os mais indiretos, como Supervisão de fábrica, Imposto Predial ou Corpo de Segurança, que os Materiais de Consumo sejam tratados como Custos Indiretos.
                  .”

                  ------------------xxx--------------

                  Portanto, apesar das duas classificações serem possíveis, o mais usual, segundo o livro do Eliseu Martins, é que os Materiais de Consumo sejam tratados como Custos Indiretos.

                  Portanto, a banca usou a classificação mais comum, que é o procedimento correto (quando a questão não fornece instruções específicas num assunto que admite duas interpretações, devemos usar a opção mais comum).

                  Colegas, se restar alguma dúvida, voltem ao assunto.

                  Um abraço

                  Kazuo

                  Valeu prof. Kazuo, muito grato pela ajuda.

                  Então devemos entender assim: "quando a questão não fornece instruções específicas num assunto que admite duas interpretações, devemos usar a opção mais comum), ou seja, que os Materiais de Consumo sejam tratados como Custos Indiretos."
                  Última edição por ENGENHEIROTCU; http://www.forumconcurseiros.com/forum/member/140529-engenheirotcu às Fri, 04/03/11, 09:46 PM.

                  Comentário

                  • Luciano Rosa
                    • 13/12/06
                    • 2967

                    #10
                    Re: Custos: Materiais indiretos

                    Olá, ENGENHEIROTCU

                    Pois é. Deveria ser assim. Mas algumas bancas (como a ESAF) desenvolvem uma interpretação própria, que é só dela, e não adianta brigar. Portanto, temos que resolver questões anteriores, para ver se existe "entendimento" da banca.

                    SE não existir, aí usamos esse critério, ou seja, entre duas possíveis interpretações, usamos a mais comum.

                    Um abraço

                    Kazuo

                    Comentário

                    • cassio_cunha
                      • 03/05/10
                      • 588

                      #11
                      Re: Custos: Materiais indiretos

                      maluquice! =I


                      valeu Kazuo!!

                      Valeu pelo interesse pessoal!

                      Comentário


                      Aguarde...
                      X