Anúncio

Anúncio Module
Collapse
No announcement yet.

Mudança na classificação de duplicatas descontadas

Page Title Module
Mover Remover Collapse
X
Conversation Detail Module
Collapse
  • Filtrar
  • Hora
  • Mostrar
Limpar Tudo
new posts
  • Pri Baggio
    • 19/05/10
    • 889

    Mudança na classificação de duplicatas descontadas

    Pessoal, no site da Editora Ferreira, em "Toque de Mestre", O Ricardo Ferreira fala da mudança na classificação da conta Duplicatas Descontadas. Porém, ele não mencionou a norma que traz a alteração. Minhas dúvidas são:

    -Qual é essa norma?

    -Ela é posterior ou anterior ao edital do DF?

    Tentei descobrir e não consegui. Se alguém souber, por favor avise.

    Bons estudos a todos!
  • Nessa_2010
    • 11/03/10
    • 669

    #2
    Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

    Postado Originalmente por Pri Baggio Ver Post
    Pessoal, no site da Editora Ferreira, em "Toque de Mestre", O Ricardo Ferreira fala da mudança na classificação da conta Duplicatas Descontadas. Porém, ele não mencionou a norma que traz a alteração. Minhas dúvidas são:

    -Qual é essa norma?

    -Ela é posterior ou anterior ao edital do DF?

    Tentei descobrir e não consegui. Se alguém souber, por favor avise.

    Bons estudos a todos!
    Pri o uso de "encargos financeiros a transcorrer" tem sido comum mesmo nas bancas.. s não me engano na prova do MPU/CESPE para Perito contador caiu lançamento que englobava tal expressão (não me recordo direito.. rs)..

    Pode cair sim no DF..

    Inté..

    Bons estudos..

    Comentário

    • Rideel
      • 23/12/09
      • 535

      #3
      Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

      Postado Originalmente por Pri Baggio Ver Post
      Pessoal, no site da Editora Ferreira, em "Toque de Mestre", O Ricardo Ferreira fala da mudança na classificação da conta Duplicatas Descontadas. Porém, ele não mencionou a norma que traz a alteração. Minhas dúvidas são:

      -Qual é essa norma?

      -Ela é posterior ou anterior ao edital do DF?

      Tentei descobrir e não consegui. Se alguém souber, por favor avise.

      Bons estudos a todos!
      boa tarde!
      observe esse trecho da legislação (CPC 38 – Instrumentos Financeiros: Reconhecimento e Mensuração):
      "Quando a entidade vende, desconta ou transfere um ativo financeiro (venda ou desconto de carteira de recebíveis, por exemplo), só pode baixá-lo se transferir substancialmente todos os riscos e benefícios da propriedade do ativo financeiro e se não mantiver envolvimento continuado com ele. Caso contrário, a entidade deve manter os instrumentos financeiros no ativo e tratar o valor recebido como empréstimo. A essência da transação é que deve ser retratada contabilmente. Assim, as duplicatas descontadas (parcela recebida do desconto) são agora classificadas como passivo, sendo que a duplicata a receber continua a ser mantida no ativo até o seu efetivo recebimento."
      pra fechar, veja esse link:
      http://www.cvm.gov.br/port/infos/CPC...ues(final).pdf

      Comentário

      • fla294
        • 30/01/09
        • 339

        #4
        Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

        Postado Originalmente por Pri Baggio Ver Post
        Pessoal, no site da Editora Ferreira, em "Toque de Mestre", O Ricardo Ferreira fala da mudança na classificação da conta Duplicatas Descontadas. Porém, ele não mencionou a norma que traz a alteração. Minhas dúvidas são:

        -Qual é essa norma?

        -Ela é posterior ou anterior ao edital do DF?

        Tentei descobrir e não consegui. Se alguém souber, por favor avise.

        Bons estudos a todos!
        xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xx

        Olá, amigos!
        A convergência contábil às normas internacionais pode trazer algumas surpresas desagráveis em provas
        aos mais desavisados. Por isso, é preciso ficar atento às novas tendências de provas cujas bancas adotem
        as Normas Internacionais de Contabilidade. Apesar de já estarem em vigor, é provável que essas mudanças
        comecem a ter efeito nas provas com maior incidência a partir de 2011.
        Vejamos então um assunto que pode ser cobrado em provas já em conformidade com as normas
        internacionais: desconto de duplicatas.
        Na operação de desconto, o banco antecipa o valor de títulos de crédito (duplicatas, notas promissórias),
        pagando à empresa o valor atual (valor nominal do título menos o desconto). A empresa, entretanto, não
        promove a baixa do valor do documento, na conta Duplicatas a Receber, no ato da operação de desconto,
        porque se o título não for recebido do cliente, o banco poderá cobrá-lo de quem lhe efetuou o desconto.
        Muito embora se refiram ao período ainda a transcorrer até a data de vencimento do título de crédito, os juros
        do desconto são cobrados antecipadamente.
        Antes da convergência da Contabilidade brasileira aos padrões internacionais, a operação de desconto de
        duplicata a receber de cliente era registrada assim:
        D - Bancos Conta Movimento (↑ ativo)
        D - Juros a Vencer (↑ ativo)
        C - Duplicatas Descontadas (↓ ativo)
        No ato do desconto, a empresa registrava os juros da operação como despesa antecipada, no ativo, e os
        apropriava posteriormente ao resultado, de acordo com o prazo transcorrido. A conta Duplicatas
        Descontadas era classificada como retificadora do ativo. Retificava a conta Duplicatas a Receber.
        Todavia, com a aplicação das Normas Internacionais de Contabilidade, o critério que provavelmente deverá
        predominar no registro do desconto de duplicatas será este:
        D - Bancos Conta Movimento (↑ ativo)
        D - Encargos Financeiros a Transcorrer (↓ PE)
        C - Duplicatas Descontadas (↑ PE)
        Desse modo, a conta Duplicatas Descontadas passa a ser classificada no passivo exigível, sendo retificada
        pela conta Encargos Financeiros a Transcorrer. A justificativa para esse tratamento é que, como o desconto
        de duplicata não transfere para o banco o risco do não recebimento do título, trata-se, na essência, de um
        “empréstimo” bancário com duplicatas oferecidas em garantia.
        Lançamento de apropriação dos juros ao resultado:
        D - Despesa de Juros (↓ SL)
        C - Encargos Financeiros a Transcorrer (↑ PE)
        Quando o banco recebe a duplicata, é remetido um aviso do fato à empresa, que só então efetua a baixa na
        conta Duplicatas a Receber, mediante o seguinte lançamento:
        D - Duplicatas Descontadas (↓ PE)
        C - Duplicatas a Receber (↓ ativo)
        Nesse período de transição para as normas internacionais, é preciso ficar atento às duas formas de registro,
        pois ainda não se pode afirmar que critério cada banca adotará de imediato.
        Um forte abraço e muito sucesso.
        Ricardo Ferreira

        Comentário

        • Guest's Avatar
          Visitante

          #5
          Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

          Postado Originalmente por Nessa_2010 Ver Post
          Pri o uso de "encargos financeiros a transcorrer" tem sido comum mesmo nas bancas.. s não me engano na prova do MPU/CESPE para Perito contador caiu lançamento que englobava tal expressão (não me recordo direito.. rs)..

          Pode cair sim no DF..

          Inté..

          Bons estudos..
          Minha Amiga,
          Há quanto tempo! Bom vê-la em atividade no fórum. Estudando bastante?

          Comentário

          • Beraca
            • 11/06/07
            • 622

            #6
            Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

            ......

            Comentário

            • Guest's Avatar
              Visitante

              #7
              Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

              Postado Originalmente por NICA Ver Post
              ......
              ?????

              Comentário

              • Nessa_2010
                • 11/03/10
                • 669

                #8
                Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                Postado Originalmente por RobertoBezerra Ver Post
                Minha Amiga,
                Há quanto tempo! Bom vê-la em atividade no fórum. Estudando bastante?
                Oi Roberto (carioca da gema.. rs), como vai?? Os estudos estão começando a melhorar e os seus?? E as suas 3 mulheres como estão?? rs..

                E como foi no ISSRJ na discursiva?? Sai que dia o resultado?? Vai fazer Sefaz-DF tb e/ou CVM/PREVIC?? pq pelo que sei vc não pretende sair do RJ..
                rs..

                Boa semana..

                Bj
                Última edição por Nessa_2010; http://www.forumconcurseiros.com/forum/member/170269-nessa_2010 às Mon, 22/11/10, 07:49 AM.

                Comentário

                • Guest's Avatar
                  Visitante

                  #9
                  Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                  Postado Originalmente por Nessa_2010 Ver Post
                  Oi Roberto (carioca da gema.. rs), como vai?? Os estudos estão começando a melhorar e os seus?? E as suas 3 mulheres como estão?? rs..

                  E como foi no ISSRJ na discursiva?? Sai que dia o resultado?? Vai fazer Sefaz-DF tb e/ou CVM/PREVIC?? pq pelo que sei vc não pretende sair do RJ..
                  rs..

                  Boa semana..

                  Bj
                  Minhas mulheres estão ótimas! A cada dia mais lindas!
                  Eu não sei como fui na discursiva. Só vendo o resultado mesmo pra saber. Vou fazer CVM. SEFAZ-DF não pretendo fazer, pois não penso em sair do RJ.
                  Vc vai fazer, né?

                  Comentário

                  • Nessa_2010
                    • 11/03/10
                    • 669

                    #10
                    Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                    Postado Originalmente por RobertoBezerra Ver Post
                    Minhas mulheres estão ótimas! A cada dia mais lindas!
                    Eu não sei como fui na discursiva. Só vendo o resultado mesmo pra saber. Vou fazer CVM. SEFAZ-DF não pretendo fazer, pois não penso em sair do RJ.
                    Vc vai fazer, né?
                    Vou sim Roberto.. DF fica pertinho de casa né.. rs.. já morei lá e acho uma cidade boa..

                    Espero que vc seja aprovado no ISSRJ.. quando sair o resultado me avisa.. rs

                    Comentário

                    • CLabaiana
                      • 16/08/09
                      • 17

                      #11
                      Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                      fla294, muito boa sua explicação!! Valeu!!

                      Comentário

                      • Pertinácia
                        • 02/03/10
                        • 92

                        #12
                        Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                        Da forma antiga esse exemplo ficaria assim:

                        HFL Ltda desconta um lote de dupli-
                        catas no valor de R$ 8.000,00 com a
                        finalidade de incrementar seu capital
                        de giro. O banco responsável pela
                        operação de desconto cobra juros de
                        5% sobre o valor nominal dos títulos
                        descontados, bem como encargos
                        bancários no total de R$ 300,00.

                        i) Pelo desconto via borderô de duplicatas:

                        D – Banco R$ 7.300,00
                        D – Despesas bancárias R$ 300,00
                        D – Juros a vencer R$ 400,00
                        C – Duplicatas descontadas R$ 8.000,00

                        ii) Pelo recebimento, no vencimento, de dupli-
                        catas do borderô:

                        D – Duplicatas descontadas
                        C – Duplicatas a receber R$ 3.000,00

                        iii) Pelo não recebimento em tempo legal de
                        duplicatas do borderô, ora devolvidas pelo
                        banco:

                        D – Duplicatas descontadas
                        C – Banco R$ 1.000,00

                        iv) Pela apropriação proporcional dos juros da
                        operação de desconto, por ocasião do encer-
                        ramento do exercício:

                        D – Despesas de juros
                        C – Juros a vencer R$ 200,00

                        (http://www.editoraferreira.com.br/pu...rto_lucena.pdf)

                        Passando para a forma nova, como ficaria?

                        Comentário

                        • Carla Levon
                          • 17/03/11
                          • 34

                          #13
                          Re: Mudança na classificação de duplicatas descontadas

                          Pertinácia:no exemplo que vc referiu:
                          "HFL Ltda desconta um lote de duplicatas no valor de R$ 8.000,00 com a finalidade de incrementar seu capital de giro. O banco responsável pela operação de desconto cobra juros de 5% sobre o valor nominal dos títulos descontados, bem como encargos bancários no total de R$ 300,00."

                          Considerando o CPC 38 - Instrumentos Financeiros:
                          o enunciado da questão deverá informar um dado adicional que determinará como esse desconto será contabilizado:
                          deve ser informado se o "risco" da duplicata fica com a empresa ou com o banco.
                          1º Caso: o risco fica com o banco: o banco não tem o direito de regresso, isto é, se o cliente não pagar a duplicata, a empresa não tem mais nada a ver com isso e o banco assume esse risco.
                          Esse é o caso mais fácil e fica assim:

                          i) Pelo desconto via borderô de duplicatas:
                          D - Banco (Ativo) 7.300,00
                          D - Despesa Financeira (Resultado) 700,00
                          C - Clientes (ou Duplicatas a Receber) (Ativo) 8.000,00

                          Esta contabilização segue a orientação do CPC 38: “Desreconheça o ativo” (=baixe o ativo) e lance no resultado, imediatamente, o valor total da despesa financeira.
                          E pronto.

                          2º Caso (mais comum):
                          O banco tem direito ao regresso.
                          Ou seja: o banco não arcará com a perda em caso de inadimplência, e será ressarcido pela empresa, pois ela reteve o risco de crédito.
                          Será considerado como um empréstimo e a contabilização inicial será pelo CUSTO AMORTIZADO (definido no CPC 38)
                          Significa que: o valor de empréstimo inicial é o valor líquido que foi disponibilizado pelo banco e os juros vão sendo apropriados mês a mês, como segue:

                          i) Pelo desconto via borderô de duplicatas:
                          D - Bancos Conta Movimento (Ativo) 7.300,00
                          D - Encargos Financeiros a Transcorrer (retificadora de Passivo) 700,00
                          C - Duplicatas Descontadas ou Empréstimos (Passivo) 8.000,00

                          ii) Pela apropriação mês a mês dos encargos do empréstimo
                          Para essa apropriação, a questão deverá informar o percentual da TIR (taxa de desconto referida no CPC 38), e não a taxa nominal de juros (que não é real); para este exercicio (em que não foi fornecido o percentual da TIR) calculei-o no excel (é uma fórmula fácil, mais abaixo eu mostro como); para isso precisei supor que o vencimento da duplicata é em 3 meses; provavelmente na prova eles vão fornecer esse percentual de desconto, porque o cálculo da TIR SEM USAR excel ou HP é trabalhoso.

                          A contabilização dos juros mês a mês fica:
                          D - Despesa de Financeiras (Resultado)
                          C - Encargos Financeiros a Transcorrer (retificadora de Passivo)

                          Valores apropriados: 226,25 (mes1) + 233,26 (mes2) + 240,49 (mes3) = 700,00
                          (pra esses valores fecharem certinho com o valor original da duplicata, no regime de juros compostos, tem que usar a TIR; com a taxa nominal não fecha). A TIR neste exercício é de 3,10%: aplica sobre 7.300 e vai capitalizando os juros, até o montante somar 8.000.

                          ii) Pelo recebimento, no vencimento, de duplicatas do borderô:

                          D – Duplicatas descontadas ou Empréstimos (Passivo)
                          C – Duplicatas a receber (Ativo Circulante) 8.000,00

                          Detalhamento do cálculo da TIR no Excel e dos juros:
                          Digitar nas colunas A e B:
                          Coluna A:
                          meses
                          JUN
                          JUL
                          AGO
                          SET

                          Coluna B:
                          valores
                          7.300 // ref. a: mês que recebeu o empréstimo; pelo valor recebido;
                          0,00 // ref. a: 1º mês que transcorre juros (sem pagamento efetivo)
                          0,00 // ref. a: 2º mês que transcorre juros (sem pagamento efetivo)
                          (8.000,00) // ref. a: 3º mês de juros e pgto ao banco: principal + juros

                          TIR fórmula a ser digitada: =TIR(B2:B5)

                          Aplicar essa taxa encontrada (3,10%) no valor do principal (7.300) e ir capitalizando, mês a mês, até 8.000:

                          PRINCIPAL // JUROS //TOTAL
                          7.300,00 // 226,25 //7.526,25
                          7.526,25 // 233,26 //7.759,51
                          7.759,51 // 240,49 //8.000,00


                          soma da coluna juros: = 700,00

                          Comentário


                          Aguarde...
                          X