Announcement

Collapse
No announcement yet.

[Sefaz CE] SIMULADO - ORÇAMENTO PÚBLICO

Collapse
X
  • Filter
  • Hora
  • Mostrar
Limpar tudo
new posts
  • AUFE
    • 27/11/06
    • 15

    [Sefaz CE] SIMULADO - ORÇAMENTO PÚBLICO

    Simulado Orçamento Público - Gabarito Segunda-feira.

    1) O processo de planejamento é desenvolvido em níveis que integram e sincronizam os planos. O conjunto de critérios de ação e de decisão que deve disciplinar e orientar os diversos aspectos envolvidos no processo de planejamento é denominado:
    a) Metas.
    b) Diretriz
    c) Programa.
    d) Objetivo.
    e) Sub-função.

    2) Assinale a única opção que é pertinente ao orçamento tradicional, e não ao orçamento-programa:
    a) Os principais critérios classificatórios são unidades administrativas e elementos.
    b) Na elaboração do orçamento, são considerados todos os custos dos programas, inclusive os que extrapolam o exercício.
    c) A estrutura do orçamento está voltada para os aspectos administrativos e de planejamento.
    d) A alocação de recursos visa à consecução de objetivos e metas.
    e) Existe utilização sistemática de indicadores e padrões de medição do trabalho e dos resultados.

    3) Na forma constitucional, a elaboração da LOA será orientada pela:
    a) Unidade, clareza e anualidade.
    b) Programação, universalidade e clareza.
    c) Planejamento, programação e controle.
    d) Unidade, universalidade e anualidade.
    e) Participação, clareza e unidade.

    4) Os recursos que ficarem sem despesas correspondentes:
    a) Não poderão ser utilizados.
    b) Não poderão ser utilizados no mesmo exercício.
    c) Poderão ser utilizados, mediante lei, no exercício seguinte.
    d) Poderão ser utilizados mediante autorização legal.
    e) Poderão ser utilizados independentes de autorização legal.

    5) Como conjunto de normas legais que disciplinam as finanças do Estado, o Direito Financeiro é compreensivo de toda a regulamentação sobre as seguintes atividades, exceto:
    a) Receitas e despesas.
    b) Processo trabalhista.
    c) Orçamentos.
    d) Processo fiscal.
    e) Créditos.

    6) A repartição da Administração Direta a qual o Orçamento não consigna diretamente crédito, necessitando, portanto, de provisão de crédito para executar programas de trabalho a seu cargo é:
    a) Unidade Administrativa (UA).
    b) Unidade Gestora (UG).
    c) Unidade Gestora Responsável (UGR).
    d) Unidade Gestora Executiva (UGE).
    e) Unidade Responsável (UR).

    7) O orçamento pode apresentar, durante sua execução, falhas de planejamento por erros de diagnóstico ou de elaboração. Para corrigir essas falhas, são previstos mecanismos retificadores do orçamento denominados créditos:
    a) Especiais.
    b) Suplementares.
    c) Adicionais.
    d) Extraordinários.
    e) Ordinários.

    8) Caracteriza receita efetiva:
    a) Empréstimo tomado a ser pago em período subseqüente.
    b) Anulação de despesa de pessoal administrativo em exercício subseqüente.
    c) Alienação de valores.
    d) Recebimento de créditos.
    e) Alienação de bens.

    9) O despacho exarado por autoridade competente, determinando que a despesa seja paga, recebe o nome de:
    a) Expediente do dia.
    b) Despacho vinculado.
    c) Comando de pagamento.
    d) Ordem de pagamento ou bancária (OB).
    e) Nota de empenho.

    10) A soma do excesso de arrecadação que constou do balanço orçamentário do exercício foi de 50, incluindo excessos às operações de crédito autorizadas para créditos adicionais especiais, no valor de 10 e 10 de fundo especial aplicado nas respectivas despesas do exercício. No exercício também foi aberto um crédito extraordinário no valor de 10. Assim, o excesso de arrecadação que poderia ter sido usado nesse exercício é de:
    a) 10.
    b) 20.
    c) 30.
    d) 40.
    e) 50.

    11) O governo quer lançar um novo programa, que vai depender da aprovação de um crédito especial. Ao encaminhar mensagem ao Legislativo, informa que:
    - Há R$ 6,00 de excesso de arrecadação e R$ 5,00 de economia de despesa (saldo orçamentário);
    - O ativo financeiro do Balanço Patrimonial do exercício anterior era de R$ 7,00, sendo o disponível de R$ 3,00 e o passivo financeiro de R$ 6,00;
    - No presente exercício, já foi aberto um crédito especial de R$ 4,00, mediante autorização para cancelamento de dotações inicialmente fixadas, e foi reaberto um crédito especial de R$ 5,00, autorizado em setembro do exercício anterior.
    O limite disponível para solicitação de novo crédito especial é de:
    a) 3,00.
    b) 2,00.
    c) 4,00.
    d) 7,00.
    e) 5,00.

    12) Pretende-se solicitar abertura de crédito especial. Para tanto, verificou-se o seguinte:
    - De uma receita prevista, até o mês, de 120, já tinha sido arrecadada 170, mas estimou-se que, no restante do exercício, deixariam de ser arrecadados 10;
    - Já havia sido aberto um crédito extraordinário de 5;
    - O Balanço Patrimonial do exercício anterior apresenta 10 no disponível e 20 como superávit financeiro;
    - Está sendo reaberto um crédito especial de 15, autorizado em setembro do exercício anterior;
    - Obteve-se um empréstimo de 25 para fazer face às novas despesas;
    - 15, em dotações não mais utilizáveis, serão anulados.
    Calcule o valor que estará disponível para a abertura do crédito especial:
    a) 70.
    b) 60.
    c) 80.
    d) 90.
    e) 65.
  • ppmotar
    • 25/11/06
    • 34

    #2
    Bacana

    1) C
    2) A
    3) D
    4) D
    5) B
    6) A
    7) C
    8) D
    9) D
    10) C
    11) A
    12) C

    Comentário

    • AUFE
      • 27/11/06
      • 15

      #3
      Originally posted by ppmotar
      Bacana

      1) C
      2) A
      3) D
      4) D
      5) B
      6) A
      7) C
      8) D
      9) D
      10) C
      11) A
      12) C
      Foi feito com muito carinho, com questões abrangendo quase todo o programa para Analista e em nível da ESAF.

      Abs.

      Comentário

      • AUFE
        • 27/11/06
        • 15

        #4
        Originally posted by ppmotar
        Bacana

        1) C
        2) A
        3) D
        4) D
        5) B
        6) A
        7) C
        8) D
        9) D
        10) C
        11) A
        12) C
        GABARITO:
        1) B
        2) A
        3) D
        4) D
        5) B
        6) A
        7) C
        8) B
        9) D
        10) B
        11) B
        12) C

        Meus parabéns ppmotar, se vc não tivesse errado as duas de cálculos (10 e 11ª) teria tido um ótimo desempenho (83,33%), isso mostra como vc tá bem nessa matéria.

        Comentário

        • AUFE
          • 27/11/06
          • 15

          #5
          Re: SIMULADO - ORÇAMENTO PÚBLICO - GABARITO OK

          Originally posted by AUFE
          Simulado Orçamento Público - Gabarito Segunda-feira.

          1) O processo de planejamento é desenvolvido em níveis que integram e sincronizam os planos. O conjunto de critérios de ação e de decisão que deve disciplinar e orientar os diversos aspectos envolvidos no processo de planejamento é denominado:
          a) Metas.
          b) Diretriz
          c) Programa.
          d) Objetivo.
          e) Sub-função.

          2) Assinale a única opção que é pertinente ao orçamento tradicional, e não ao orçamento-programa:
          a) Os principais critérios classificatórios são unidades administrativas e elementos.
          b) Na elaboração do orçamento, são considerados todos os custos dos programas, inclusive os que extrapolam o exercício.
          c) A estrutura do orçamento está voltada para os aspectos administrativos e de planejamento.
          d) A alocação de recursos visa à consecução de objetivos e metas.
          e) Existe utilização sistemática de indicadores e padrões de medição do trabalho e dos resultados.

          3) Na forma constitucional, a elaboração da LOA será orientada pela:
          a) Unidade, clareza e anualidade.
          b) Programação, universalidade e clareza.
          c) Planejamento, programação e controle.
          d) Unidade, universalidade e anualidade.
          e) Participação, clareza e unidade.

          4) Os recursos que ficarem sem despesas correspondentes:
          a) Não poderão ser utilizados.
          b) Não poderão ser utilizados no mesmo exercício.
          c) Poderão ser utilizados, mediante lei, no exercício seguinte.
          d) Poderão ser utilizados mediante autorização legal.
          e) Poderão ser utilizados independentes de autorização legal.

          5) Como conjunto de normas legais que disciplinam as finanças do Estado, o Direito Financeiro é compreensivo de toda a regulamentação sobre as seguintes atividades, exceto:
          a) Receitas e despesas.
          b) Processo trabalhista.
          c) Orçamentos.
          d) Processo fiscal.
          e) Créditos.

          6) A repartição da Administração Direta a qual o Orçamento não consigna diretamente crédito, necessitando, portanto, de provisão de crédito para executar programas de trabalho a seu cargo é:
          a) Unidade Administrativa (UA).
          b) Unidade Gestora (UG).
          c) Unidade Gestora Responsável (UGR).
          d) Unidade Gestora Executiva (UGE).
          e) Unidade Responsável (UR).

          7) O orçamento pode apresentar, durante sua execução, falhas de planejamento por erros de diagnóstico ou de elaboração. Para corrigir essas falhas, são previstos mecanismos retificadores do orçamento denominados créditos:
          a) Especiais.
          b) Suplementares.
          c) Adicionais.
          d) Extraordinários.
          e) Ordinários.

          8) Caracteriza receita efetiva:
          a) Empréstimo tomado a ser pago em período subseqüente.
          b) Anulação de despesa de pessoal administrativo em exercício subseqüente.
          c) Alienação de valores.
          d) Recebimento de créditos.
          e) Alienação de bens.

          9) O despacho exarado por autoridade competente, determinando que a despesa seja paga, recebe o nome de:
          a) Expediente do dia.
          b) Despacho vinculado.
          c) Comando de pagamento.
          d) Ordem de pagamento ou bancária (OB).
          e) Nota de empenho.

          10) A soma do excesso de arrecadação que constou do balanço orçamentário do exercício foi de 50, incluindo excessos às operações de crédito autorizadas para créditos adicionais especiais, no valor de 10 e 10 de fundo especial aplicado nas respectivas despesas do exercício. No exercício também foi aberto um crédito extraordinário no valor de 10. Assim, o excesso de arrecadação que poderia ter sido usado nesse exercício é de:
          a) 10.
          b) 20.
          c) 30.
          d) 40.
          e) 50.

          11) O governo quer lançar um novo programa, que vai depender da aprovação de um crédito especial. Ao encaminhar mensagem ao Legislativo, informa que:
          - Há R$ 6,00 de excesso de arrecadação e R$ 5,00 de economia de despesa (saldo orçamentário);
          - O ativo financeiro do Balanço Patrimonial do exercício anterior era de R$ 7,00, sendo o disponível de R$ 3,00 e o passivo financeiro de R$ 6,00;
          - No presente exercício, já foi aberto um crédito especial de R$ 4,00, mediante autorização para cancelamento de dotações inicialmente fixadas, e foi reaberto um crédito especial de R$ 5,00, autorizado em setembro do exercício anterior.
          O limite disponível para solicitação de novo crédito especial é de:
          a) 3,00.
          b) 2,00.
          c) 4,00.
          d) 7,00.
          e) 5,00.

          12) Pretende-se solicitar abertura de crédito especial. Para tanto, verificou-se o seguinte:
          - De uma receita prevista, até o mês, de 120, já tinha sido arrecadada 170, mas estimou-se que, no restante do exercício, deixariam de ser arrecadados 10;
          - Já havia sido aberto um crédito extraordinário de 5;
          - O Balanço Patrimonial do exercício anterior apresenta 10 no disponível e 20 como superávit financeiro;
          - Está sendo reaberto um crédito especial de 15, autorizado em setembro do exercício anterior;
          - Obteve-se um empréstimo de 25 para fazer face às novas despesas;
          - 15, em dotações não mais utilizáveis, serão anulados.
          Calcule o valor que estará disponível para a abertura do crédito especial:
          a) 70.
          b) 60.
          c) 80.
          d) 90.
          e) 65.

          Comentário

          • ppmotar
            • 25/11/06
            • 34

            #6
            Caro AUFE,

            dá pra resolver essas de cálculo?

            abs

            Comentário

            • JFS
              JFS
              • 26/11/06
              • 188

              #7
              Originally posted by ppmotar
              Caro AUFE,

              dá pra resolver essas de cálculo?

              abs
              xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
              ppmotar, segue as 03(três) questões e comentários! Atente que discordo do gabarito nas questões 10 e 11, agora, a 12, concordo.

              10) A soma do excesso de arrecadação que constou do balanço orçamentário do exercício foi de 50, incluindo excessos às operações de crédito autorizadas para créditos adicionais especiais, no valor de 10 e 10 de fundo especial aplicado nas respectivas despesas do exercício. No exercício também foi aberto um crédito extraordinário no valor de 10. Assim, o excesso de arrecadação que poderia ter sido usado nesse exercício é de:
              a) 10.
              b) 20.
              c) 30.
              d) 40.
              e) 50.

              Comentários: O excesso de arrecadação possui fórmula no art. 43, parágrafo 3º e 4º, Lei 4.320/64:
              "§ 3º Entende-se por excesso de arrecadação, para os fins deste artigo, o saldo positivo das diferenças acumuladas mês a mês entre a arrecadação prevista e a realizada, considerando-se, ainda, a tendência do exercício.
              § 4° Para o fim de apurar os recursos utilizáveis, provenientes de excesso de arrecadação, deduzir-se-a a importância dos créditos extraordinários abertos no exercício".
              Dessa forma, ppmotar, a questão já oferece o excesso de arrecadação de 50 e conforme parágrafo 4º acima, devemos retirar apenas os créditos adicionais extraordinários, isso porque estão fora da previsão adotada. Assim, entendo que a resposta é 50 - 10 = 40, item 'D'.


              11) O governo quer lançar um novo programa, que vai depender da aprovação de um crédito especial. Ao encaminhar mensagem ao Legislativo, informa que:
              - Há R$ 6,00 de excesso de arrecadação e R$ 5,00 de economia de despesa (saldo orçamentário);
              - O ativo financeiro do Balanço Patrimonial do exercício anterior era de R$ 7,00, sendo o disponível de R$ 3,00 e o passivo financeiro de R$ 6,00;
              - No presente exercício, já foi aberto um crédito especial de R$ 4,00, mediante autorização para cancelamento de dotações inicialmente fixadas, e foi reaberto um crédito especial de R$ 5,00, autorizado em setembro do exercício anterior.
              O limite disponível para solicitação de novo crédito especial é de:
              a) 3,00.
              b) 2,00.
              c) 4,00.
              d) 7,00.
              e) 5,00.

              Comentários: Para abertura de créditos adicionais é necessário recursos disponíveis e advêm de 04 origens, quais sejam: superávit financeiro, excesso de arrecadação do exercício anterior, operações de crédito e anulação de dotação orçamentária ou de créditos adicionais concedidos anteriormente. Temos então, 6 + 5 = 11 (excesso de arrecadação e economia de despesa). Também, superávit financeiro (7 -6 = 1, somente vale do exercício anterior). Logo, 11 + 1 = 12.
              Devemos retirar os créditos adicionais reabertos e autorizados no exercício anterior que no caso foi 5, logo, 12 - 5 = 7. Item 'D'.

              12) Pretende-se solicitar abertura de crédito especial. Para tanto, verificou-se o seguinte:
              - De uma receita prevista, até o mês, de 120, já tinha sido arrecadada 170, mas estimou-se que, no restante do exercício, deixariam de ser arrecadados 10;
              - Já havia sido aberto um crédito extraordinário de 5;
              - O Balanço Patrimonial do exercício anterior apresenta 10 no disponível e 20 como superávit financeiro;
              - Está sendo reaberto um crédito especial de 15, autorizado em setembro do exercício anterior;
              - Obteve-se um empréstimo de 25 para fazer face às novas despesas;
              - 15, em dotações não mais utilizáveis, serão anulados.
              Calcule o valor que estará disponível para a abertura do crédito especial:
              a) 70.
              b) 60.
              c) 80.
              d) 90.
              e) 65.

              Comentários: Adições: empréstimos (25); anulação de dotação (15); Superávit financeiro (20); Excesso de arrecadação (40).
              Subtração: Reabertura de crédito adicional (15); Crédito Extraordinário (5), logo, 100 - 20 = 80. Item 'C'.
              Ver art. 43, lei 4.320/64.


              Abs

              Comentário


              • #8
                Re: SIMULADO - ORÇAMENTO PÚBLICO

                Originally posted by AUFE
                Simulado Orçamento Público - Gabarito Segunda-feira.

                1) O processo de planejamento é desenvolvido em níveis que integram e sincronizam os planos. O conjunto de critérios de ação e de decisão que deve disciplinar e orientar os diversos aspectos envolvidos no processo de planejamento é denominado:
                a) Metas.
                b) Diretriz
                c) Programa.
                d) Objetivo.
                e) Sub-função.

                2) Assinale a única opção que é pertinente ao orçamento tradicional, e não ao orçamento-programa:
                a) Os principais critérios classificatórios são unidades administrativas e elementos.
                b) Na elaboração do orçamento, são considerados todos os custos dos programas, inclusive os que extrapolam o exercício.
                c) A estrutura do orçamento está voltada para os aspectos administrativos e de planejamento.
                d) A alocação de recursos visa à consecução de objetivos e metas.
                e) Existe utilização sistemática de indicadores e padrões de medição do trabalho e dos resultados.

                3) Na forma constitucional, a elaboração da LOA será orientada pela:
                a) Unidade, clareza e anualidade.
                b) Programação, universalidade e clareza.
                c) Planejamento, programação e controle.
                d) Unidade, universalidade e anualidade.
                e) Participação, clareza e unidade.

                4) Os recursos que ficarem sem despesas correspondentes:
                a) Não poderão ser utilizados.
                b) Não poderão ser utilizados no mesmo exercício.
                c) Poderão ser utilizados, mediante lei, no exercício seguinte.
                d) Poderão ser utilizados mediante autorização legal.
                e) Poderão ser utilizados independentes de autorização legal.

                5) Como conjunto de normas legais que disciplinam as finanças do Estado, o Direito Financeiro é compreensivo de toda a regulamentação sobre as seguintes atividades, exceto:
                a) Receitas e despesas.
                b) Processo trabalhista.
                c) Orçamentos.
                d) Processo fiscal.
                e) Créditos.

                6) A repartição da Administração Direta a qual o Orçamento não consigna diretamente crédito, necessitando, portanto, de provisão de crédito para executar programas de trabalho a seu cargo é:
                a) Unidade Administrativa (UA).
                b) Unidade Gestora (UG).
                c) Unidade Gestora Responsável (UGR).
                d) Unidade Gestora Executiva (UGE).
                e) Unidade Responsável (UR).

                7) O orçamento pode apresentar, durante sua execução, falhas de planejamento por erros de diagnóstico ou de elaboração. Para corrigir essas falhas, são previstos mecanismos retificadores do orçamento denominados créditos:
                a) Especiais.
                b) Suplementares.
                c) Adicionais.
                d) Extraordinários.
                e) Ordinários.

                8) Caracteriza receita efetiva:
                a) Empréstimo tomado a ser pago em período subseqüente.
                b) Anulação de despesa de pessoal administrativo em exercício subseqüente.
                c) Alienação de valores.
                d) Recebimento de créditos.
                e) Alienação de bens.

                9) O despacho exarado por autoridade competente, determinando que a despesa seja paga, recebe o nome de:
                a) Expediente do dia.
                b) Despacho vinculado.
                c) Comando de pagamento.
                d) Ordem de pagamento ou bancária (OB).
                e) Nota de empenho.

                10) A soma do excesso de arrecadação que constou do balanço orçamentário do exercício foi de 50, incluindo excessos às operações de crédito autorizadas para créditos adicionais especiais, no valor de 10 e 10 de fundo especial aplicado nas respectivas despesas do exercício. No exercício também foi aberto um crédito extraordinário no valor de 10. Assim, o excesso de arrecadação que poderia ter sido usado nesse exercício é de:
                a) 10.
                b) 20.
                c) 30.
                d) 40.
                e) 50.

                11) O governo quer lançar um novo programa, que vai depender da aprovação de um crédito especial. Ao encaminhar mensagem ao Legislativo, informa que:
                - Há R$ 6,00 de excesso de arrecadação e R$ 5,00 de economia de despesa (saldo orçamentário);
                - O ativo financeiro do Balanço Patrimonial do exercício anterior era de R$ 7,00, sendo o disponível de R$ 3,00 e o passivo financeiro de R$ 6,00;
                - No presente exercício, já foi aberto um crédito especial de R$ 4,00, mediante autorização para cancelamento de dotações inicialmente fixadas, e foi reaberto um crédito especial de R$ 5,00, autorizado em setembro do exercício anterior.
                O limite disponível para solicitação de novo crédito especial é de:
                a) 3,00.
                b) 2,00.
                c) 4,00.
                d) 7,00.
                e) 5,00.

                12) Pretende-se solicitar abertura de crédito especial. Para tanto, verificou-se o seguinte:
                - De uma receita prevista, até o mês, de 120, já tinha sido arrecadada 170, mas estimou-se que, no restante do exercício, deixariam de ser arrecadados 10;
                - Já havia sido aberto um crédito extraordinário de 5;
                - O Balanço Patrimonial do exercício anterior apresenta 10 no disponível e 20 como superávit financeiro;
                - Está sendo reaberto um crédito especial de 15, autorizado em setembro do exercício anterior;
                - Obteve-se um empréstimo de 25 para fazer face às novas despesas;
                - 15, em dotações não mais utilizáveis, serão anulados.
                Calcule o valor que estará disponível para a abertura do crédito especial:
                a) 70.
                b) 60.
                c) 80.
                d) 90.
                e) 65.



















                Na prova do TCM/CE(realizada domingo) há questões que servem como simulado.
                http://www.concursosfcc.com.br/concurso ... po-001.pdf

                Comentário

                • AUFE
                  • 27/11/06
                  • 15

                  #9
                  Originally posted by ppmotar
                  Caro AUFE,

                  dá pra resolver essas de cálculo?

                  abs
                  Nobre PP

                  Segue as questões com adendos discordantes aos comentários da análise feita pelo JFS das questões 10 e 11:

                  10) A soma do excesso de arrecadação que constou do balanço orçamentário do exercício foi de 50, incluindo excessos às operações de crédito autorizadas para créditos adicionais especiais, no valor de 10 e 10 de fundo especial aplicado nas respectivas despesas do exercício. No exercício também foi aberto um crédito extraordinário no valor de 10. Assim, o excesso de arrecadação que poderia ter sido usado nesse exercício é de:
                  a) 10.
                  b) 20.
                  c) 30.
                  d) 40.
                  e) 50.

                  Comentários: O excesso de arrecadação possui fórmula no art. 43, parágrafo 3º e 4º, Lei 4.320/64:
                  "§ 3º Entende-se por excesso de arrecadação, para os fins deste artigo, o saldo positivo das diferenças acumuladas mês a mês entre a arrecadação prevista e a realizada, considerando-se, ainda, a tendência do exercício.
                  § 4° Para o fim de apurar os recursos utilizáveis, provenientes de excesso de arrecadação, deduzir-se-a a importância dos créditos extraordinários abertos no exercício".
                  Dessa forma, ppmotar, a questão já oferece o excesso de arrecadação de 50 e conforme parágrafo 4º acima, devemos retirar apenas os créditos adicionais extraordinários, isso porque estão fora da previsão adotada. Assim, entendo que a resposta é 50 - 10 = 40, item 'D'.

                  Para a presente questão apresento o seguinte opinamento, consoante meus modestos conhecimentos e o gabarito da questão constante do Livro do Sergio Jund:
                  Os créditos extraordinários são deduzidos do excesso de arrecadação para fins de apuração do saldo disponível para abertura de novos créditos, porque são criados sem prévia dotação orçamentária. Da mesma forma devem ser deduzidos:
                  - o valor das operações de créditos superior ao seu respectivo crédito autorizador, ou seja, o saldo que não tinha autorização prévia;
                  - o fundo especial cuja criação deve ter, visto que "a aplicação das receitas orçamentárias vinculadas a fundos especiais far-se-á através de dotação consignada na Lei de Orçamento ou em créditos adicionais." (art. 72).
                  É o parecer, smj.




                  11) O governo quer lançar um novo programa, que vai depender da aprovação de um crédito especial. Ao encaminhar mensagem ao Legislativo, informa que:
                  - Há R$ 6,00 de excesso de arrecadação e R$ 5,00 de economia de despesa (saldo orçamentário);
                  - O ativo financeiro do Balanço Patrimonial do exercício anterior era de R$ 7,00, sendo o disponível de R$ 3,00 e o passivo financeiro de R$ 6,00;
                  - No presente exercício, já foi aberto um crédito especial de R$ 4,00, mediante autorização para cancelamento de dotações inicialmente fixadas, e foi reaberto um crédito especial de R$ 5,00, autorizado em setembro do exercício anterior.
                  O limite disponível para solicitação de novo crédito especial é de:
                  a) 3,00.
                  b) 2,00.
                  c) 4,00.
                  d) 7,00.
                  e) 5,00.

                  Comentários: Para abertura de créditos adicionais é necessário recursos disponíveis e advêm de 04 origens, quais sejam: superávit financeiro, excesso de arrecadação do exercício anterior, operações de crédito e anulação de dotação orçamentária ou de créditos adicionais concedidos anteriormente. Temos então, 6 + 5 = 11 (excesso de arrecadação e economia de despesa). Também, superávit financeiro (7 -6 = 1, somente vale do exercício anterior). Logo, 11 + 1 = 12.
                  Devemos retirar os créditos adicionais reabertos e autorizados no exercício anterior que no caso foi 5, logo, 12 - 5 = 7. Item 'D'.

                  A economia orçamentária, diferença entre a despesa fixada (autorizada) e a realizada, não é considerada fonte para abertura de créditos adicionais.

                  12) Pretende-se solicitar abertura de crédito especial. Para tanto, verificou-se o seguinte:
                  - De uma receita prevista, até o mês, de 120, já tinha sido arrecadada 170, mas estimou-se que, no restante do exercício, deixariam de ser arrecadados 10;
                  - Já havia sido aberto um crédito extraordinário de 5;
                  - O Balanço Patrimonial do exercício anterior apresenta 10 no disponível e 20 como superávit financeiro;
                  - Está sendo reaberto um crédito especial de 15, autorizado em setembro do exercício anterior;
                  - Obteve-se um empréstimo de 25 para fazer face às novas despesas;
                  - 15, em dotações não mais utilizáveis, serão anulados.
                  Calcule o valor que estará disponível para a abertura do crédito especial:
                  a) 70.
                  b) 60.
                  c) 80.
                  d) 90.
                  e) 65.

                  Comentários: Adições: empréstimos (25); anulação de dotação (15); Superávit financeiro (20); Excesso de arrecadação (40).
                  Subtração: Reabertura de crédito adicional (15); Crédito Extraordinário (5), logo, 100 - 20 = 80. Item 'C'.
                  Ver art. 43, lei 4.320/64.

                  Abs

                  Comentário


                  Working...
                  X