PDA

Vizualizar Versão Completa : SEFAZ MG: notícias, boatos, chutes sobre o próximo concurso



Páginas : 1 2 [3] 4 5

Denilton
Sat, 09/11/13, 02:37 PM
Projeto de lei enviado à ALMG propõe a privatização da previdência, com a instituição da previdência complementar.
http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1181#.Un59qf1TvIU

Pra mim, a realização de um novo concurso só acontecerá após a aprovação da previdência complementar em MG. Da mesma forma que aconteceu na RFB e no ICMS-SP.

sofia15
Sat, 09/11/13, 04:17 PM
Projeto de lei enviado à ALMG propõe a privatização da previdência, com a instituição da previdência complementar.
http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1181#.Un59qf1TvIU

Pra mim, a realização de um novo concurso só acontecerá após a aprovação da previdência complementar em MG. Da mesma forma que aconteceu na RFB e no ICMS-SP.

Um dos maiores atrativos da sefaz-mg...aff
:-|

Ze_do_interior
Mon, 11/11/13, 04:37 PM
Projeto de lei enviado à ALMG propõe a privatização da previdência, com a instituição da previdência complementar.
http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1181#.Un59qf1TvIU

Pra mim, a realização de um novo concurso só acontecerá após a aprovação da previdência complementar em MG. Da mesma forma que aconteceu na RFB e no ICMS-SP.

Isso é tenso. Quem já é servidor em outra esfera, deve avaliar o seu caso em particular. Não adianta pensar que o salário da ativa sendo bom vale a pena abrir mão da aposentadoria "normal". Sou servidor federal e caso mude para o estado de MG, após a implantação da Previdência Complementar, acho que serei muito prejudicado.
Na Prev Complementar, vc terá uma renda proporcional ao que "depositou" durante o período. O valor da renda leva em conta a expectativa de vida. Ora, imagine que a expectativa de vida seja de 80 anos. Quando chegar lá vc não recebe mais a parcela de complementação(vr. acima dos 4.159,00 do RGPS). E se você viver até 90 anos? Vai conseguir sobreviver com os 4.159,00 do teto do RGPS? Vale lembrar que esse valor estaria defasado e seria inferior ao teto com o passar do tempo.
Outra situação que me preocupa é o caso de afastar por doença. Quem vai pagar a complementação do salário da ativa, já que o teto será o teto do RGPS, ou seja, 4.159,00? Se for retirar do valor que está sendo acumulando para a aposentadoria, só irá piorar a situação. Se não houver complementação, aí sim estaria ferrado!!!
Alguém sabe como funciona isso?

Abraço e bons estudos!!

jneto91
Mon, 11/11/13, 06:17 PM
Isso é um fator muito importante, Ze_do_interior... aliás, aposentadoria com teto "do STF" somado à remuneração por subsídio é perfeito se pensado a longo prazo (AFRFB, para mim, seria um cargo, para os não formados em direito, perfeito).

No meu caso já entrei na esfera federal após o limite do RGPS então, para mim, quanto mais ganhar, melhor, kkk... Melhor ainda só concurso para AFRE/MG em 2015...

Luís d2
Wed, 13/11/13, 08:19 PM
como e o regime de trabalho dos gestores ?
Tem plantao noturno ?

Denilton
Thu, 14/11/13, 08:42 AM
Notícias do jornal "O Tempo" de 14/11/2013.

Servidores protestam contra a nova previdência
Previsão: Os deputados da base governista na Assembleia afirmaram que pretendem votar os dois projetos de lei complementar da aposentadoria [PLC 53 e 54] em primeiro turno já na próxima semana.

Cortar e poupar
Anastasia usará a reforma para aprofundar a redução de gastos na máquina. O governo já cortou carros oficiais dos secretários adjuntos e outras despesas. Agora, vai cortar cargos. E demitir gente. A reforma mineira será eminentemente financeira, para enxugar custos.

2015 chegou
2015 está chegando mais cedo a Minas: o Estado antecipa um ajuste que deverá atingir todo o setor público mais à frente. São favas contadas no mercado financeiro que o país enfrentará duro ajuste fiscal após as eleições.

mvilelaf
Thu, 14/11/13, 12:06 PM
Notícias do jornal "O Tempo" de 14/11/2013.

Servidores protestam contra a nova previdência
Previsão: Os deputados da base governista na Assembleia afirmaram que pretendem votar os dois projetos de lei complementar da aposentadoria [PLC 53 e 54] em primeiro turno já na próxima semana.

Cortar e poupar
Anastasia usará a reforma para aprofundar a redução de gastos na máquina. O governo já cortou carros oficiais dos secretários adjuntos e outras despesas. Agora, vai cortar cargos. E demitir gente. A reforma mineira será eminentemente financeira, para enxugar custos.

2015 chegou
2015 está chegando mais cedo a Minas: o Estado antecipa um ajuste que deverá atingir todo o setor público mais à frente. São favas contadas no mercado financeiro que o país enfrentará duro ajuste fiscal após as eleições.

Cortar cargos?
Deve ser comissionados, né?

Geo_Altamir
Thu, 14/11/13, 12:41 PM
Cortar cargos?
Deve ser comissionados, né?

Difícil saber, essa Adm. é maluca... nessa semana aprovou a criação de 5mil vagas para a polícia civil, vai entender.

mvilelaf
Fri, 22/11/13, 08:15 AM
Mais alguma notícia?

GEFAZDECONTA
Fri, 22/11/13, 12:32 PM
Mais alguma notícia?

geladeira novamente!!!!

tabajara.org
Fri, 22/11/13, 01:25 PM
Como o governo abriu vários concursos este ano (ipsemg, seplag, esp, polícia civil, fapemig), poooooode ser que ano que vem resolva abrir pra sef, mas se fizer acredito que vai ser pra poucas vagas.

jneto91
Fri, 22/11/13, 04:06 PM
Cinquenta vagas no final de 2014 seria perfeito, rs....

JUNIOR_UDI
Fri, 22/11/13, 06:32 PM
Geladeira não!!! FREEZER!!
Planejem para outro concurso pq em MG, esfriou tudo de novo!

tabajara.org
Sat, 23/11/13, 08:53 AM
Geladeira não!!! FREEZER!!
Planejem para outro concurso pq em MG, esfriou tudo de novo!

Explique melhor. Não mate minhas esperanças assim de forma tão fria kkkkkk

pelicano
Sat, 23/11/13, 07:32 PM
De novo?!!!????!!!

ddeinhass
Sat, 23/11/13, 07:35 PM
Tb tive a mesma noticia. O secretário adjunto está segurando. Ainda falam que é por conta de disputa de cargos internamente.... Ai ai sigamos estudando.

daniloukb
Tue, 26/11/13, 01:47 PM
Tb tive a mesma noticia. O secretário adjunto está segurando. Ainda falam que é por conta de disputa de cargos internamente.... Ai ai sigamos estudando.

Recebi mais ou menos a mesma informação. Que vão esperar resolver essa novela da disputa Gestor x Auditor x Governo Estadual para abrir novos concursos tanto para gestores quanto para auditores. Se for isso mesmo vai ser tenso porque pelo visto essa novela não vai acabar tão cedo.

JUNIOR_UDI
Tue, 26/11/13, 02:39 PM
Só para esclarecer......a PEC 186/07 foi modificada da forma pretentida pelos Gestores.
No relatório da PEC na pag.39 consta a parte que mais interessa.....o Sindifisco não tem como mudar e portanto os Gestores continuarão na carreira.

"A propósito específico, a PEC não excluirá os servidores ocupantes dos cargos e/ou carreiras atualmente existentes, com qualquer das atribuições relacionadas às atividades da administração tributária, e não apenas às de lançamento ou de constituição do crédito tributário, como critério único para serem considerados como integrantes das carreiras específicas, essenciais ao funcionamento do Estado, de que trata o inciso XXII do art. 37, da Constituição Federal, para os fins almejados pela PEC n° 186/07.

Com referida proposta, garante-se, também, a prevalência do princípio do concurso público (art. 37, II, CF), respeitando-se o patrimônio funcional, a natureza e complexidade das atribuições (art. 39, §1º, CF) em que foram investidos os servidores nas carreiras já existentes e das eventuais reestruturações administrativas realizadas nos diversos entes federados."

jneto91
Tue, 26/11/13, 05:42 PM
O que seria "na SEF há 02 cargos no grupo TAF, mas o Sindifisco quer que seja somente 01 cargo no grupo TAF e na LOAT."? Qual seria a mudança prevista, tanto em relação a cargos quanto em relação à remuneração?

JUNIOR_UDI,

Não estou familiarizado com essa questão, poderia explicar para quem é leigo do que se trata essa citação sua?

JUNIOR_UDI
Tue, 26/11/13, 06:07 PM
No TFA existem dois cargos.......Gestor e Auditor......o Sindifisco sonhava, na verdade ainda sonha, em retirar o Gestor deste quadro.
O sindifisco não quer entender que somos Gestores Fiscais, afinal estamos no TFA e os Auditores também são fiscais, Auditores Fiscais.
De propósito conseguiram alterar a denominação de do nosso cargo, na surdina, como lhe é peculiar.

ConcurseiroFit
Mon, 02/12/13, 09:59 PM
Alguma previsão para o concurso?

uaizinhamg
Tue, 03/12/13, 11:54 AM
http://www.viomundo.com.br/denuncias/sindifisco.html

VAMOS FICAR DE OLHO!!!!!!!

Sindifisco denuncia: PSDB quer censurá-lo para proteger Aécio e Anastasia


Uma das partes da reportagem fala:
Desde dezembro de 2012, o Sindifisco-MG veicula campanha na mídia estadual e nacional, com objetivo de levar o debate para a sociedade de temas de interesse público, tais como: [...] a necessidade de realização de concurso público para auditor fiscal da Receita Estadual devido ao quadro defasado de servidores; a importância da autonomia da Administração Tributária; a interferência do poderes político e econômico na ação fiscal; e o efetivo combate à sonegação fiscal.

Denilton
Tue, 03/12/13, 06:06 PM
Por todos os fatores, expostos abaixo, acredito que esse concurso só saia por vontade política. Vamos torcer para o próximo governador liberar o concurso.

1)
No meu ponto de vista, não adianta o Sindicato fazer campanha dizendo que o quadro de auditores fiscais está defasado, pois isso é normal nos órgãos públicos. Também não adianta falar mal dos benefícios fiscais, pois isso é uma prática comum, para atrair e manter empresas.

2)
Analisando a evoluçao da receita tributária arrecada em MG nos anos 2012 e 2013, verifica-se que comparando mês a mês, os valores de 2013 são sempre maiores. O mesmo acontece comparando, mensalmente, apenas a arrecadação do ICMS e IPVA. Quanto ao ITCD, apenas em dois meses [janeiro e outubro] a arrecadação de 2012 foi superior a de 2013.
Comparando 2011 e 2012, a arrecadação em 2012 é, mensalmente, sempre maior. O mesmo ocorre se considerarmos apenas o ICMS. Quanto ao IPVA e ITCD, apenas em um mês [novembro] a arrecadação de 2011 foi maior que a de 2012.
Considerando os 3 impostos estaduais, a arrecadação do ICMS corresponde a quase 90% do total.

http://www.fazenda.mg.gov.br/governo/receita_estado/evolucaoreceita/

3)
O mecanismo de substituição tributária [que facilita a fiscalização] e o lançamento por homologação [onde o contribuinte faz quase tudo (calcula, paga) e a fazenda pública só homologa (às vezes tacitamente após 5 anos)] também não ajuda na contratação de novos servidores.

4)
Acho que a SEF/MG está utilizando o Princípio de Pareto [80-20]
- Estudos mostram que 20% dos contribuintes respondem por mais de 80% da arrecadação, ou seja, ela consegue uma boa arrecadação fiscalizando um pequeno número de contribuintes [ótimo custo x benefício].

5)
Incremento no uso de TI.

Denilton
Wed, 11/12/13, 01:24 PM
Operaçao Concorrência Leal.
- Empresa criada em MG evitava pagamento de impostos; há envolvidos também em ES e DF.
- Seis são presos por sonegação.
- Estimativas é que dano aos cofres públicos pode ter sido de R$ 150 milhões.
- Policiais e fiscais da Receita de MG cumpriram mandados em empresas suspeitas de fraude.
Efetivo: Cem policiais, 80 auditores, seis delegados e dois promotores participaram ontem da operação Concorrência Leal, feita simultaneamente em sete cidades de Minas e de São Paulo.

Como era a Fraude [funcionamento do esquema de sonegação fiscal]
1) Empresa atacadista do Espírito Santo vendia bebidas alcoólicas com notas fiscais destinadas ao Distrito Federal.
2) Ao transitar por Minas Gerais, a mercadoria era retida. A nota fiscal original era substituída por outra, falsa, criada por oito empresas de fachada.
3) Os produtos eram então encaminhados a sete distribuidoras mineiras, com até 30% de vantagem, graças ao não recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços [ICMS]. Nenhuma mercadoria chegava à Brasília.

Nando 2012
Wed, 11/12/13, 02:22 PM
Sou novo na área fiscal e tenho acompanhado as postagens
Sendo otimista, quando sairia esse edital? Seriam vagas apenas pra BH mesmo?
Quanto está remuneração líquida hoje para auditor?

daniloukb
Wed, 11/12/13, 02:54 PM
Sou novo na área fiscal e tenho acompanhado as postagens
Sendo otimista, quando sairia esse edital? Seriam vagas apenas pra BH mesmo?
Quanto está remuneração líquida hoje para auditor?

Sendo otimista, quando sairia esse edital?

Resposta: Sendo muito otimista, segundo semestre de 2014. Antes disso acho muito difícil. Mas minha aposta ainda é de ter edital só em 2015 e olhe lá.

Seriam vagas apenas pra BH mesmo?

Resposta: Já ouvi falarem isso, mas não acredito. Concurso de ICMS é no máximo meio a meio (capital e interior). Não vejo porque em MG seria diferente.

Quanto está remuneração líquida hoje para auditor?

Boa pergunta meu amigo!! Se conseguir a resposta me avise! :)

jneto91
Wed, 11/12/13, 03:19 PM
Cada dia falam em uma época provável para o concurso... agora, se depender do meu desejo (hahaha...) sairá somente depois das eleições, rs....

Sei que muitas delegacias do interior estão com bastante defasagem de auditores (a que desejo muito ser lotado - e que me motiva a estudar - tem apenas 10 dos 20 cargos de auditor), então IMAGINO que também haja distribuição para o interior.

Quanto à remuneração, perguntei no portal da transparência e me responderam isto:

http://i41.tinypic.com/htba8h.jpg

Agora, quanto dá líquido, não faço ideia de como se calcula (mas gostaria muito de saber, também)... mas pelo menos R$11.000,00 deve ser...

follis
Wed, 11/12/13, 03:34 PM
Sendo otimista, quando sairia esse edital?

Resposta: Sendo muito otimista, segundo semestre de 2014. Antes disso acho muito difícil. Mas minha aposta ainda é de ter edital só em 2015 e olhe lá.

Seriam vagas apenas pra BH mesmo?

Resposta: Já ouvi falarem isso, mas não acredito. Concurso de ICMS é no máximo meio a meio (capital e interior). Não vejo porque em MG seria diferente.

Quanto está remuneração líquida hoje para auditor?

Boa pergunta meu amigo!! Se conseguir a resposta me avise! :)

Bom, quem entrou em 2005:
__________
Remuneração básica bruta: R$ 17.736,42
(-) IRRF: R$ 3.607,48
(-) Contribuição previdenciária: R$ 1.571,51

Remuneração após deduções obrigatórias: R$ 12.557,43
__________

Basta ver no portal da transparência (http://www.transparencia.mg.gov.br/pessoal/servidores-do-poder-executivo-estadual) achando algum dos aprovados (http://www.esaf.fazenda.gov.br/concursos_publicos/encerrados/2005/auditor-fiscal-da-receita-estadual-e-gestor-fazendario-mg-1/resulta-final.pdf) que continue lá.

Interessante é que pesquisei vários nomes e demorei encontrar alguém. Parece que a maioria não ficou satisfeita e saiu.
Se olhar funcionário das antigas, último nível:
__________
Remuneração básica bruta: R$ 30.768,00
(-) Abate teto: R$ 5.444,49
(-) IRRF: R$ 5.218,18
(-) Contribuição previdenciária: R$ 2.785,59

Remuneração após deduções obrigatórias: R$ 17.319,74
__________

jneto91
Wed, 11/12/13, 03:35 PM
follis,

Muitos estão em uma liminar que retira o nome deles das buscas...

Nando 2012
Wed, 11/12/13, 03:36 PM
Sendo otimista, quando sairia esse edital?

Resposta: Sendo muito otimista, segundo semestre de 2014. Antes disso acho muito difícil. Mas minha aposta ainda é de ter edital só em 2015 e olhe lá.

Seriam vagas apenas pra BH mesmo?

Resposta: Já ouvi falarem isso, mas não acredito. Concurso de ICMS é no máximo meio a meio (capital e interior). Não vejo porque em MG seria diferente.

Quanto está remuneração líquida hoje para auditor?

Boa pergunta meu amigo!! Se conseguir a resposta me avise! :)

Valeu pelas respostas
É que pretendo estudar para área fiscal somente a partir de fev/2014 e como nao sei nada de tributário/contabilidade preciso acelerar
Espero que essa prova seja no final de 2014 mesmo, assim acho q tenho tempo pra me preparar

follis
Wed, 11/12/13, 03:36 PM
follis,

Muitos estão em uma liminar que retira o nome deles das buscas...

Ah! Agora ficou claro então hehe.

Nando 2012
Wed, 11/12/13, 03:39 PM
Bom, quem entrou em 2005:
__________
Remuneração básica bruta: R$ 17.736,42
(-) IRRF: R$ 3.607,48
(-) Contribuição previdenciária: R$ 1.571,51

Remuneração após deduções obrigatórias: R$ 12.557,43
__________

Basta ver no portal da transparência (http://www.transparencia.mg.gov.br/pessoal/servidores-do-poder-executivo-estadual) achando algum dos aprovados (http://www.esaf.fazenda.gov.br/concursos_publicos/encerrados/2005/auditor-fiscal-da-receita-estadual-e-gestor-fazendario-mg-1/resulta-final.pdf) que continue lá.

Interessante é que pesquisei vários nomes e demorei encontrar alguém. Parece que a maioria não ficou satisfeita e saiu.
Se olhar funcionário das antigas, último nível:
__________
Remuneração básica bruta: R$ 30.768,00
(-) Abate teto: R$ 5.444,49
(-) IRRF: R$ 5.218,18
(-) Contribuição previdenciária: R$ 2.785,59

Remuneração após deduções obrigatórias: R$ 17.319,74
__________

Tb pesquisei isso e achei estranho
Vários aprovados não estão no portal...será pq? insatisfação? pior q nao sao poucos...
E a PR? Não tem?

Edit: deve ser isso que colega falou sobre liminar mesmo...só pode

Nando 2012
Wed, 11/12/13, 03:51 PM
Desculpe se estou fazendo perguntas óbvias mas sei pouco sobre área fiscal

O Fisco de MG não tem benefícios como PR,quinquênio dentre outros como ICMS SP?

A remuneração inicial do ICMS SC é a final do ICMS MG...tem gente que entrou lá e tá ganhando 17 k líquido :eek:

jneto91
Wed, 11/12/13, 05:11 PM
Nando,

http://www.forumconcurseiros.com/forum/showpost.php?p=1945079&postcount=533

http://www.forumconcurseiros.com/forum/showpost.php?p=1945083&postcount=535

Em MG não existe PR, mas, snme, há 14º. Quanto ao quinquênio etc. isso deve estar previsto no Estatuto.

Denilton
Wed, 11/12/13, 06:59 PM
Só na unidade da RFB em que trabalho [em SP], conheço 5 ex-AFRE/MG que passaram em 2005.
Antigamente, ser AFRFB era bem melhor que ser Fiscal de Estado. Tanto que na unidade também existem ex-Auditores de SP, RJ e SC.
Hoje ser Fiscal em alguns estados, financeiramente, é melhor, mas isso pode mudar.
Como o que importa pra muitos [e pra mim] é a lotação, vou enfrentar o próximo concurso, independentemente de quando ela aconteça.
Acredito que um novo concurso acontecerá só num próximo governo.

Lightning
Thu, 12/12/13, 02:05 PM
Amostra...

9321 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 28583,31 6234,48 2693,71 19655,12
3068129 LUCIA HELENA CASTRO LOPES ALMEIDA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 28639,64 8132,68 1952,27 27190,38
2610 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 17304,6 3492,72 1557,01 12254,87
7764 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 30060,27 6173,39 2856,18 19150,12
8411 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22187,38 5670,07 2059,46 20698,02
6683353 LUCIA SILVA DE AGUIAR AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 18919,13 3935,16 1734,6 13249,37
1967 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22018,92 4599,25 2075,58 15344,09
3868429 LUCIANA BRAGA REIS ATHAYDE AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4204,91 1898,35 14304,46
8475 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22018,92 5538,16 2075,58 20694,19
4175 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26620,2 5750,37 1983,49 18378,85
3869856 LUCIANA PESSOA RODRIGUES CAIRES AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4204,91 1898,35 14304,46
5466636 LUCIANE CURY GOMES AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4778,82 1858,22 19036,24
4574547 LUCIANE MUCCI COSTA OLIVEIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4204,91 1898,35 14304,46
3591708 LUCIANO CLARET FRANCO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25999,25 5510,78 2409,47 17403,26
2046 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19692,09 4124,35 1819,63 13748,11
6682934 LUCIANO PEREIRA DE MORAES AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25182,34 6767,25 1771,65 24278,46
3878840 LUCIANO RODRIGUES DE OLIVEIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23546,07 5086,67 2174,27 16285,13
4050 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21794,47 4459,27 2016,24 15318,96
3908 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 18919,13 3793,29 1734,6 13391,24
1117 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 37666,95 9065,44 2745,59 26774,64
7185 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 24404,82 3856,41 2268,73 18279,68
1298 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 30171,19 6468,99 2250,33 19929,45
4443 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22290,46 5724,09 2105,45 20840,44
7842 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16736,42 3400,95 1494,51 11840,96
4548 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 31042,98 6031,51 2785,59 19292
3415023 Decisão Judicial do Processo 1.0000.12.115214-/000 de 06/11/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 24493,03 4289,36 2278,43 17925,24
7741 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25333,65 5216,12 2370,9 17736,49
3353 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27861,51 6871,34 2614,32 20990,17
9368 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22910,42 5098,86 1494,26 16317,3
1494 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23141,31 4893,02 2129,74 16118,55
1255 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27861,51 6776,75 2614,32 21084,76
5409 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23141,31 5963,56 2129,74 21471,8
6906 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 28025,19 6916,35 2632,32 21108,84
5066 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25969,32 5520,5 1858,22 17944,79
8712 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 29236,79 7154,95 2730,95 22081,84
6669 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19692,09 4077,05 1819,63 13795,41
4567 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 4017,59 1771,65 13466,66
2887743 ROSENTAL JOSE DE FREITAS AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27572,93 5475,13 2582,57 19515,23
3866 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19620,72 4106,88 1811,78 13702,06
4480 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21592,12 4494,8 2028,63 15068,69
6671408 ROTHISEN RENATO DE JESUS AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21559,58 4861,4 2025,05 20809,04
6682900 ROZELITA DOS REIS RAMOS OLIVEIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 3923,01 1771,65 13561,24
9137 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 32941,59 7339,28 3034,52 22567,79
3741 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27879,07 4483,33 2095,33 18744,85
3097664 RUBENS FERREIRA DE CARVALHO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25406,01 5409,54 2344,21 17652,26
789 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 37939,55 7145,63 3525,4 30793,92
5110 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 30486,91 6126,09 2785,59 19197,42
8016 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 39785,08 10012,62 3752,66 29443,71
1374 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27488,53 6674,18 2573,29 20814,34
6687131 SABRINA CALDEIRA RAMOS AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16736,42 3353,65 1494,51 11888,26
6687164 SABRINA LOPES MONTEIRO SETTE E CAMARA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16732,45 3305,39 1494,07 11932,99
4331 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27488,53 5465,73 2573,29 17284,49
9609 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22770,72 4811,84 2054,33 15904,55
3361 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27059,34 5899,25 2560,73 18599,36
2977106 SAMUEL FELICIANO DE QUEIROZ AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 36461,74 7857,38 2626,58 23589,74
671 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22174,88 5835,33 1494,51 21477,67
8131 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO 33923,53 8538,39 3045,19 25385,14
2719 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22174,88 4896,52 1494,51 15783,85
3097672 SANDRA MARA MATTIOLI MELLO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 36049,19 5373,35 2737,26 17212,9
3502 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21559,58 4486,83 2025,05 15047,7
3434 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26095,42 6753,14 2454,7 23553,4
6684229 SANDRA MOREIRA NADER AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4901,55 1898,35 19359,82
6380 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 40621,41 5054,37 3047,22 17221,92
7824 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27629,66 5737,63 2094,53 18517,23
2983 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 18595,32 4291,85 1698,99 17752,41
9772 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 33461,44 7535,81 3161,01 25925,63
2982 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25999,25 5554,73 2409,47 18035,05
7602 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4210,2 1858,22 13974,46
6684831 SEBASTIAO PEREIRA NETO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25372,7 5531,11 1819,63 17972,77
1678 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21592,12 5300 2028,63 20410,25
3877842 SELMA DIAS MOURAO ATHAYDE AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4210,2 1858,22 13974,46
4574554 SERGIO ALVES REIMAO DE MELLO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4299,5 1898,35 14209,87
7894 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23909,58 5185,16 2179,6 16544,82
3871522 SERGIO ANTONIO DE LIMA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 3545,95 1858,22 14638,71
1991 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23922,52 5169,27 2250,33 16502,92
3174190 SERGIO CARDOSO LINS AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26786,73 3422,03 2496,09 19405,39
5108 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4778,82 1858,22 19036,24
2438 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 30384,59 7470,6 2857,2 22913,99
6675912 SERGIO FERNANDES MOREIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 4017,59 1771,65 13466,66
3868858 SERGIO GONCALVES ROMEU AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 3013,26 1858,22 15171,4
4597 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23514,97 5088,58 2136,2 16290,19
1348 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 37404,16 3954,79 2730,25 18638,47
8519 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20300,75 4273,32 1886,58 14140,85
3868536 SERGIO MADLUM AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4115,62 1858,22 14069,04
4571659 SERGIO PINHEIRO ALVES AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20407,72 4157,62 1898,35 14351,75
3557 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27488,53 4277,42 2573,29 18472,8
8866 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4068,33 1858,22 14116,33
2504 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4115,62 1858,22 14069,04
94 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26088,33 5852 1898,35 18302,82
7698 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 29327,73 7179,96 2740,95 22147,77
8024 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 38557,4 9670,83 3756,21 28886,57
3387 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 32453,85 8086,94 3050,17 24366,91
6683684 SHIRLEY APARECIDA DE MIRANDA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 18919,13 3935,16 1734,6 13249,37
6688386 SHIRLEY DE SOUZA PENIDO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16732,45 3399,97 1494,07 11838,41
7706 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 39040,46 6173,39 2785,59 19150,12
6690390 SIDNEI FLAVIO GOULART MIRANDA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16736,42 3353,65 1494,51 11888,26
924 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 35701,61 6775,45 2699,03 24290,2
3878444 SIGUETOCI MATUSITA FILHO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4162,91 1858,22 14021,75
3404100 SILVANA BARROS ROMANO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 25410,28 5424,49 2379,33 17519,69
559 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 27488,53 6768,77 2573,29 20719,76
10 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16736,42 3400,95 1494,51 11840,96
6684534 SILVANO EDUARDO PINTO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 4514,07 1771,65 18338,28
4571667 SILVESTRE DE PAULA SATURNO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23546,07 3147,17 2174,27 18224,63
2155 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23462,89 5056,78 2199,77 16206,34
3817947 SILVIO AUGUSTO VIEIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 29327,73 6520,78 2740,95 20066
2856508 SILVIO D ABRONZO JUNIOR AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 31266,37 7023,85 2850,25 21392,27
2594 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16735,28 3400,67 1494,38 11840,23
685 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 29641,37 5362,84 2775,45 17185,22
9681 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 29887,55 5360,06 2785,59 17177,86
3049 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 3828,42 1771,65 13655,83
3878527 SILVIO SEBASTIAO MENDES AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 23546,07 4992,08 2174,27 16379,72
2073 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4967,98 1858,22 18847,08
102 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4210,2 1858,22 13974,46
3868551 SIMONE CRUZ FERRAZ AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 20042,88 4162,91 1858,22 14021,75
2942 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 19255,9 4514,07 1771,65 18338,28
2453 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22877,5 4714,1 2516,53 15646,87
7954 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26620,2 5750,37 1983,49 18378,85
1390 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 18919,13 4482,67 1771,41 18255,5
2446 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26889,19 6603,95 2957,81 20285,24
6688139 SIRLEI ANGELA DE OLIVEIRA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 16736,42 3761,07 1494,51 16009,19
3398435 SIRLEI JOSE DA CUNHA AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26476,35 5354,47 2461,95 17507,09
7758 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 21592,12 4447,5 2028,63 15115,99
8567 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 33546,35 8292,79 2461,95 25253,56
4349 Decisão jucicial do Processo 1.0000.12.092715-7/000 de 10/08/2012 AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 26972,5 6173,39 2516,53 19150,12
6689640 SOLANO BICALHO AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL SECRETARIA DA FAZENDA 22985,21 5102,18 1557,01 16326,02

deiaferraz
Thu, 12/12/13, 03:10 PM
Só na unidade da RFB em que trabalho [em SP], conheço 5 ex-AFRE/MG que passaram em 2005.
Antigamente, ser AFRFB era bem melhor que ser Fiscal de Estado. Tanto que na unidade também existem ex-Auditores de SP, RJ e SC.
Hoje ser Fiscal em alguns estados, financeiramente, é melhor, mas isso pode mudar.
Como o que importa pra muitos [e pra mim] é a lotação, vou enfrentar o próximo concurso, independentemente de quando ela aconteça.
Acredito que um novo concurso acontecerá só num próximo governo.

Eu tb farei este concurso seja lá quando for essa prova e independentemente de ser ou não a melhor remuneração da área fiscal... Torcendo para que seja no final de 2014.

jneto91
Thu, 12/12/13, 04:59 PM
Estamos na mesma, deiaferraz.

Nando 2012
Fri, 13/12/13, 08:46 AM
Nando,

http://www.forumconcurseiros.com/forum/showpost.php?p=1945079&postcount=533

http://www.forumconcurseiros.com/forum/showpost.php?p=1945083&postcount=535

Em MG não existe PR, mas, snme, há 14º. Quanto ao quinquênio etc. isso deve estar previsto no Estatuto.

Obrigado pelo esclarecimento

Tchula
Sun, 15/12/13, 08:18 PM
Como é a aposentaria? Vencimentos integrais?

Ze_do_interior
Mon, 16/12/13, 06:05 PM
Como é a aposentaria? Vencimentos integrais?

Nada disso. Será o Teto do INSS 4.159,00. Digo isso porque o governo já enviou o projeto que cria a previdencia complementar aqui em MG. Se quiser receber além disso terá que contribuir com um percentual sobre o vr. que passar o teto do INSS. Tenho certeza que a previdência será implantada antes do concurso.
Aí cada um terá que avaliar seu caso em particular. Acho que o concurso só será interessante para quem ainda vai trabalhar pelo menos uns 30 anos no cargo. TEm que fazer uma simulação antes para não se arrepender depois.

Luís d2
Mon, 16/12/13, 06:34 PM
Eu tb farei este concurso seja lá quando for essa prova e independentemente de ser ou não a melhor remuneração da área fiscal... Torcendo para que seja no final de 2014.

Vc e Afrf ? Se for, nao e mais facil pedir uma remoçao paraMG do que realizar outro concurso ?

Luís d2
Mon, 16/12/13, 06:36 PM
Só na unidade da RFB em que trabalho [em SP], conheço 5 ex-AFRE/MG que passaram em 2005.
Antigamente, ser AFRFB era bem melhor que ser Fiscal de Estado. Tanto que na unidade também existem ex-Auditores de SP, RJ e SC.
Hoje ser Fiscal em alguns estados, financeiramente, é melhor, mas isso pode mudar.
Como o que importa pra muitos [e pra mim] é a lotação, vou enfrentar o próximo concurso, independentemente de quando ela aconteça.
Acredito que um novo concurso acontecerá só num próximo governo.

Por que vc nao tenta uma remoçao para Mg e continua como AFRFB ?

deiaferraz
Tue, 17/12/13, 08:21 AM
Vc e Afrf ? Se for, nao e mais facil pedir uma remoçao paraMG do que realizar outro concurso ?

rsrsr, sou auditora não... Sou analista adm do Ministério da Fazenda...

neteaa
Tue, 17/12/13, 06:22 PM
rsrsr, sou auditora não... Sou analista adm do Ministério da Fazenda...

O concurso já começou a chamar??? to excedente..rsrs, de repente o MPOG dá uma crise de boa vontade...rs

deiaferraz
Wed, 18/12/13, 07:56 AM
O concurso já começou a chamar??? to excedente..rsrs, de repente o MPOG dá uma crise de boa vontade...rs

Ainda não... auauaau!! Enquanto isso, aproveitando pra adiantar os estudos para o ICMS-MG... rsrr

neteaa
Wed, 18/12/13, 12:33 PM
Ainda não... auauaau!! Enquanto isso, aproveitando pra adiantar os estudos para o ICMS-MG... rsrr

ahuaa, êee muié.. assim vc mata meu coração concurseiro!!!

Luís d2
Wed, 18/12/13, 08:20 PM
Quero pedir para alguem que e Gestor informaçoes
Sobre esse cargo. E verdade q eles nao podem
Realizar o lançamento do credito tributario ? Qual
A funçao desse cargo na sef ? Alguem sabe qual a
Remuneraçao no inicio da carreira? Sera q vai sair
Tambem para gestor ? Abs

Denilton
Thu, 19/12/13, 11:15 AM
Eu sou AT e não AF.
Conseguir voltar pra MG como AT é muito díficil, como AF é praticamente impossível. São necessários muitos anos.
Por isso, minha esperança, em voltar pra casa, é o cargo de AFRE-MG.
O difícil está sendo voltar aos estudos. Como não há previsão, minha motivação é quase nula. Tanto que, no momento, estou de "férias" dos livros.


Por que vc nao tenta uma remoçao para Mg e continua como AFRFB ?

Lilireis
Fri, 20/12/13, 11:30 AM
Denilton estou começando agora (2 anos estudando) e antes minha motivação era para o cargo de AF, nos últimos tempos pensando na futura remoção e lendo depoimentos de diversas pessoas que estão nessa situação acabei abrindo o leque para os fiscos estaduais até que o AFRE-MG surja. Acho que antes de tudo devemos pensar se a distância compensa! Tente se motivar a voltar, um pouquinho por dia pelo menos ;) força!

Denilton
Tue, 31/12/13, 09:48 AM
Fonte: O TEMPO [30/12/2013]

Andou bem

...arrecadação de impostos, andou bem em 2013. Esquadrinhando os cofres da PBH, vê-se que a receita própria da prefeitura foi robusta: até o dia 27, o IPTU rendeu R$ 750 milhões, ou 99% do previsto para o ano; o ISS somou R$ 911 milhões, 97% da meta. A população colaborou com os cofres municipais, fez a sua parte.

Aumento real

Na Fazenda Estadual, a receita seguiu o mesmo padrão, com recolhimento expressivo de impostos. Pelo movimento no caixa até novembro, o governo de Minas deve fechar 2013 com uma arrecadação de ICMS de R$ 35 bilhões, contra R$ 31,5 bilhões em 2012: aumento de 11%, ou quase 5% acima da inflação. Não dá pra reclamar.

JJotaB
Tue, 31/12/13, 12:16 PM
Mas para quem é de MG e está em São Paulo está no céu! Ou no inferno?
Depende do ponto de vista de cada um. Mas está tudo perto. Ruim é fica muito longe e quando o deslocamento é difícil, como no caso de algumas regiões do país; a norte principalmente ...

Carcaju
Thu, 02/01/14, 08:27 AM
Governo de Minas Gerais quer cortar R$ 1 bi em custeio para investir

PAULO PEIXOTO
DE BELO HORIZONTE

Em aperto financeiro, o governo mineiro de Antonio Anastasia (PSDB) coloca em ação a partir desta quinta-feira (2) a segunda parte da já anunciada reforma administrativa que pretende economizar R$ 1 bilhão para o Estado ter recursos destinados a investimentos no ano eleitoral que se inicia.

Foram publicadas no "Diário Oficial" do Estado do último dia de 2013 as extinções e fusões de secretarias e órgãos públicos. As secretarias foram reduzidas de 23 para 17.

Essas mudanças vão significar cortes de aproximadamente 2.000 cargos comissionados e eliminarão gastos com o custeio, conforme anunciado ainda em agosto pelo governador tucano.

Algumas medidas vêm sendo adotadas desde agosto, resultando em economia de R$ 142 milhões, segundo o governo mineiro. A meta é economizar mais R$ 1 bilhão.

Com essa economia, o Estado espera ter mais recursos para investir. O aperto financeiro em 2013 não possibilitará ao Executivo cumprir a dotação orçamentária de R$ 15 bilhões de investimentos.

Até outubro, o valor investido pelo Estado foi R$ 8,7 bilhões (58%).

Recentemente, o secretário da Fazenda de Minas, Leonardo Colombini, ao fazer um balanço do ano, disse que os investimentos do Estado estão pressionados pelo crescimento da dívida com a União e pela redução dos repasses federais provenientes de desonerações fiscais.

A queda dos repasses federais vai girar em torno de R$ 1,5 bilhão, segundo ele.

Mais de um terço dessa perda será por causa da redução da tarifa de energia elétrica na conta de luz.

Além disso, estima-se que a queda do FPE (Fundo de Participação dos Estados) deve somar um total de R$ 350 milhões.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/01/1392239-governo-de-minas-gerais-quer-cortar-r-1-bi-em-custeio-para-investir.shtml

Meirelles
Thu, 02/01/14, 10:14 AM
Administração bisonha... Querem aumentar 1 Bi? Poderiam se inspirar no exemplo do RJ.. que modernizou a secretaria de fazenda na gestão Cabral, investindo forte na contratação de novos Auditores e tecnologia de ponta no combate a sonegação fiscal... O Estado saiu de 200 milhões de déficit para 1 Bi de superávit com as medidas...

Denilton
Fri, 03/01/14, 07:01 PM
Minas mantém contas públicas sob controle em 2013

No diagnóstico das finanças estaduais nos dez primeiros meses de 2013, a receita somou R$ 58,4 bilhões, subindo 20,6% ante a alta de 19,9% apresentada pela despesa totalizada em R$ 55,8 bilhões. Em consonância com esse quadro evolutivo, a situação fiscal ficou confortável no período, gerando um superávit de R$ 2,6 bilhões.

Dívida estadual

A avaliação que o secretário de Fazenda fez do comportamento da Divida Pública Estadual, entre a posição de 31 de outubro de 2012 e 31 de outubro de 2013 é que, no global, o estoque apresentou aumento de 8,7%, evoluindo de R$ 74,6 bilhões para R$ 81,1 bilhões, representando um acréscimo de R$ 6,5 bilhões.

Indicadores fiscais

O secretário de Fazenda esclareceu ainda que os indicadores fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) foram atendidos, com destaque para o endividamento e as despesas com pessoal. Em observância ao cumprimento do limite da Despesa com Pessoal, que não deve exceder a 60% da Receita Corrente Líquida (RCL), o Estado vem cumprindo o indicador até o segundo quadrimestre de 2013, permanecendo dentro do limite prudencial de 57%.

Finalmente, explicou o secretário Colombini, todos esses resultados contribuíram para a manutenção do “Grau de Investimento” em 2013 pelas Agências de Classificação de Risco Standard & Poor’s e Moody’s Investors Service.

Link: http://www.fazenda.mg.gov.br/noticias/noticia_20131210_sef.html

Vídeo: Minas mantém contas públicas controladas - YouTube

Luís d2
Tue, 07/01/14, 12:34 PM
Alguém sabe quanto tempo demora ( se eu passar e for chamado para o interior) para
voltar para BH ?

kspov.
Wed, 08/01/14, 06:39 AM
Administração bisonha... Querem aumentar 1 Bi? Poderiam se inspirar no exemplo do RJ.. que modernizou a secretaria de fazenda na gestão Cabral, investindo forte na contratação de novos Auditores e tecnologia de ponta no combate a sonegação fiscal... O Estado saiu de 200 milhões de déficit para 1 Bi de superávit com as medidas...

Sério que aconteceu isso no RJ? Eles estão com superavit de 1Bi!!?

Marconfisco
Wed, 15/01/14, 03:35 PM
AFFEMG Informa


AFFEMG informa:
A partir de 1º de janeiro, o valor do ponto/Gepi passa a ser R$ 1,21 (acréscimo de 6 centavos) e o Sub teto salarial passa para R$ 26.589,00 (que corresponde a 90,25 % do subsídio do Ministro do STF - R$29.462,00).
O VP inicial está em torno de R$ 5.000,00 + 11.000 pontos x R$ 1,21= 18.310,00 inicial.
Nada mal....
Continuem estudando que vai sair...esse ano improvável, mas acredito que não passa do ano que vem...

jneto91
Wed, 15/01/14, 04:38 PM
Me agrada o valor, kkkkk...

AuditorSefaPA
Wed, 15/01/14, 05:22 PM
ICMS MG na veia!
18 conto nas gerais dá para o gasto....ainda mais lá
no norte, em Montes Claros e redondezas.

jneto91
Wed, 15/01/14, 06:17 PM
Aqui no sudoeste de MG então... dá para divertir demaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais, hahaha...

scofield
Thu, 16/01/14, 06:48 AM
AuditorSefaPA, você é aqui da cidade de Montes Claros?
Você prestou o concurso SEFA-PA?
Sou aqui de Moc e prestei a prova da SEFA-PA.

AuditorSefaPA
Thu, 16/01/14, 07:49 AM
AuditorSefaPA, você é aqui da cidade de Montes Claros?
Você prestou o concurso SEFA-PA?
Sou aqui de Moc e prestei a prova da SEFA-PA.

Fala conterrâneo! Sou das redondezas de Montes Claros, mas estou perambulando por vários locais desde novo, já morei em sampa e agora estou em Brasília. Felizmente fui aprovado para Auditor lá. VC fez a prova em qual cidade?

tabajara.org
Thu, 16/01/14, 04:21 PM
AFFEMG Informa


AFFEMG informa:
A partir de 1º de janeiro, o valor do ponto/Gepi passa a ser R$ 1,21 (acréscimo de 6 centavos) e o Sub teto salarial passa para R$ 26.589,00 (que corresponde a 90,25 % do subsídio do Ministro do STF - R$29.462,00).
O VP inicial está em torno de R$ 5.000,00 + 11.000 pontos x R$ 1,21= 18.310,00 inicial.
Nada mal....
Continuem estudando que vai sair...esse ano improvável, mas acredito que não passa do ano que vem...

Eita!:D:D:D:D:D

Tchula
Thu, 16/01/14, 06:17 PM
Senhores, como é o regime de aposentadoria?

Ze_do_interior
Fri, 17/01/14, 06:28 AM
Senhores, como é o regime de aposentadoria?


O governo enviou um projeto que cria a Previdência Complementar em MG. Certamente, quando sair o edital os novos servidores estarão sujeitos à nova regra.
No final do ano passado o governo fundiu 2 fundos de previdencia dos servidores. Um era deficitário. O objetivo era transferir esse déficit do Estado para o outro fundo. Com isso, já podemos imaginar o que deve ocorrer no futuro coma Previdencia Complementar que será criada. O governo metendo a mao no dinheiro dos servidores...

Falcone
Sun, 19/01/14, 03:08 PM
AFFEMG Informa


AFFEMG informa:
A partir de 1º de janeiro, o valor do ponto/Gepi passa a ser R$ 1,21 (acréscimo de 6 centavos) e o Sub teto salarial passa para R$ 26.589,00 (que corresponde a 90,25 % do subsídio do Ministro do STF - R$29.462,00).
O VP inicial está em torno de R$ 5.000,00 + 11.000 pontos x R$ 1,21= 18.310,00 inicial.
Nada mal....
Continuem estudando que vai sair...esse ano improvável, mas acredito que não passa do ano que vem...

Esses R$ 5.000,00 vem de onde? É fixo todo mês? O SEFAZ-MG tb tem aquelas boladas semestrais/anuais que os outros fiscos geralmente custumam ter?

novataDMF
Mon, 20/01/14, 07:19 AM
Esses R$ 5.000,00 vem de onde? É fixo todo mês? O SEFAZ-MG tb tem aquelas boladas semestrais/anuais que os outros fiscos geralmente custumam ter?

Falcone,

Esses 5k são o vencimento básico. Se não me engano o VP está em R$ 5.148,00. Pelo que tenho lido, MG não tem essas "boladas".

Geo_Nem
Mon, 20/01/14, 08:22 AM
Falcone,

Esses 5k são o vencimento básico. Se não me engano o VP está em R$ 5.148,00. Pelo que tenho lido, MG não tem essas "boladas".

Se não me engando MG só tem o 14° salário divido em 4x

Att

novataDMF
Mon, 20/01/14, 10:02 AM
Se não me engando MG só tem o 14° salário divido em 4x

Att

Bom, já é alguma coisa. :)
Keep calm and hit the books!!! :cool:

patricialeme
Mon, 20/01/14, 10:24 AM
Minas só em 2015!!!!!! Muita gente se aposentando em outubro de 2014!!!!!
Mas 100 vagas previstas só!!!

AuditorSefaPA
Mon, 20/01/14, 11:53 AM
Minas só em 2015!!!!!! Muita gente se aposentando em outubro de 2014!!!!!
Mas 100 vagas previstas só!!!

Fale mais! Vc tem contatos na sefaz?:confused:

AFRE88
Tue, 21/01/14, 12:16 PM
Já vai para 10 anos sem concurso para AFRE. Se o inicial de MG estiver perto de 18.000,00 então está praticamente igual ao inicial de SP. Estou torcendo para esse concurso sair logo, quero voltar para minha querida Uberaba, se eu passar, lógico, rs. Desde quando passei para o ICMS SP que não pego mais em um livro de concurso. Qualquer novidade vão avisando aí galera.

AuditorSefaPA
Tue, 21/01/14, 12:20 PM
Já vai para 10 anos sem concurso para AFRE. Se o inicial de MG estiver perto de 18.000,00 então está praticamente igual ao inicial de SP. Estou torcendo para esse concurso sair logo, quero voltar para minha querida Uberaba, se eu passar, lógico, rs. Desde quando passei para o ICMS SP que não pego mais em um livro de concurso. Qualquer novidade vão avisando aí galera.

Será q é "só" 18 mesmo?
Tomara que saia logo! Penso que teremos umas 200 vagas, como foi no de 2005.

novataDMF
Tue, 21/01/14, 01:13 PM
Será q é "só" 18 mesmo?
Tomara que saia logo! Penso que teremos umas 200 vagas, como foi no de 2005.

Aprox. 18.300,00 brutos + 14º salário. Acho que, na média, fica acima do ICMS-SP.

Voltar para MG com esse salário = meu sonho!

... estudar, estudar, estudar...

jneto91
Tue, 21/01/14, 02:25 PM
Aprox. 18.300,00 brutos + 14º salário. Acho que, na média, fica acima do ICMS-SP.

Voltar para MG com esse salário = meu sonho!

... estudar, estudar, estudar...

Meu sonho já é FICAR em MG com esse salário :p

Luiz.Henrique
Tue, 21/01/14, 03:08 PM
Voltar para MG com esse salário = meu sonho!



Meu sonho já é FICAR em MG com esse salário :p

E eu meu é ir pra MG! ;)

receitafederal
Tue, 21/01/14, 03:11 PM
E eu meu é ir pra MG! ;)

meu sonho é passar em qualquer fisco estadual!!

novataDMF
Tue, 21/01/14, 03:24 PM
meu sonho é passar em qualquer fisco estadual!!

Provavelmente estarei no ES (passei na SEFAz-ES), mas voltarei para as gerais correndo se passar!
rsrsr... E que os nossos sonhos se realizem!

Que venha Sefaz-MG 2015 [-o<

Grazi Martins
Tue, 21/01/14, 03:29 PM
Olá Pessoal.

Sou nova por aqui também. Mas vamos que vamos no rumo certo.
Será que alguém poderia me informar quais são as cidades mais comuns de se alocarem os auditores?

novataDMF
Wed, 22/01/14, 04:17 PM
Olá Pessoal.

Sou nova por aqui também. Mas vamos que vamos no rumo certo.
Será que alguém poderia me informar quais são as cidades mais comuns de se alocarem os auditores?

Oi Grazi,
Pela Resolução 4.427/2012 dá para saber a divisão dos cargos de AFRE por cidade.
Como será a distribuição das vagas do concurso, só Deus!!!
Abraço.

jneto91
Wed, 22/01/14, 06:13 PM
novataDMF,

Não consegui encontrar a resolução no Google.

Poderia me passar o link?

deiaferraz
Wed, 22/01/14, 07:55 PM
Meu sonho já é FICAR em MG com esse salário :p

rsrsr... Meu sonho é igual ao seu... Que o sonho de todos nós se realize!!

otaboll
Wed, 22/01/14, 08:30 PM
novataDMF,

Não consegui encontrar a resolução no Google.

Poderia me passar o link?

http://www.fazenda.mg.gov.br/servidores/movimentacao_servidor/legislacao/RESOLUCAO_SEF_N-4427_DE_25-04-2012.pdf

jneto91
Wed, 22/01/14, 08:33 PM
Valeu!!

Edit: tô querendo uma em qualquer uma destas:

DF/VARGINHA 45 16 4
DF/PASSOS 20 7 3
DF/POCOS DE CALDAS 45 10 4
DF/POUSO ALEGRE 45 10 4
DFT/POÇOS DE CALDAS 50 7 -
DFT/POUSO ALEGRE 80 9 4

Tita MG
Thu, 30/01/14, 08:25 AM
Algum novo boato sobre o concurso?

Marconfisco
Thu, 30/01/14, 06:39 PM
Galera, o que tem rolado em MG, boatos fortes, é que as vagas serão para a Cidade Administrativa. Não sei se todas, mas a maioria. E estão precisando de gente em TI também. Existe internamente uma ordem aos Superintendentes Regionais que não podem obstar a vinda de um Auditor que queira ir para a Cidade Administrativa. O Subsecretário, Sr. Gilberto Ramos, está muito preocupado com a carência de pessoal na Cidade Administrativa. Atualmente o Auditor que queira ir, não trabalha mais 40h semanais, trabalha 30h semanais. Isso foi um incentivo. E não se enganem, pelo ao menos no Sul, que estou a 16 anos, os caras segregam demasiadamente os cariocas. Ir para BH, não é tão ruim assim para quem é do RJ, SP etc...pois fica próximo ao Aeroporto de Confins.
Digo ir para BH e trabalhar na Cidade Administrativa.

Andrebh
Fri, 31/01/14, 06:30 AM
Marconfisco,pra esse ano ou 2015 as provas? 9 tem previsão??)

Obrigado

JUNIOR_UDI
Fri, 31/01/14, 07:42 AM
Concurso pra este ano tá dificil.
A solicitação não passou nem pela comissão que é a primeira etapa para aprovação da solicitação do concurso.
A conclusão que chego é que para este ano, só se ocorrer um milagre.

Marconfisco
Fri, 31/01/14, 09:13 AM
A necessidade está bem urgente na Cidade Administrativa, mas como estamos em ano de eleições com o Governador saindo para Senador, provavelmente deve ser em 2015. Mas que vai sair vai pessoal. Estudem.

XiitadoFisco
Fri, 31/01/14, 09:13 AM
Anastasia não quer concurso... Mas se o Pimentel ganhar a eleição também, não ficaria animado... Ele ficou 6 anos na PBH e não fez concurso do ISS.... Ficamos 20 sem concurso no ISS BH.

AuditorSefaPA
Fri, 31/01/14, 09:23 AM
A necessidade está bem urgente na Cidade Administrativa, mas como estamos em ano de eleições com o Governador saindo para Senador, provavelmente deve ser em 2015. Mas que vai sair vai pessoal. Estudem.

Marconfisco, para Montes Claros costuma ter muita vaga?
Outra coisa, o salário está nos 18 mil iniciais?
Valeu!

Andrebh
Fri, 31/01/14, 09:28 AM
Júnior_udi, obrigado pela resposta.


Marconfisco, sabe algo sobre quantidade de vagas? O acesso para cidade administrativa vai melhorar com o tanto de obras ao longo da linha verde.

30 horas semanais para todos novos servidores?

Obrigado mais uma vez. Abraço

PróximoAFREMG
Fri, 31/01/14, 02:34 PM
Prezados boa tarde.

Concurso este ano não deve ter.
Para o ano que vem deve sair se o PSDB ganhar , acho muito difícil ganharem.
Então quem deve assumir é o PT, aí só Deus sabe se vai ter concurso, apesar de ter muita gente se aposentando.
Se não me engano o pessoal da Cid. Administrativa não está mais trabalhando 30 horas semanais e sim , fazendo 7 horas corridos , sem almoço.

A maoiria das vagas, se sair , deve ser para a área de TI com exigência de especialização na área, para trabalhar na CAMG.
Ouvir falar também que deve ter vaga para específica para o pessoal formado em direito, área jurídica.

Abraços.

Marconfisco
Sat, 01/02/14, 08:53 AM
Olha o salário teve um pequeno reajuste em Jan/2014. O total de pontos (11.000) variou de valor unitário, passando de R$ 1,15 para R$ 1,21, os novatos adicionam mais o Vencimento Inicial que deve estar em torno de R$ 5.500,00. Posso confirmar depois o inicial. Então, daria um total de R$ 18.810,00 iniciais. Esse ano terá Plus, pelos cálculos ficará em torno de 1,7 do Bruto (tirando a Conta Reserva de 3000 pontos/R$1,21). O Governo está estudando para pagamento em Maio-2014.

Dancontador
Sat, 01/02/14, 08:57 AM
Olha o salário teve um pequeno reajuste em Jan/2014. O total de pontos (11.000) variou de valor unitário, passando de R$ 1,15 para R$ 1,21, os novatos adicionam mais o Vencimento Inicial que deve estar em torno de R$ 5.500,00. Posso confirmar depois o inicial. Então, daria um total de R$ 18.810,00 iniciais. Esse ano terá Plus, pelos cálculos ficará em torno de 1,7 do Bruto (tirando a Conta Reserva de 3000 pontos/R$1,21). O Governo está estudando para pagamento em Maio-2014.

Colega, vc acha que a "mudança de governo" em março pode mudar alguma coisa e sair o concurso este ano ainda......mesmo sendo ano eleitoral?

obrigado pelas informações que tem dado aqui.....
.

Marconfisco
Sat, 01/02/14, 08:59 AM
Quanto às vagas, o que estou sabendo é que serão para a Cidade Fantasma Administrativa. O Horário vou verificar se mudou, mas até onde sei são 6 horas na Cidade Administrativa. Olha mas isso deve ser provisório, deve voltar a ser 8 h diárias. Mas, também, fiquei sabendo que o Sindifisco MG quer pleitear na justiça o reconhecimento desse horário para todos. Mas isso é apenas estudo jurídico, nada concreto. Do jeito que há muita arbitrariedade quanto se refere aos nossos direitos, acho que a Administração não vai demorar para mudar isso.

Marconfisco
Sat, 01/02/14, 09:04 AM
Olha Dancontador, como estopu de férias nesse momento, estou sem novas notícias quanto ao andamento desse processo de concurso. Nas Regionais fazemos duas reuniões com o Superintendente da regional. E nas últimas três reuniões o mesmo falou de concurso, que estava para sair. O Superintendente é uma cara da cúpula, ´sempre vem para BH. Olha mantenha o foco que deve sair. Particularmente acredito que para 1º semestre de 2015, prazo máximo.

Dancontador
Sat, 01/02/14, 09:12 AM
Olha Dancontador, como estopu de férias nesse momento, estou sem novas notícias quanto ao andamento desse processo de concurso. Nas Regionais fazemos duas reuniões com o Superintendente da regional. E nas últimas três reuniões o mesmo falou de concurso, que estava para sair. O Superintendente é uma cara da cúpula, ´sempre vem para BH. Olha mantenha o foco que deve sair. Particularmente acredito que para 1º semestre de 2015, prazo máximo.

...valeu colega, estou focado nesse concurso....continue nos mantendo informado..

Obrigado
.

Marconfisco
Sat, 01/02/14, 09:16 AM
Essas reuniões são semestrais.

Andrebh
Sat, 01/02/14, 09:23 AM
Marconfisco,sobre quantidade de vagas não da nem pra ter uma ideia né...Difícil um " chute " ..,certo?

Obrigado pelas respostas.

Carcaju
Mon, 03/02/14, 01:34 PM
Vagas só pra BH? E ainda por cima somente pra Cidade Administrativa? Que droga, hein? E o interior, vai ficar só chupando o dedo, tendo em vista que a carência de servidores ocorre em todas as unidades do estado? Um absurdo!

Geo_Nem
Mon, 03/02/14, 02:11 PM
Vagas só pra BH? E ainda por cima somente pra Cidade Administrativa? Que droga, hein? E o interior, vai ficar só chupando o dedo, tendo em vista que a carência de servidores ocorre em todas as unidades do estado? Um absurdo!
Do modo como as coisas estão, melhor msm é ter o concurso independente dos locais das vagas.

Com o novo salário da uns 13k líquidos e pra mim está excelente.

Agora fiquei com uma dúvida, com o aumento do salário ainda ficou a meta de produtividade, o "plus" salarial, que era do 14° salário?

PróximoAFREMG
Mon, 03/02/14, 03:32 PM
O Subsecretário falou, na posse da Delegada Fiscal do Comércio Exterior, que este ano não vai ter concurso, talvez para 2015, pois é ano de eleição e não dá mais tempo para elaborar o Certame.

Marconfisco
Mon, 03/02/14, 04:46 PM
O Plus será pago todo Ano, comparando-se com as metas dos Anos Anteriores. Eu desconheço o cálculo, é bem confuso. Houve Acordo de ser pago em Outubro de todo Ano, quando houvesse algo a pagar. O Secretário já disse que a secretaria está medindo esforços para pagá-lo em Maio/2014. Esse ano é a primeira vez que recebemos anualmente. Antes era trimestralmente, e a última parcela referiu-se a Out/Nov/Dez de 2012. Galera os cálculos estão batendo em média 1.7 do Bruto (ele tiram 3000 pontos da Conta Reserva).
Então estudem que vai sair, como foi dito anteriormente, também acredito em 2015, acho 1º semestre.

MAISZUM
Mon, 03/02/14, 04:49 PM
O Plus será pago todo Ano, comparando-se com as metas dos Anos Anteriores. Eu desconheço o cálculo, é bem confuso. Houve Acordo de ser pago em Outubro de todo Ano, quando houvesse algo a pagar. O Secretário já disse que a secretaria está medindo esforços para pagá-lo em Maio/2014. Esse ano é a primeira vez que recebemos anualmente. Antes era trimestralmente, e a última parcela referiu-se a Out/Nov/Dez de 2012. Galera os cálculos estão batendo em média 1.7 do Bruto (ele tiram 3000 pontos da Conta Reserva).
Então estudem que vai sair, como foi dito anteriormente, também acredito em 2015, acho 1º semestre.

Bom... se a previsão é de concurso somente em 2015 não deixa de ser mais tempo pra se preparar e estudar até...rssss...

Carcaju
Mon, 03/02/14, 06:17 PM
Do modo como as coisas estão, melhor msm é ter o concurso independente dos locais das vagas.

Com o novo salário da uns 13k líquidos e pra mim está excelente.

Agora fiquei com uma dúvida, com o aumento do salário ainda ficou a meta de produtividade, o "plus" salarial, que era do 14° salário?

Olá, colega. Você conhece BH? Cara, BH é uma m..., apesar de o belo-horizontino médio ser bacana e de haver muita belzontina bonita. Trânsito insuportável, transporte público horrível, custo de vida elevado, especulação imobiliária tremenda, ainda mais absurda que no resto do país, violência desmedida, relevo acidentado (leia-se: morros demais)... Além do mais, para terem de oferecer carga horária reduzida pra atrair a galera, não deve ser à toa que ninguém quer trabalhar na tal Cidade Administrativa...

No começo é sempre assim: por conta do salário bacana, nos sujeitamos a ir pra qualquer caixa prego. Mas, depois, com os anos, o bicho começa a pegar, sobretudo quando as perspectivas de remoção são limitadas. Conheço e vejo falar de muita gente que passa em bon$ concur$o$ e depois, ao não conseguir retornar pra terra natal, se arrepende amargamente, apesar da grana.

Enfim, cada um sabe onde o seu calo aperta. Eu, pelo menos, detestaria ter de morar em BH, e por isso torço ardentemente para que haja vagas também no interior. Abraço!

tabajara.org
Mon, 03/02/14, 09:34 PM
Olá, colega. Você conhece BH? Cara, BH é uma m..., apesar de o belo-horizontino médio ser bacana e de haver muita belzontina bonita. Trânsito insuportável, transporte público horrível, custo de vida elevado, especulação imobiliária tremenda, ainda mais absurda que no resto do país, violência desmedida, relevo acidentado (leia-se: morros demais)... Além do mais, para terem de oferecer carga horária reduzida pra atrair a galera, não deve ser à toa que ninguém quer trabalhar na tal Cidade Administrativa...

No começo é sempre assim: por conta do salário bacana, nos sujeitamos a ir pra qualquer caixa prego. Mas, depois, com os anos, o bicho começa a pegar, sobretudo quando as perspectivas de remoção são limitadas. Conheço e vejo falar de muita gente que passa em bon$ concur$o$ e depois, ao não conseguir retornar pra terra natal, se arrepende amargamente, apesar da grana.

Enfim, cada um sabe onde o seu calo aperta. Eu, pelo menos, detestaria ter de morar em BH, e por isso torço ardentemente para que haja vagas também no interior. Abraço!

Também prefiro interior, mas peralá, BH não é tão ruim assim não kkkkk

rbasttos
Mon, 03/02/14, 10:51 PM
Olá, colega. Você conhece BH? Cara, BH é uma m..., apesar de o belo-horizontino médio ser bacana e de haver muita belzontina bonita. Trânsito insuportável, transporte público horrível, custo de vida elevado, especulação imobiliária tremenda, ainda mais absurda que no resto do país, violência desmedida, relevo acidentado (leia-se: morros demais)... Além do mais, para terem de oferecer carga horária reduzida pra atrair a galera, não deve ser à toa que ninguém quer trabalhar na tal Cidade Administrativa...

No começo é sempre assim: por conta do salário bacana, nos sujeitamos a ir pra qualquer caixa prego. Mas, depois, com os anos, o bicho começa a pegar, sobretudo quando as perspectivas de remoção são limitadas. Conheço e vejo falar de muita gente que passa em bon$ concur$o$ e depois, ao não conseguir retornar pra terra natal, se arrepende amargamente, apesar da grana.

Enfim, cada um sabe onde o seu calo aperta. Eu, pelo menos, detestaria ter de morar em BH, e por isso torço ardentemente para que haja vagas também no interior. Abraço!

Moro sorrindo feliz da vida em BH, apesar do trânsito e da especulação imobiliária (um dia bolha explode). E se puder morar em uma "humilde" casa em um condomínio em Nova Lima e trabalhar em um bairro de BH por perto serei eternamente feliz. Não sou mineiro, mas conheço bem BH e comparando com a maioria das capitais, BH dá de 1000 em vários quesitos. Agora a minha favorita é Juiz de Fora que eu adoro de paixão. Outra seria Uberlândia.

thorun
Mon, 03/02/14, 11:13 PM
Moro sorrindo feliz da vida em BH, apesar do trânsito e da especulação imobiliária (um dia bolha explode). E se puder morar em uma "humilde" casa em um condomínio em Nova Lima e trabalhar em um bairro de BH por perto serei eternamente feliz. Não sou mineiro, mas conheço bem BH e comparando com a maioria das capitais, BH dá de 1000 em vários quesitos. Agora a minha favorita é Juiz de Fora que eu adoro de paixão. Outra seria Uberlândia.

pelo jeito que o cara falou, parece que aqui é o inferno total... kkkk
belo horizonte tem seus problemas sim, assim como a maioria das cidades no brasil também o tem. Trânsito ruim não é exclusividade daqui, tampouco especulação imobiliária e custo de vida (SP muito pior em trânsito, especulação e custo de vida muito piores em SP, RJ e Brasília, por exemplo), violência desmedida é outro problema generalizado no país, e novamente outras capitais são tão ruins ou ainda piores que aqui... Enfim, cada um olha por onde quer, vc pode olhar pela perspectiva do copo meio cheio ou do meio vazio... Mas na boa, se vc morar em uma capital do Brasil, independente de qual seja, vai passar por uns 80% dos problemas citados aí.

E sim, a cidade administrativa realmente é longe, esse seu sonho aí não ia ser muito viável pq morar em new lime e trampar lá seria cruzar a cidade de ponta a ponta né... hahaha mas na ZN tbm tem excelentes opções de moradia, não vejo problema quanto a trabalhar na cidade adm, pra mim que moro na pampulha é até melhor do que trabalhar no centro.

Marcplima
Tue, 04/02/14, 04:51 AM
Pessoal, voltemos ao tópico !!!

MARCIO AMÉRICO
Tue, 04/02/14, 06:04 AM
Pessoal, sinceramente essa discussão sobre os problemas das grandes cidades não nos levarão a nada.
Temos uma grande oportunidade aqui, estamos começando os estudos muito antes da previsão de concurso, portanto, quem se manter firme vai conseguir uma vaguinha.
Também quero passar e morar na minha cidade (Pouso Alegre), mas se não der certo vou para outra cidade e depois tento voltar, o importante é que mesmo que difícil, existe essa possibilidade.
Agora é momento de ser disciplinado nos estudo e ver o que acontece lá na frente.

Força galera, e negócio é estudar, vamos manter o foco nos assuntos do concurso!

XiitadoFisco
Tue, 04/02/14, 07:57 AM
Essas discussões acabam ocorrendo aqui porque este é o único tópico sobre o concurso. As pessoas que não são de MG tem curiosidades sobre o local, é normal perguntarem. Quem quiser dicas sobre BH e região, estou à disposição.

Ao meu ver, conversar sobre a qualidade de vida das possíveis lotações não é tão distante quanto ficar especulando sobre "quando" a SEFAZ vai fazer o concurso, "onde" devem ser as vagas, etc...

PróximoAFREMG
Tue, 04/02/14, 08:28 AM
Prezados

Conversei a pouco com uma AFRE que trabalha na cidade administrativa sobre o horário de trabalho e ela me disse que tem que ficar lá 8 h , sendo 7 de serviço e 1 de almoço.

Não existe mais o horário de 6 h desde o ano passado.

Eu_Fiscal
Tue, 04/02/14, 08:38 AM
Prezados

Conversei a pouco com uma AFRE que trabalha na cidade administrativa sobre o horário de trabalho e ela me disse que tem que ficar lá 8 h , sendo 7 de serviço e 1 de almoço.

Não existe mais o horário de 6 h desde o ano passado.

Amigo, também sou novo nas postagens, mas acompanho o fórum a anos.
Na boa, ou vc sabe muito - tem informações privilegiadas, conhece tudo que é fiscal, sei lá - ou está tentando desestimular os demais.
Suas informações não batem em nada com as do Marconfisco. São todas negativas.
Afinal, o que vc faz para ter tanta certeza do que diz?

PróximoAFREMG
Tue, 04/02/14, 08:46 AM
Eu trabalho na SEF/MG em BH.

E começo muitos AFRE's .

Eu_Fiscal
Tue, 04/02/14, 08:53 AM
Ótimo, então consiga mais notícias para nós. Por exemplo: Pergunte a esta fiscal, que está dentro da cidade administrativa, quais são as verdadeiras intenções do Governo? Concurso realmente em 2015? Vagas? Só capital? Necessidades?
Isto tudo, é lógico, se possível.
Assim vc ajuda a complementar as informações do Marconfisco.
Não é possível que ele e ela terão informações divergentes.

PróximoAFREMG
Tue, 04/02/14, 09:06 AM
Ótimo, então consiga mais notícias para nós. Por exemplo: Pergunte a esta fiscal, que está dentro da cidade administrativa, quais são as verdadeiras intenções do Governo? Concurso realmente em 2015? Vagas? Só capital? Necessidades?
Isto tudo, é lógico, se possível.
Assim vc ajuda a complementar as informações do Marconfisco.
Não é possível que ele e ela terão informações divergentes.

Estou tentando!!!!!
Porém é com já foi falado, neste ano e em 2015 vai aposentar muita gente, o Estado vai precisar de novos servidores, contudo é ano de eleição e se mudar o partido pode mudar tudo.
Não acredito em vagas só para CAMG ou BH, o que se fala é em um número grande de vagas exclusivas para TI, estas para CAMG, o resto deve ser para o interior, pois as vagas de BH ficam para remoção.
Mas isso só saberemos com o edital e bem provável depois da nomeação e posse, no meu concurso só ficamos sabendo dos locais das vagas depois do curso de formação, onde se abriu a reopção para o pessoal antigo e ai sim abriam a escolha para os novatos.

Eu_Fiscal
Tue, 04/02/14, 09:27 AM
Estou tentando!!!!!
Porém é com já foi falado, neste ano e em 2015 vai aposentar muita gente, o Estado vai precisar de novos servidores, contudo é ano de eleição e se mudar o partido pode mudar tudo.
Não acredito em vagas só para CAMG ou BH, o que se fala é em um número grande de vagas exclusivas para TI, estas para CAMG, o resto deve ser para o interior, pois as vagas de BH ficam para remoção.
Mas isso só saberemos com o edital e bem provável depois da nomeação e posse, no meu concurso só ficamos sabendo dos locais das vagas depois do curso de formação, onde se abriu a reopção para o pessoal antigo e ai sim abriam a escolha para os novatos.

Obrigado.
E desculpe, vc tem sido sim coerente.
É que a ansiedade e os nervos a flor da pele por este concurso nos deixa confusos e tapados .:confused::smt075

MARCIO AMÉRICO
Tue, 04/02/14, 09:30 AM
Estou tentando!!!!!
Porém é com já foi falado, neste ano e em 2015 vai aposentar muita gente, o Estado vai precisar de novos servidores, contudo é ano de eleição e se mudar o partido pode mudar tudo.
Não acredito em vagas só para CAMG ou BH, o que se fala é em um número grande de vagas exclusivas para TI, estas para CAMG, o resto deve ser para o interior, pois as vagas de BH ficam para remoção.
Mas isso só saberemos com o edital e bem provável depois da nomeação e posse, no meu concurso só ficamos sabendo dos locais das vagas depois do curso de formação, onde se abriu a reopção para o pessoal antigo e ai sim abriam a escolha para os novatos.

Sabe dizer se no último concurso teve muitos auditores de Belo Horizonte querendo transferência para o interior? Ou do interior para BH?
E a escolha dos locais de trabalha foi de acordo com a classificação?
Obrigado se puder responder.

ronaldobasttos
Tue, 04/02/14, 10:06 AM
pelo jeito que o cara falou, parece que aqui é o inferno total... kkkk
belo horizonte tem seus problemas sim, assim como a maioria das cidades no brasil também o tem. Trânsito ruim não é exclusividade daqui, tampouco especulação imobiliária e custo de vida (SP muito pior em trânsito, especulação e custo de vida muito piores em SP, RJ e Brasília, por exemplo), violência desmedida é outro problema generalizado no país, e novamente outras capitais são tão ruins ou ainda piores que aqui... Enfim, cada um olha por onde quer, vc pode olhar pela perspectiva do copo meio cheio ou do meio vazio... Mas na boa, se vc morar em uma capital do Brasil, independente de qual seja, vai passar por uns 80% dos problemas citados aí.

E sim, a cidade administrativa realmente é longe, esse seu sonho aí não ia ser muito viável pq morar em new lime e trampar lá seria cruzar a cidade de ponta a ponta né... hahaha mas na ZN tbm tem excelentes opções de moradia, não vejo problema quanto a trabalhar na cidade adm, pra mim que moro na pampulha é até melhor do que trabalhar no centro.

Rapaz, conheço bem essa terra maravilhosa. Eu sei que fica do outro lado (é indo para o aeroporto com o nome do avô daquele politico "carioca" de BH kkkk), mas sou apaixonado por aquela região. O outro bairro seria Mangabeiras/caçadores, esse definitivamente excluído pelos preços proibitivos kkkkk mas, quem sabe não teria uma agência ou posto fiscal mais perto ou no centro? eu até me ofereceria para abrir um posto fiscal em algum Minas Tennis em troca da aprovação kkkkk Mas, se você mora no São Luiz seria seu vizinho sem pensar kkkk BH, apesar do trânsito, é uma ótima cidade. Quanto ào imóveis, pelo que tenho lido só perde para RJ e SP (consegue ser mais caro que Bsb nos bairros nobres). abs e voltemos aos estudos.

PróximoAFREMG
Tue, 04/02/14, 11:32 AM
Sabe dizer se no último concurso teve muitos auditores de Belo Horizonte querendo transferência para o interior? Ou do interior para BH?
E a escolha dos locais de trabalha foi de acordo com a classificação?
Obrigado se puder responder.

O maior fluxo é interior / BH. Se não me engano para AFRE não teve vaga em BH só interior.

A escolha foi conforme a classificação.

Carcaju
Tue, 04/02/14, 11:45 AM
O maior fluxo é interior / BH. Se não me engano para AFRE não teve vaga em BH só interior.

A escolha foi conforme a classificação.

Ótimo. Tomara que continue assim, então: hordas de representantes da galera chique indo/voltando pra "maravilhosa" (!?) capitar belzontina e os caipiras tendo a opção de ficar no repugnante interior. ;D

MARCIO AMÉRICO
Tue, 04/02/14, 12:07 PM
O maior fluxo é interior / BH. Se não me engano para AFRE não teve vaga em BH só interior.

A escolha foi conforme a classificação.

Obrigado pela resposta, o negócio é estudar firme para ter um lugar ao sol.

MARCIO AMÉRICO
Tue, 04/02/14, 01:38 PM
Alguém acredita na inclusão de novas matérias no próximo edital?
Economia, Administração ou mesmo outras matérias de direito ou acreditam que será mantida a mesma grade do concurso anterior?

Eu particularmente acredito que não será modificada a grade de matérias, independente de outros Estados terem incluídas as referidas matérias.

Notei também que Direito Constitucional e Direito Administrativo teve o conteúdo reduzido em relação a totalidade das matérias de editais jurídicos, o que facilita o estudo dessas matérias.

thiagorlima
Tue, 04/02/14, 02:41 PM
Alguém acredita na inclusão de novas matérias no próximo edital?
Economia, Administração ou mesmo outras matérias de direito ou acreditam que será mantida a mesma grade do concurso anterior?

Eu particularmente acredito que não será modificada a grade de matérias, independente de outros Estados terem incluídas as referidas matérias.

Notei também que Direito Constitucional e Direito Administrativo teve o conteúdo reduzido em relação a totalidade das matérias de editais jurídicos, o que facilita o estudo dessas matérias.

Em relação a estas matérias acredito que não. Mas penso que TI vai vir em peso.

Dancontador
Tue, 04/02/14, 03:22 PM
Alguém acredita na inclusão de novas matérias no próximo edital?
Economia, Administração ou mesmo outras matérias de direito ou acreditam que será mantida a mesma grade do concurso anterior?

Eu particularmente acredito que não será modificada a grade de matérias, independente de outros Estados terem incluídas as referidas matérias.

Notei também que Direito Constitucional e Direito Administrativo teve o conteúdo reduzido em relação a totalidade das matérias de editais jurídicos, o que facilita o estudo dessas matérias.

Se for a FCC é melhor vc se basear nos concursos de SP e do RJ ..... e estudar no mínimo umas 20 matérias .... esse edital de MG é de 2005 tempo que se amarrava cachorro com " lingüiça" com trema ainda ...rsrsrsr...... fica a dica. Eu estou me baseando por eles.

Até mais

.

Assiss
Tue, 04/02/14, 09:03 PM
Olá, colega. Você conhece BH? Cara, BH é uma m..., apesar de o belo-horizontino médio ser bacana e de haver muita belzontina bonita. Trânsito insuportável, transporte público horrível, custo de vida elevado, especulação imobiliária tremenda, ainda mais absurda que no resto do país, violência desmedida, relevo acidentado (leia-se: morros demais)... Além do mais, para terem de oferecer carga horária reduzida pra atrair a galera, não deve ser à toa que ninguém quer trabalhar na tal Cidade Administrativa...

No começo é sempre assim: por conta do salário bacana, nos sujeitamos a ir pra qualquer caixa prego. Mas, depois, com os anos, o bicho começa a pegar, sobretudo quando as perspectivas de remoção são limitadas. Conheço e vejo falar de muita gente que passa em bon$ concur$o$ e depois, ao não conseguir retornar pra terra natal, se arrepende amargamente, apesar da grana.

Enfim, cada um sabe onde o seu calo aperta. Eu, pelo menos, detestaria ter de morar em BH, e por isso torço ardentemente para que haja vagas também no interior. Abraço!

Colega,

vc é de qual Estado e cidade?

XiitadoFisco
Wed, 05/02/14, 07:57 AM
Eu acredito em um edital mais parecido com SP/2013. Em 2005, o edital de MG foi parecido com os editais da época.

Carcaju
Wed, 05/02/14, 12:05 PM
Colega,

vc é de qual Estado e cidade?

Uai, sô, por que você quer saber? Rs

Não posso revelar exatamente de onde sou, ou meu "anonimato" irá pro beleléu. Muita gente conhecida minha frequenta esse espaço.

superbacana
Wed, 05/02/14, 04:17 PM
Chega de mimimimimimi...se as vagas forem para a cidade administrativa..faz quem quiser e quem não quiser que vá procurar outro concurso..hehehe

Dancontador
Wed, 05/02/14, 06:14 PM
Lei de Improbidade Administrativa anotada com a jurisprudência do STJ

segue o link

http://www.stj.jus.br/SCON/legaplic/toc.jsp?materia=%27Lei%208.429/1992%20%28Lei%20de%20improbidade%20administrativa% 29%27.mat.

até mais

.

MAISZUM
Thu, 06/02/14, 05:34 AM
Mudando um pouco de assunto..rssss... Convergindo ao que já foi mencionado aqui por alguns colegas informantes colaboradores, o que já fica mais que confirmado a "vontade" de realizar um novo certame, no site do sindifiscomg, que está com nova diretoria, tem um informe, bem sucinto, sobre um suposto pedido de concurso referente a uma reunião em 23/01 com diretoria executiva da SEF/MG, a saber: "Concurso Público – Foi informado que o secretário-adjunto já levou solicitação à Câmara de Gestão, mas ainda não conseguiu aprovação." disponível em:http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1258#.UvNVkrTTC3g

Espartanus
Thu, 06/02/14, 08:58 AM
Estou a espera desse ICMS e o de Santa Catarina tbm.... o que vier é nóixxx... vamos rapar tudo em 2015....

Marconfisco
Thu, 06/02/14, 09:43 AM
Estive ontem com o Vice Presidente do SINDIFISCO MG. O mesmo informou que existe uma cobrança ao Sr. Gilberto Silva Ramos (Subsecretário da Receita Estadual) para realização de Concurso. O Subsecretário disse que a Secretaria está corrento para que o Edital saia este ano, porém o mais tardar início do Ano que vem, caso não seja possível. Indaguei sobre possível Banca, mas não há definição. O Subsecretáriop informou que realmente haverá vagas para TI, mas todas as vagas serão realmente para a Cidade Administrativa.

Marconfisco
Thu, 06/02/14, 09:49 AM
Olha realmente, como disseram em alguns comentários anteriores, que o custo de vida em BH é alto e etc...Não se assustem, tb não é assimmmmm. Tenho um amigo que mora no RJ e foi para Cidade Administrativa em Julho/2013. Conversei com ele e existe uma "outra" cidade crescendo em torno da Cidade Administrativa, com Shopping e etc... Ele está em um apartamento de 1 quarto alugado próximo à Cidade Administrativa e paga com condomínio incluído R$ 1.500,00. E uma coisa boa quem é de outro Estado, a Cidade Administrativa fica perto do Aeroporto de Confins. Pasra quem irá ganhar 13K livres, dá para viver bem.

Andrebh
Thu, 06/02/14, 09:50 AM
Marconfisco,continue nos deixando informados.

Saberia informar quantidade de vagas no geral?

Obrigado

igvieira
Thu, 06/02/14, 11:43 AM
Estive ontem com o Vice Presidente do SINDIFISCO MG. O mesmo informou que existe uma cobrança ao Sr. Gilberto Silva Ramos (Subsecretário da Receita Estadual) para realização de Concurso. O Subsecretário disse que a Secretaria está corrento para que o Edital saia este ano, porém o mais tardar início do Ano que vem, caso não seja possível. Indaguei sobre possível Banca, mas não há definição. O Subsecretáriop informou que realmente haverá vagas para TI, mas todas as vagas serão realmente para a Cidade Administrativa.

Marconfisco: TODAS as vagas de TI ou TODAS as vagas do concurso serão para Cid Adm?

Abraço!

Marconfisco
Thu, 06/02/14, 12:53 PM
As vagas serão divididas e a princípio espula-se 100 vagas, não sei quantas para TI.
Porém, como sempre acontece, aqui em MG costuma-se chamar mais candidatos no prazo de validade do certame.

Marconfisco
Thu, 06/02/14, 12:53 PM
desculpe-me: estipulam-se 100 vagas.

igvieira
Thu, 06/02/14, 03:05 PM
desculpe-me: estipulam-se 100 vagas.

Marconfisco,

Me desculpe, pois não consegui explicar o que queria perguntar: As vagas do concurso serão todas (TI e geral) para a cidade administrativa? Ou só as de TI é que serão para lá?

Obrigado pela resposta! Abraço.

tabajara.org
Thu, 06/02/14, 04:16 PM
Tbm no aguardo da resposta à pergunta do igvieira

thiagorlima
Thu, 06/02/14, 05:32 PM
No final do ano passado quando surgiram estes boatos do concurso para 100 vagas, me disseram que seriam 100 vagas no toral. Sendo 30 para TI, 30 para Direito e 40 ampla concorrencia. Agora se isto procede ou não, só Deus sabe.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 05:38 AM
Igviera, as vagas serão todas para a Cidade Administrativa. Quando há 18 meses fecharam praticamente todos os Postos Fiscais, os fiscais foram colocados nas cidades onde havia vagas. Então hoje praticamente não há vagas para as cidades mineiras. Os fiscais de BH que foram deslocados para a Cidade Administrativa entraram com MS e voltaram às suas localidades de origem, pois levavam em média 2h de deslocamento para BH devido a obras no caminho. Então hoje a Cidade Administrativa, que é um conjunto de prédios lindíssimos (Oscar Niemeyer) está praticamente vazia. São estações de trabalho vazias. Prédio de 1º mundo. Vejam no google.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 05:48 AM
Ontem confirmei o horário de trabalho na CA. Realmente mudou, como já era previsto, até porque o SINDIFISCO já estava ventilando em equiparação de horários para toda a categoria. Atualmente está assim: 8h por dia, sendo 1h de almoço dentro dessas oito e 16h para compensação durante o mês. IÉ: quem é do RJ/SP pode sair na sexta feira ao meio dia e voar para casa nos fins de semana. O horário é marcado eletronicamente por cartão de identificação e o prédio abre às 8h e fecha às 19h30min, dentro desse horário você tem que cumprir às tais 8h. Então na Segunda dá para chegar às 11h30min. Valeu! Estudem que vai sair. Boa Prova para vocês. Eu estou tentando me animar para o ISS RJ, levei um pau danado no ICMS RJ 2014 (1º que fiz), mas com quase cinquentinha tá bravo.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 08:01 AM
Trentino, não sei qual sua fonte. Eu tenho acompanhado e perguntado dentro da SEF. Acredito sim que o Concurso está bem iminente e vagas para Cidade Administrativa. A Administração está precisando para ontem. Você é desanimador. Falo isso em nome dos concurseiros da sala, pois eu já sou Auditor em MG 16 anos, mas reconheço a luta e a ansiedade daqueles que querem ser e serão.

FrancielPires
Fri, 07/02/14, 08:36 AM
Marconfisco,

Sou de Uberlândia e num eventual concurso com vagas para BH, se aprovado eu for, é fácil eu conseguir voltar Uberlândia (capital do Triângulo Mineiro, srsrsrsr)?

mvilelaf
Fri, 07/02/14, 09:12 AM
No final do ano passado quando surgiram estes boatos do concurso para 100 vagas, me disseram que seriam 100 vagas no toral. Sendo 30 para TI, 30 para Direito e 40 ampla concorrencia. Agora se isto procede ou não, só Deus sabe.

E daí? Mais boatos?

AuditorSefaPA
Fri, 07/02/14, 11:20 AM
Com certeza o Trentino é Gestor, está estudando e tenta desinformar os concurseiros. Não adiantará, só vai passar a nata nesse ICMS MG 2014/15.

Daniel Aratim
Fri, 07/02/14, 12:43 PM
Ontem confirmei o horário de trabalho na CA. Realmente mudou, como já era previsto, até porque o SINDIFISCO já estava ventilando em equiparação de horários para toda a categoria. Atualmente está assim: 8h por dia, sendo 1h de almoço dentro dessas oito e 16h para compensação durante o mês. IÉ: quem é do RJ/SP pode sair na sexta feira ao meio dia e voar para casa nos fins de semana. O horário é marcado eletronicamente por cartão de identificação e o prédio abre às 8h e fecha às 19h30min, dentro desse horário você tem que cumprir às tais 8h. Então na Segunda dá para chegar às 11h30min. Valeu! Estudem que vai sair. Boa Prova para vocês. Eu estou tentando me animar para o ISS RJ, levei um pau danado no ICMS RJ 2014 (1º que fiz), mas com quase cinquentinha tá bravo.

Marconfisco, muito obrigado pelas suas informações. :smt023

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 01:33 PM
Olha Franciel, a meu ver, quando de sua aprovação e lotação na CA, acho que pelo ao menos uns três anos na CA, cumprindo o estágio probatório. Aí você trabalhando direitinho e fazendo contato com as pessoas devidas, acho que conseguiria uma ida por OS (Ordem de Serviço), tipo vc fica vinculado à CA, mas exercendo suas funções em Uberlândia. Olha tenho tentado isso aqui no Sul algum tempo, para ir para Juiz de Fora, mas até agora nadica de nada. Meu peixe é bagre.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 01:34 PM
De nada Daniel, força aí.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 01:42 PM
Acho que a Legislação dá para começar por aqui: www.fazenda.mg.gov.br/Legislação ributária/Toda a Legislação:

- Legislação Tributária, RICMS/02.
- Constituição Federal de 1988.
- Código Tributário Nacional.
- Lei Complementar 87/96. Lei 6763/75. RICMS (Decreto nº 43.080/02).
- Lei 14.937/03. RIPVA (Decreto nº 43.709/03).
- Lei 14941/03. RITCD (Decreto nº 43981/05).
- RPTA (Decreto nº 44.747/08).
- Regulamento das Taxas Estaduais (Decreto nº 38.886/97).
- Lei Complementar nº 123/06 e alterações (Simples Nacional).
- Resolução SEF n.º 3.708/2005.
- Resolução Conjunta SEF/AGE n.º 4.560/2013.
- Decreto n.º 43.839/2004.

igvieira
Fri, 07/02/14, 01:53 PM
Marconfisco, muito obrigado pelas suas informações. :smt023

O Daniel Aratim foi mais rápido do que eu, mas ainda assim quero registrar meu agradecimento ao Marconfisco pela informação! Muito obrigado! Grande abraço!

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 02:10 PM
Valeu igvieira. Sempre que obter novas informações as postarei.

Marconfisco
Fri, 07/02/14, 02:11 PM
Esqueci de incluir a Lei do ICMS: Lei 6763/75 atualizada no site.

julinho2
Fri, 07/02/14, 02:13 PM
Obrigado ai Marconfisco!!

JUNIOR_UDI
Fri, 07/02/14, 02:54 PM
O Trentino esta correto!! Pra quem acompanha o forum a algum tempo, sabe que sempre falei que não haveria concurso tão cedo, e sempre diziam que eu era terrorista, etc e tal...disseram que o concurso seria em 2012, eu disse que não, disseram que o concurso seria em 2013, eu disse que não, agora falam em 2014, já digo não terá concurso este ano.
Concurso o ano que vem? Normalmente os governantes não liberam concurso do primeiro ano de governo....
Quem entende o minimo do trâmite para aplicação de um concurso sabe que concurso para Auditor somente daqui uns dois anos......sendo otimista! Este é o fato!!

thiagorlima
Fri, 07/02/14, 03:11 PM
O Trentino esta correto!! Pra quem acompanha o forum a algum tempo, sabe que sempre falei que não haveria concurso tão cedo, e sempre diziam que eu era terrorista, etc e tal...disseram que o concurso seria em 2012, eu disse que não, disseram que o concurso seria em 2013, eu disse que não, agora falam em 2014, já digo não terá concurso este ano.
Concurso o ano que vem? Normalmente os governantes não liberam concurso do primeiro ano de governo....
Quem entende o minimo do trâmite para aplicação de um concurso sabe que concurso para Auditor somente daqui uns dois anos......sendo otimista! Este é o fato!!

Concordo Junior, porém com as liminares dos auditores caindo a quantidade de aposentadorias vai ser em grande número. Vai faltar muitos auditores no Estado para cumprir a demanda de trabalho.

Rodrigosbr
Fri, 07/02/14, 11:51 PM
O Trentino esta correto!! Pra quem acompanha o forum a algum tempo, sabe que sempre falei que não haveria concurso tão cedo, e sempre diziam que eu era terrorista, etc e tal...disseram que o concurso seria em 2012, eu disse que não, disseram que o concurso seria em 2013, eu disse que não, agora falam em 2014, já digo não terá concurso este ano.
Concurso o ano que vem? Normalmente os governantes não liberam concurso do primeiro ano de governo....
Quem entende o minimo do trâmite para aplicação de um concurso sabe que concurso para Auditor somente daqui uns dois anos......sendo otimista! Este é o fato!!

Concordo com vc.
Eu comecei a estudar em 2007 e a previsão de sair o ICMS-MG era de 1 ano, e até hj nada. Mas continuamos na luta. Infelizmente concordo qdo diz que não sai ano que vem.
Eqto isso temos que aproveitar o tempo para muitas HBC.

JUNIOR_UDI
Sat, 08/02/14, 03:36 PM
O grande problema da SEF é interno, enquanto não estiver pacificada não haverá concurso.
Não me venham falar que Gestor tá querendo virar Auditor......isto é uma falácia.......o problema é complexo....uma série de erros precisa ser corrigida.
Dentro de 2 ou 3 anos a situação ficará precária.....Auditores, Gestores e Tecnicos aposentando-se....será o caos......todos os cargos merecem valorização e respeito e não apenas um, esse é o grande problema. Não é possível viver em um sistema de castas mais cedo ou mais tarde ocorrerá uma revolta.....é justamente este momento que estamos vivendo.
Pra vcs terem uma ideia a alta cupula quer muito este concurso, mas existem "outras forças" que sabem do problema interno e continuam travando a realização do mesmo, para forçar uma solução.
Continuem os estudos, mas preparem-se para uma prova daqui uns dois anos.

Galo2014
Mon, 10/02/14, 06:17 PM
Sou gestor e nÃo vou dizer qual É a minha regional, mas na semana passada estive conversando com um superintendente regional e ele me disse que haverÁ concurso somente para auditor ainda este ano, entretanto disse que as vagas serÃo para tecnologia da informaÇÃo e talvez algumas migalhas para auditor tradicional, disse mais serÁ no 2º semestre, para o prÓximo governador nomear.

Marconfisco
Mon, 10/02/14, 07:53 PM
Galo2014, sou AFRE e aqui na minha Regional, o papo é que o Concurso está bem próximo mesmo. Sou amigo do Rafael, o Vice Presidente do Sindifisco e ele informou que haverá vagas, sem ser para TI tb. A SUFIS está precisando para ontem.

AuditorSefaPA
Mon, 10/02/14, 08:07 PM
Valeu colegas! Espero muito em breve estar trabalhando com vcs ae na sefaz mg.

jneto91
Mon, 10/02/14, 09:33 PM
Quero uma vaga na delegacia de Passos, hahaha...

Sei que aqui há previsão de 20 auditores, mas há apenas 12.

Torço para que, num eventual concurso, destinem alguma vaga para lá... de preferência para que eu a ocupe, kkk...

Aliás... qualquer uma destas me agrada:

DF/VARGINHA 45 16 4
DF/PASSOS 20 7 3
DF/POCOS DE CALDAS 45 10 4
DF/POUSO ALEGRE 45 10 4
DFT/POÇOS DE CALDAS 50 7 -
DFT/POUSO ALEGRE 80 9 4

Eu_Fiscal
Tue, 11/02/14, 06:49 AM
Sou gestor e nÃo vou dizer qual É a minha regional, mas na semana passada estive conversando com um superintendente regional e ele me disse que haverÁ concurso somente para auditor ainda este ano, entretanto disse que as vagas serÃo para tecnologia da informaÇÃo e talvez algumas migalhas para auditor tradicional, disse mais serÁ no 2º semestre, para o prÓximo governador nomear.


Galo2014, sou AFRE e aqui na minha Regional, o papo é que o Concurso está bem próximo mesmo. Sou amigo do Rafael, o Vice Presidente do Sindifisco e ele informou que haverá vagas, sem ser para TI tb. A SUFIS está precisando para ontem.

Estranho, de uma hora para outra aparece alguém novo, só para meio que consolidar o que o Marconfisco diz, e ele mesmo, logo em seguida completa a informação.
Senhores, queremos muito acreditar e queremos muito o concurso, mesmo com tudo contra - nada devidamente protocolado, brigas internas, mudança na administração, etc - mas parece que estas informações não procedem.

Marconfisco
Tue, 11/02/14, 01:45 PM
Bem, senhores e senhoras, estou tentando somente incentivar e fornecendo dados que tenho perguntado e pesquisado dentro da SEF/MG. Conheço muito bem essa vida de Concurseiro, pois simplesmente compreendeu toda minha vida até hj, pois entrei no barco novamente ano passado, com vistas ao ISS/RJ, porém sei que nada é garantido para um simples mortal como eu. Podem ter certeza que se forem informações negativas, nem as darei. Mas continuem estudando. Estudem até passar.

Dancontador
Tue, 11/02/14, 02:06 PM
Bem, senhores e senhoras, estou tentando somente incentivar e fornecendo dados que tenho perguntado e pesquisado dentro da SEF/MG. Conheço muito bem essa vida de Concurseiro, pois simplesmente compreendeu toda minha vida até hj, pois entrei no barco novamente ano passado, com vistas ao ISS/RJ, porém sei que nada é garantido para um simples mortal como eu. Podem ter certeza que se forem informações negativas, nem as darei. Mas continuem estudando. Estudem até passar.

Colega, continue nos mantendo informados.... notícias boas ou ruins......esse concurso é uma boa opção ........

valeu
.

julinho2
Tue, 11/02/14, 03:05 PM
Bem, senhores e senhoras, estou tentando somente incentivar e fornecendo dados que tenho perguntado e pesquisado dentro da SEF/MG. Conheço muito bem essa vida de Concurseiro, pois simplesmente compreendeu toda minha vida até hj, pois entrei no barco novamente ano passado, com vistas ao ISS/RJ, porém sei que nada é garantido para um simples mortal como eu. Podem ter certeza que se forem informações negativas, nem as darei. Mas continuem estudando. Estudem até passar.

Marconfisco te mandei uma mensagem, mas acho que tá cheia a sua caixa...

Galo2014
Tue, 11/02/14, 06:22 PM
Conversei sim com um superintendente regional da fazenda, me informou o seguinte:
" Teremos concurso no 2º semestre, vagas para auditor área TI-Tecnologia da Informação, apenas algumas migalhas para auditor com formação em qualquer área." Não disse nº de vagas.

TI_NA_VEIA
Tue, 11/02/14, 06:36 PM
Será mesmo? Chutam quantas vagas pra TI ?

Galo2014
Tue, 11/02/14, 06:38 PM
Existe uma guerra ferrenha entre gestores e auditores que se arrasta aos longos dos anos, por motivos diversos, dentre eles atribuições e fosso salarial, gestor novato 7.550,00 auditor 16.500,00 após outubro/2014 gestor 9.000,00 auditor 18.500,00.

Jim-Jim
Tue, 11/02/14, 06:41 PM
Em relação às vagas para TI, sabe dizer se serão reservadas para formação específica ou quaisquer formações?
No ICMS SP e ISS SP as vagas para fiscal TI não exigem formação específica.

Galo2014
Tue, 11/02/14, 07:55 PM
Jim-Jim isso não sei dizer não, apenas que o certame irá acontecer com vagas auditor TI e auditor convencional. Tb não sei dizer o nº de vagas.

analistamg
Tue, 11/02/14, 08:31 PM
Mas realmente existe esse cargo de TI na Sefaz/MG? Quando foi o último concurso? O salário seria o mesmo de auditor? Abraço.

guiwillemannn
Tue, 11/02/14, 09:42 PM
Mas realmente existe esse cargo de TI na Sefaz/MG? Quando foi o último concurso? O salário seria o mesmo de auditor? Abraço.

O cargo é o mesmo, apenas a especialidade é diferente.

Enviado de meu C6503 usando Tapatalk

Jim-Jim
Wed, 12/02/14, 07:16 AM
valeu galo2014, não existe nem uma estimativa de número de vagas?


Mas realmente existe esse cargo de TI na Sefaz/MG? Quando foi o último concurso? O salário seria o mesmo de auditor? Abraço.

analistamg, dei uma pesquisada e vi que o último concurso para AFRE MG foi em 2005, e nesse ano, não teve separação entre vagas para AFRE "normal" e vagas para AFRE TI, todas vagas foram AFRE "normal", apesar disso, em 2007 houve concurso para Gestor Fazendário, e nesse cargo sim houve subdivisão entre tributação e arrecadação e Tecnologia da Informação. Quanto a pergunta que eu mesmo tinha feito, nesse concurso para gestor TI não houve exigência de diploma específico na área de TI, o que deve se repetir para AFRE TI.

No ICMS SP os AFR TI vão pra direitoria de TI, acho que essa é a única diferença pros outros AFR, mas o cargo é o mesmo, a remuneração é a mesma.

Marconfisco
Wed, 12/02/14, 08:13 AM
Olá Julinho2, não tenho usado as mensagens, apenas deixo recados por aqui. Eu voltei aos estudos ano passado, visando o ICMS RJ e ISS RJ, porém levei um pau danado no ICMS RJ e estou dando continuidade para o ISS RJ. Vamos ver no que vai dar.

Marconfisco
Wed, 12/02/14, 08:20 AM
Pessoal, esse AFRE para área específica de TI não existe na SEF/MG. Pelas informações que tenho buscado, será criado esse cargo de AFRE específico, como em SP. E o que tudo indica esse concurso deve sair autorização ainda esse ano, inclusive com vagas para o AFRE normal. Porém, aqui em MG eles sempre gostam de diminuir despesas via salários de funcionários públicos e caso esse cargo saia com salário diferente do AFRE normal de Carreira, o SINDIFISCO deverá impugnar. Vamos esperar.

ComputeiroFisca
Wed, 12/02/14, 10:50 AM
Pessoal, esse AFRE para área específica de TI não existe na SEF/MG. Pelas informações que tenho buscado, será criado esse cargo de AFRE específico, como em SP. E o que tudo indica esse concurso deve sair autorização ainda esse ano, inclusive com vagas para o AFRE normal. Porém, aqui em MG eles sempre gostam de diminuir despesas via salários de funcionários públicos e caso esse cargo saia com salário diferente do AFRE normal de Carreira, o SINDIFISCO deverá impugnar. Vamos esperar.

Ótima noticia, me formei ano passado em ciência da computação e estou estudando a 1 mês para icms sp, espero que ate que saia o concurso eu possa estar apto a passar.

analistamg
Wed, 12/02/14, 08:17 PM
Obrigado pelos esclarecimentos!

dougfunnys
Wed, 12/02/14, 08:35 PM
Galo2014 e Marconfisco, se fosse pra chutar... vcs diriam quantos % das vagas para Auditor "Normal" e TI ? Teriam como levantar essa informação, mesmo que por alto?

Valeu

GuilhermeUberab
Wed, 12/02/14, 10:57 PM
Clichê motivacional (mas verdadeiro): Estudem como se houvesse uma só vaga!

Eu_Fiscal
Thu, 13/02/14, 10:32 AM
Conversei agora cedo com um tefaz de Teofilo Otoni que afirmou que os boatos, por enquanto, realmente são frios. O que acontece é que a mão de obra quer concurso e que realmente é assunto quase que diário nas repartições. Mas a alta cúpula da SEF ainda não se manifestou junto ao governo, somente admitiu a necessidade em conversas com representantes de regionais.
Mas a boa notícia é que com a mudança no comando do Sindifisco, caso a SEF realmente formule a solicitação, desta vez pelo menos deve ser "ouvida" pelo governo, o que a algum tempo era quase impossível, devido aos constantes atritos entre sindicato e governo.
Isto realmente é visível. Quem como eu sempre dava uma olhada no site do sindicato percebeu a grande mudança no tratamento com o governo em relação a gestão anterior.

MAISZUM
Thu, 13/02/14, 11:58 AM
Conforme informações do Sindifisco/MG, existe a solicitação para abertura de concurso pra preenchimento de 100 vagas, tudo de acordo com as informações dos colaboradores deste forum, mas conforme o sindicato fica a expectativa de quando e se vão ou não atender tal solicitação.

Réver5
Thu, 13/02/14, 12:39 PM
Esse concurso é meu concurso foco, minha meta final.
Vamo que vamo!

BHTotal
Thu, 13/02/14, 09:20 PM
Pessoal,
qual é a lista certinha de matérias do Concurso de Auditor Fiscal do Estado de MG?
Aguardo resposta! Valeu!

jneto91
Thu, 13/02/14, 09:34 PM
Pessoal,
qual é a lista certinha de matérias do Concurso de Auditor Fiscal do Estado de MG?
Aguardo resposta! Valeu!

http://www.esaf.fazenda.gov.br/concursos_publicos/encerrados/2005/auditor-fiscal-da-receita-estadual-e-gestor-fazendario-mg

BHTotal
Thu, 13/02/14, 09:38 PM
Valeu Jneto91!

dbittencourt
Thu, 13/02/14, 10:15 PM
E esse boato das vagas pra TI, confere?

Galo2014
Thu, 13/02/14, 11:48 PM
por alto TI 100 vagas, auditor normal 20

Mineiro_
Sat, 15/02/14, 02:19 PM
Apresentação da nova direção sindical e debate de questões de interesse da categoria

23/01/2014 - Nº 05

A Diretoria Executiva do SINDIFISCO-MG se reuniu, na sexta-feira passada (17), com o subsecretário da Receita Estadual, Gilberto Silva Ramos, o chefe de Gabinete, José Luiz de Lima, e os assessores da SRE Luiz Fernando Siqueira e Fernando Bastos. Também estavam presentes os superintendentes da SAIF, Osvaldo Lage, da SUTRI, Sara Costa Felix Teixeira, e da SRH, Fernando Assis.

Tratando-se da primeira reunião da nova diretoria do SINDIFISCO-MG com a SEF/MG, após breve apresentação entre os presentes, a presidente do Sindicato, Deliane Lemos de Oliveira, contextualizou o ambiente interno das eleições 2013. Destacou o clima de insatisfação e desmotivação, bem como o desejo e clamor por mudanças, enfatizando que a atual gestão e a categoria querem um Fisco e uma Fazenda fortes e, nesse propósito, a administração e o sindicato podem ser parceiros. Ressaltou também que a política sindical de garantir e defender os direitos e interesses da categoria fiscal será exercida de forma profissional. Nesse contexto, o subsecretário da receita Estadual e a superintendente da SUTRI ressaltaram a importância e necessidade da discussão fomentada pelo Sindicato de temas técnicos relativos à Administração Tributária.

Em seguida, Gilberto Ramos expôs as diversas dificuldades encontradas pelos órgãos centrais e pelo próprio Gabinete da SEF/MG, devido ao reduzido número de auditores fiscais na Cidade Administrativa, e fez um pedido no sentido de que a categoria compreenda e colabore para solução do problema. Confira, a seguir, as principais questões debatidas na reunião.

Plus – Consultado, o subsecretário informou que o prêmio anual dos auditores fiscais será pago juntamente com os demais servidores do estado, provavelmente em maio, e a previsão é que fique em torno de 1,7 da remuneração básica. Sobre o novo valor do ponto Gepi (R$ 1,21), informou que o valor referente a janeiro constará do contracheque de fevereiro, vez que não deu tempo de comandar no mês em curso.

OS 06 – Foram debatidos os problemas gerados para a categoria com a edição da Ordem de Serviço 06, apontando os entraves ao trabalho sindical e participação dos sindicalizados. Gilberto Ramos disse que o assunto será tratado com o secretário de Fazenda e os superintendentes regionais, mas que a abordagem da questão será revista para não inviabilizar os encontros sindicais.

Férias prêmio – Questionou-se o boato corrente em algumas unidades da SEF/MG de mudança nos critérios para pagamento das férias prêmio que podem ser convertidas em espécie à época da aposentadoria. O subsecretário afirmou tratar-se apenas de boatos infundados, observando que já havia conversado com o secretário de Fazenda e que não há previsão de nenhuma alteração.

Transparência na publicação de aposentadoria – Abordou-se a questão da demora na publicação dos pedidos de aposentadoria, bem como a diferença no tempo de tramitação do processo de alguns servidores, levando-se a inferências de favorecimento de uns em detrimento de outros. Colocou-se que esse tipo de atitude gera dúvidas quanto às regras e procedimentos internos adotados na análise de tais processos. A diretoria citou exemplos reais de prejuízos financeiros ao servidor, como o impedimento ao exercício de outra atividade até que a aposentadoria seja publicada.

O subsecretário e o superintendente da SRH, Fernando Assis, argumentaram que a participação da SEF/MG na análise dos pedidos de aposentadoria só vai até determinada etapa do processo e que a ordem cronológica dos pedidos é obedecida. A SRH informou ainda que, atualmente, está analisando solicitações de maio de 2013.

A Diretoria Executiva ressaltou que está empenhada em buscar uma solução administrativa para o problema e solicitou à SEF/MG a transparência e o compromisso institucional com o processo por inteiro, mesmo no que tange a tarefas da SEPLAG.

Outra questão abordada foi o cumprimento de ordens judiciais pela SEF/MG. Como os assuntos relacionados à SRH eram vários, decidiu-se agendar reunião, posteriormente marcada para 27 de janeiro, da presidente do SINDIFISCO-MG e do diretor Jurídico Marco Túlio da Silva com o superintendente Fernando Assis, para aprofundar essas questões.

Concurso Público – Foi informado que o secretário-adjunto já levou solicitação à Câmara de Gestão, mas ainda não conseguiu aprovação.

Progepi – Após as exposições dos diretores do Sindicato, o subsecretário disse que é necessário um sistema que registre, quantifique e, sobretudo, avalie o trabalho dos auditores, mas que nunca colocou objeção a qualquer discussão sobre o assunto.

Por fim, a diretoria destacou a necessidade de reuniões periódicas entre o SINDIFISCO-MG e o Gabinete, a SRE e a SRH, definindo-se pela realização mensal.

jneto91
Sat, 15/02/14, 03:09 PM
É... infelizmente parece que a necessidade de vagas para BH é grande.

Infelizmente, claro, para quem almeja o interior.

MARCIO AMÉRICO
Sun, 16/02/14, 07:21 PM
É... infelizmente parece que a necessidade de vagas para BH é grande.

Infelizmente, claro, para quem almeja o interior.

Cada vez mais a situação se direciona para aquilo que nossos colegas tem informado, ou seja, teremos vagas somente para Belo Horizonte, na Cidade Administrativa. É uma pena, estava animado com a possibilidade de ficar próximo de onde moro.

Para quem é casado com filho a mudança é sempre complicada.

Para quem mora no Sul de Minas acaba sendo mais perto estar em São Paulo do que em Belo Horizonte. Tomei um balde de água fria.

Muita coisa para refletir!

jseverino
Sun, 16/02/14, 09:51 PM
Desculpa a pergunta, pois nunca fui a BH. Mas qual o "problema" de trabalhar na cidade administrativa? Distancia, perigo, má infraestrutura?

Enviado de meu XT1058 usando Tapatalk

jneto91
Sun, 16/02/14, 10:21 PM
O problema, para mim, é que eu gosto é de interior, kkk... E, sinceramente, faço qualquer coisa para ficar por aqui.

Mas uma coisa eu sei, também: tem muitas delegacias com beeem menos AFREs do que o previsto. A que eu "sonho", por exemplo, tem apenas 50% da quantidade prevista.

Pode ser que sobre algumas vagas para o interior, mas... vai saber. Aliás, não sabemos se vai ter concurso por agora, muito menos quantas vagas...

XiitadoFisco
Mon, 17/02/14, 09:04 AM
Desculpa a pergunta, pois nunca fui a BH. Mas qual o "problema" de trabalhar na cidade administrativa? Distancia, perigo, má infraestrutura?

Enviado de meu XT1058 usando Tapatalk

Distância - A Cidade Administrativa é longe do Centro/Zona Sul de BH. Mas existem bairros bons mais próximos de lá. Quem vem de fora, pode morar em um desses bairros (Planalto, por exemplo) e chegar lá com mais facilidade. Sem contar que em bairros da Zona Norte, o aluguel será pelo menos 30% mais baixo que na Zona Sul.

Perigo - A região da Cidade Administrativa não é violenta, mas os bairros próximos são. Não acho que se corre mais risco por trabalhar lá.

Infraestrutura - Não posso falar internamente, porque nunca entrei lá. Mas por fora é o edifício mais moderno de BH. Procure fotos no Google. Já ouvi dizer que existem algumas lojas lá, e foi inaugurado um shopping lá perto, mas não dá pra ir à pé.

TI_NA_VEIA
Mon, 17/02/14, 09:17 AM
Alguém chuta as possíveis disciplinas que podem cair nesse certame voltado pra TI ?

aluno01
Mon, 17/02/14, 09:45 AM
Apresentação da nova direção sindical e debate de questões de interesse da categoria

23/01/2014 - Nº 05

A Diretoria Executiva do SINDIFISCO-MG se reuniu, na sexta-feira passada (17), com o subsecretário da Receita Estadual, Gilberto Silva Ramos, o chefe de Gabinete, José Luiz de Lima, e os assessores da SRE Luiz Fernando Siqueira e Fernando Bastos. Também estavam presentes os superintendentes da SAIF, Osvaldo Lage, da SUTRI, Sara Costa Felix Teixeira, e da SRH, Fernando Assis.

Tratando-se da primeira reunião da nova diretoria do SINDIFISCO-MG com a SEF/MG, após breve apresentação entre os presentes, a presidente do Sindicato, Deliane Lemos de Oliveira, contextualizou o ambiente interno das eleições 2013. Destacou o clima de insatisfação e desmotivação, bem como o desejo e clamor por mudanças, enfatizando que a atual gestão e a categoria querem um Fisco e uma Fazenda fortes e, nesse propósito, a administração e o sindicato podem ser parceiros. Ressaltou também que a política sindical de garantir e defender os direitos e interesses da categoria fiscal será exercida de forma profissional. Nesse contexto, o subsecretário da receita Estadual e a superintendente da SUTRI ressaltaram a importância e necessidade da discussão fomentada pelo Sindicato de temas técnicos relativos à Administração Tributária.

Em seguida, Gilberto Ramos expôs as diversas dificuldades encontradas pelos órgãos centrais e pelo próprio Gabinete da SEF/MG, devido ao reduzido número de auditores fiscais na Cidade Administrativa, e fez um pedido no sentido de que a categoria compreenda e colabore para solução do problema. Confira, a seguir, as principais questões debatidas na reunião.

Plus – Consultado, o subsecretário informou que o prêmio anual dos auditores fiscais será pago juntamente com os demais servidores do estado, provavelmente em maio, e a previsão é que fique em torno de 1,7 da remuneração básica. Sobre o novo valor do ponto Gepi (R$ 1,21), informou que o valor referente a janeiro constará do contracheque de fevereiro, vez que não deu tempo de comandar no mês em curso.

OS 06 – Foram debatidos os problemas gerados para a categoria com a edição da Ordem de Serviço 06, apontando os entraves ao trabalho sindical e participação dos sindicalizados. Gilberto Ramos disse que o assunto será tratado com o secretário de Fazenda e os superintendentes regionais, mas que a abordagem da questão será revista para não inviabilizar os encontros sindicais.

Férias prêmio – Questionou-se o boato corrente em algumas unidades da SEF/MG de mudança nos critérios para pagamento das férias prêmio que podem ser convertidas em espécie à época da aposentadoria. O subsecretário afirmou tratar-se apenas de boatos infundados, observando que já havia conversado com o secretário de Fazenda e que não há previsão de nenhuma alteração.

Transparência na publicação de aposentadoria – Abordou-se a questão da demora na publicação dos pedidos de aposentadoria, bem como a diferença no tempo de tramitação do processo de alguns servidores, levando-se a inferências de favorecimento de uns em detrimento de outros. Colocou-se que esse tipo de atitude gera dúvidas quanto às regras e procedimentos internos adotados na análise de tais processos. A diretoria citou exemplos reais de prejuízos financeiros ao servidor, como o impedimento ao exercício de outra atividade até que a aposentadoria seja publicada.

O subsecretário e o superintendente da SRH, Fernando Assis, argumentaram que a participação da SEF/MG na análise dos pedidos de aposentadoria só vai até determinada etapa do processo e que a ordem cronológica dos pedidos é obedecida. A SRH informou ainda que, atualmente, está analisando solicitações de maio de 2013.

A Diretoria Executiva ressaltou que está empenhada em buscar uma solução administrativa para o problema e solicitou à SEF/MG a transparência e o compromisso institucional com o processo por inteiro, mesmo no que tange a tarefas da SEPLAG.

Outra questão abordada foi o cumprimento de ordens judiciais pela SEF/MG. Como os assuntos relacionados à SRH eram vários, decidiu-se agendar reunião, posteriormente marcada para 27 de janeiro, da presidente do SINDIFISCO-MG e do diretor Jurídico Marco Túlio da Silva com o superintendente Fernando Assis, para aprofundar essas questões.

Concurso Público – Foi informado que o secretário-adjunto já levou solicitação à Câmara de Gestão, mas ainda não conseguiu aprovação.

Progepi – Após as exposições dos diretores do Sindicato, o subsecretário disse que é necessário um sistema que registre, quantifique e, sobretudo, avalie o trabalho dos auditores, mas que nunca colocou objeção a qualquer discussão sobre o assunto.

Por fim, a diretoria destacou a necessidade de reuniões periódicas entre o SINDIFISCO-MG e o Gabinete, a SRE e a SRH, definindo-se pela realização mensal.


Prezados, o que vem a ser essa Câmara de Gestão? É um órgão do executivo, tem como acompanhar o andamento do pedido?

Afrpalmeira
Mon, 17/02/14, 09:57 AM
É o setor que analisa a viabilidade financeira como o MPOG

Mineiro_
Mon, 17/02/14, 01:21 PM
Quem sabe, com a nova direção do Sindifisco, o concurso não saia. A gestão anterior era totalmente afrontosa, inclusive com publicações em jornais de grande circulação contra as políticas de governo. Era uma verdadeira queda de braço. Agora as coisas mudaram e o clima parece ser mais amistoso.

Vamos ver depois da reunião com o Governador se sai alguma novidade.

Encontro vai discutir as principais questões de interesse da Fiscalização

17/2/2014 - Nº 16

No dia 25 de fevereiro, as diretorias do SINDIFISCO-MG e da AFFEMG serão recebidas pelo governador do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia, para reunião no Palácio Tiradentes.

A pauta prevê temas relacionados à segurança remuneratória, à valorização da carreira e à política de Recursos Humanos, incluindo itens como antecipação do cronograma de incorporação da conta reserva, lei orgânica, aposentadorias, concurso público, entre outros assuntos de interesse dos Auditores Fiscais da Receita Estadual.

Ferrara
Mon, 17/02/14, 02:45 PM
Enquanto vcs estão discutindo concurso ou não de AFRE, lutem contra o provimento derivado que está para acontecer na SEF MG. Esse pessoal aí, a ideia é colocá-los para as áreas de informática da SEF, para fazer o trabalho de "cruzamento força bruta de TI", passando os dados, após a filtragem, para os AFRE apenas lançarem os AI's. Um AFRE ficaria responsável por uns 15 servidores, apenas lançando o que eles "filtraram". Isso não pode, do jeito que está agora, por causa de sigilo fiscal. Mas havendo transposição para atividade típica de estado, sem problemas. Mas querem mudar através desse PL.
A ideia é baratear a mão de obra ao máximo.
A ameaça não vinha, como já foi dito, dos GEFAZ, que já estão com situação definida dentro da SEF MG, sendo chefes e gerentes de unidades, porém sem poder de fiscalização do ICMS.
Esse pessoal do novo "trem da alegria" é quem vai tirar as vagas desse futuro e incerto concurso. Por isso ainda não saiu.

PL 4894 2014 - PROJETO DE LEI

Ementa:
ALTERA A LEI 15464, DE 13 DE JANEIRO DE 2005 E A LEI 16190, DE 22 DE JUNHO DE 2006. (INSTITUI AS CARREIRAS E AS TABELAS DE VENCIMENTO DO GRUPO DE ATIVIDADES DE TRIBUTAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E ARRECADAÇÃO DO PODER EXECUTIVO.)
-------------
Autor:
DEPUTADO LAFAYETTE DE ANDRADA PSDB
-------------
Publicação:
DIÁRIO DO LEGISLATIVO EM 13/02/2014
-------------
Regime de Tramitação:
DELIBERAÇÃO EM DOIS TURNOS NO PLENÁRIO
-------------
Observação:
DISTRIBUÍDO A 3 COMISSÕES: CJU APU FFO.

Assunto Geral:
EXECUTIVO
PESSOAL
-------------
Legislação Citada:
LEI 15464 2005 - LEI ORDINÁRIA
LEI 16190 2006 - LEI ORDINÁRIA
LEI 20748 2013 - LEI ORDINÁRIA
-------------
Situação:
AGUARDANDO DESIGNAÇÃO DE RELATOR EM COMISSÃO
-------------
Local:
COMISSÃO CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA
-------------
PROJETO DE LEI Nº 4.894/2014

Altera a Lei nº 15.464, de 13 de janeiro de 2005, e a Lei nº 16.190, de 22 de junho de 2006.

A Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais decreta:

Art. 1º - Os duzentos e cinquenta e um cargos de provimento efetivo de Analista Fazendário de Administração e Finanças passam a se denominar Técnico Fazendário.

Art. 2º - Os mil duzentos e cinquenta cargos de provimento efetivo de Técnico Fazendário de Administração e Finanças passam a se denominar Técnico Fazendário II.

§ 1º - Salvo disposição legal específica, aplicam-se aos servidores e ao cargo de Técnico Fazendário II as mesmas normas aplicáveis aos cargos de Técnico Fazendário.

§ 2º - Fica vedado o ingresso no quadro de cargos de Técnico Fazendário II.

§ 3º - Os cargos vagos de Técnico Fazendário II ou os cargos cuja vacância se verifique ulteriormente à aprovação desta lei passarão a compor o quantitativo dos cargos de Técnico Fazendário.

Art. 3º - O inciso IV do caput e o § 1º do art. 1º, o § 2º do art. 4º, o art. 10, o parágrafo único do art. 19, o § 2º do art. 33, o § 1º do art. 36 e o inciso II do § 2º do art. 38 da Lei 15.464, de 13 de janeiro de 2005, passam a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 1º - (...)

IV - Técnico Fazendário;

§ 1º - As carreiras de que trata essa lei integram o Grupo de Atividades de Tributação, Fiscalização e Arrecadação do Poder Executivo.

(...)

Art. 4º - (...)

§ 2º - As atribuições dos cargos de que trata esta lei possuem natureza de atividade exclusiva de Estado.

(...)

Art. 10 - O ingresso em cargo de carreira instituída por esta lei depende de comprovação de habilitação mínima em nível superior, conforme definido no edital do concurso público.

Parágrafo único - Para fins do disposto nesta lei, considera-se nível superior a formação em educação superior que compreende curso ou programa de graduação, na forma da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

(...)

Art. 19 - (...)

Parágrafo único - Os títulos apresentados para aplicação do disposto no caput deste artigo poderão ser utilizados uma única vez, sendo vedado seu aproveitamento para fins de concessão de qualquer vantagem pecuniária, salvo para a concessão do Adicional de Desempenho - ADE - para os servidores das carreiras de Técnico Fazendário.(...)

Art. 33 - (...)

§ 2º - O vencimento básico dos cargos da carreira de Técnico Fazendário e Técnico Fazendário II, fixado em tabela única, será proporcional à carga horária de trabalho do servidor.

(...)

Art. 36 - (...)

§ 1º - Os cargos resultantes da transformação de que trata o caput deste artigo, mesmo transformados em cargos de Técnico Fazendário II e Técnico Fazendário, serão extintos com a vacância.

...

Marconfisco
Mon, 17/02/14, 04:47 PM
Diretoria Executiva se reunirá com o governador


Encontro vai discutir as principais questões de interesse da Fiscalização


No dia 25 de fevereiro, as diretorias do SINDIFISCO-MG e da AFFEMG serão recebidas pelo governador do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia, para reunião no Palácio Tiradentes.

A pauta prevê temas relacionados à segurança remuneratória, à valorização da carreira e à política de Recursos Humanos, incluindo itens como antecipação do cronograma de incorporação da conta reserva, lei orgânica, aposentadorias, concurso público, entre outros assuntos de interesse dos Auditores Fiscais da Receita Estadual.

jneto91
Mon, 17/02/14, 05:45 PM
Ferrara e Marconfisco,

Esse projeto de lei postado pelo Ferrara traz alguma mudança significativa?

Eu_Fiscal
Tue, 18/02/14, 06:51 AM
Ferrara e Marconfisco,

Esse projeto de lei postado pelo Ferrara traz alguma mudança significativa?

E mais. O que altera para o cargo de AFRE? Parece que só envolve os cargos de técnico fazendário. É isto mesmo?

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 07:24 AM
Me preocupei foi com a pauta... Ter aposentadoria no assunto. Bye Bye aposentadoria integral :-(

Pelo menos se sair o concurso já ta bao...

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 07:25 AM
Agora esse negócio de sindicato amiguinha do governo é meio complicado viu... Tem que ter conversa mas parceria já é demais... São opostos conflitantes por essência...

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 07:29 AM
Distância - A Cidade Administrativa é longe do Centro/Zona Sul de BH. Mas existem bairros bons mais próximos de lá. Quem vem de fora, pode morar em um desses bairros (Planalto, por exemplo) e chegar lá com mais facilidade. Sem contar que em bairros da Zona Norte, o aluguel será pelo menos 30% mais baixo que na Zona Sul.

Perigo - A região da Cidade Administrativa não é violenta, mas os bairros próximos são. Não acho que se corre mais risco por trabalhar lá.

Infraestrutura - Não posso falar internamente, porque nunca entrei lá. Mas por fora é o edifício mais moderno de BH. Procure fotos no Google. Já ouvi dizer que existem algumas lojas lá, e foi inaugurado um shopping lá perto, mas não dá pra ir à pé.

Meu sonho de vida é a cidade administrativa. Já ate me imagino trabalhando lá, e comprando um lote em um daqueles condomínios lindos perto, com minha família e comprando meu chip dog... Oh meu Deus como eu sonho com esse concurso !

By the way, guerreiros, estão focando em quais disciplinas nesse momento?

Bju

Ferrara
Tue, 18/02/14, 07:38 AM
E mais. O que altera para o cargo de AFRE? Parece que só envolve os cargos de técnico fazendário. É isto mesmo?

Pessoal, raciocínio lógico cai na prova... cuidado!!!:D
Além do mais, um dos requisitos essenciais para o cargo é ser perspicaz!

Respondo: Se vc altera um cargo que era essencialmente técnico (2º grau para os TFAZ; e curso superior para os AFAZ--> sendo estes ex-gerentes de banco incorporados à SEF), trazendo-os também para o QTFA, colocando-os em paridade dos AFRE e GEFAZ, os dois únicos que possuem hoje estas prerrogativas dentro da SEF. Dando-lhes também atividade exclusiva de estado, esses cargos passam a poder ter acesso aos dados fiscais e contábeis de todos os contribuintes e poderão fazer todas as atividades preparatórias do lançamento do ICMS, especificamente.
Como a maior parte do trabalho é o trabalho bruto de filtragem de milhões de dados no cruzamento - e é o que demanda maior tempo - sendo que o lançamento é somente a parte final do trabalho - só este é feito pelos AFRE's.
Se vc coloca mais 1.500 cargos podendo fazer agora este trabalho de "mineração de dados", para que vai precisar abrir concurso para AFRE/GEFAZ?
É mais fácil e barato capacitar esses 1.500, que passarão a ter o "direito" de trabalhar com os dados, com cursos de TI/banco de dados, do que abrir concurso e ter que pagar mais centenas de AFRE/GEFAZ para fazer esse trabalho de TI.
Porém, acredito que se neste país ainda houver Poder Judiciário, isto não pode passar, porque claramente trata-se de provimento derivado --> a nomeação por "ascensão", coisa impossível após a CF/88. Mas, se o Sr. deputado teve a audácia de elaborar o PL, contra todo o ordenamento jurídico hodierno, vai que a bancada dele é forte e, se aprovarem, depois não tem mais volta.
Se este PL passar, esqueçam concurso pelos próximos 06 anos, no mínimo.

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 08:03 AM
Olhando na visão que postou agora, realmente é preocupante... O sindicato já está por dentro disso? Podemos fazer algo? Abs

marcos-bh
Tue, 18/02/14, 08:55 AM
Aposentadoria integral não existe mais há um bom tempo, só os mais antigos ainda tem esse direito. Agora vale a regra da média dos salários de contribuição, e com a aprovação da previdência complementar em MG, logo os futuros servidores que ingressarem por concurso terão como salário de aposentadoria a média do salário de contribuição limitado ao teto do INSS (aproximadamente R$ 4.400,00)




Me preocupei foi com a pauta... Ter aposentadoria no assunto. Bye Bye aposentadoria integral :-(

Pelo menos se sair o concurso já ta bao...

jneto91
Tue, 18/02/14, 08:56 AM
Querer mesmo é só ser AFRE... a aposentadoria tô aceitando qualquer uma.

Ferrara
Tue, 18/02/14, 09:43 AM
Olhando na visão que postou agora, realmente é preocupante... O sindicato já está por dentro disso? Podemos fazer algo? Abs

Bem, atitudes que costumam dar certo é alarde na imprensa (se bem que a imprensa em MG é.. digamos... deixa pra lá), envio de e-mails aos Srs. Deputados na ALEMG, petições públicas, etc...

afrfuru
Tue, 18/02/14, 10:34 AM
Olhando na visão que postou agora, realmente é preocupante... O sindicato já está por dentro disso? Podemos fazer algo? Abs

Deinha nao vai fazer RF nao? Meu fco é icms mas estou meio tentado para tentar RF ate sair icms mg

Eu_Fiscal
Tue, 18/02/14, 11:02 AM
Pessoal, raciocínio lógico cai na prova... cuidado!!!:D
Além do mais, um dos requisitos essenciais para o cargo é ser perspicaz!

Respondo: Se vc altera um cargo que era essencialmente técnico (2º grau para os TFAZ; e curso superior para os AFAZ--> sendo estes ex-gerentes de banco incorporados à SEF), trazendo-os também para o QTFA, colocando-os em paridade dos AFRE e GEFAZ, os dois únicos que possuem hoje estas prerrogativas dentro da SEF. Dando-lhes também atividade exclusiva de estado, esses cargos passam a poder ter acesso aos dados fiscais e contábeis de todos os contribuintes e poderão fazer todas as atividades preparatórias do lançamento do ICMS, especificamente.
Como a maior parte do trabalho é o trabalho bruto de filtragem de milhões de dados no cruzamento - e é o que demanda maior tempo - sendo que o lançamento é somente a parte final do trabalho - só este é feito pelos AFRE's.
Se vc coloca mais 1.500 cargos podendo fazer agora este trabalho de "mineração de dados", para que vai precisar abrir concurso para AFRE/GEFAZ?
É mais fácil e barato capacitar esses 1.500, que passarão a ter o "direito" de trabalhar com os dados, com cursos de TI/banco de dados, do que abrir concurso e ter que pagar mais centenas de AFRE/GEFAZ para fazer esse trabalho de TI.
Porém, acredito que se neste país ainda houver Poder Judiciário, isto não pode passar, porque claramente trata-se de provimento derivado --> a nomeação por "ascensão", coisa impossível após a CF/88. Mas, se o Sr. deputado teve a audácia de elaborar o PL, contra todo o ordenamento jurídico hodierno, vai que a bancada dele é forte e, se aprovarem, depois não tem mais volta.
Se este PL passar, esqueçam concurso pelos próximos 06 anos, no mínimo.

Amigo, muito obrigado pela resposta e pela dica.

Entendi a explicação, principalmente no tocante a abertura de vagas para a área de TI (cargo que já disseram que não existe e seria criado), que teria atribuições semelhantes a do novo Tefaz (caso isto ocorra) porém com um salário bem mais alto, como vc explicou, e engrosso o coro quanto ao absurdo de se haver provimento derivado, seja em que cargo for, relacionado a tributação ou não.

Mas, de qualquer forma, como eu havia imaginado inicialmente, o que isto importa para o cargo de AFRE existente?

Como vc explicou o lançamento continua a cargo somente do auditor, cargo este que já está com necessidade de servidores e aumentaria ainda mais com a quantidade de serviço com esta nova estrutura. Sem contar as aposentadorias previstas.

Se me lembro, uma das brigas do Sindifisco (gestão anterior) era com o provimento derivado, mas do cargo de Gefaz para ARFE (os "Gefazes" alegavam que já possuíam a atribuição do lançamento, mas que com a criação do cargo ou mudança de nomenclatura do cargo de auditor para ARFE, acho que em 2005, isto lhes foi tirado), o que teria grande impacto no cargo de AFRE.

Vc sabe se isto foi resolvido?

removedor
Tue, 18/02/14, 07:36 PM
Ferrara, o autor do PL 4894/14 é um deputado? Isso pode? Não é iniciativa do governador?

http://www.almg.gov.br/atividade_parlamentar/tramitacao_projetos/interna.html?a=2014&n=4894&t=PL

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 11:25 PM
Aposentadoria integral não existe mais há um bom tempo, só os mais antigos ainda tem esse direito. Agora vale a regra da média dos salários de contribuição, e com a aprovação da previdência complementar em MG, logo os futuros servidores que ingressarem por concurso terão como salário de aposentadoria a média do salário de contribuição limitado ao teto do INSS (aproximadamente R$ 4.400,00)

Achei que era so para federal isso.

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 11:26 PM
Deinha nao vai fazer RF nao? Meu fco é icms mas estou meio tentado para tentar RF ate sair icms mg

Então, vou ser nomeada agora para atrfb... Voltarei a estudar pra valer novamente depois que me ajeitar no novo cargo e ficarei nas matérias certas de ambos concursos. Vamos com fe...

ddeinhass
Tue, 18/02/14, 11:28 PM
Bem, atitudes que costumam dar certo é alarde na imprensa (se bem que a imprensa em MG é.. digamos... deixa pra lá), envio de e-mails aos Srs. Deputados na ALEMG, petições públicas, etc...

Nao sou boa nessas coisas... Se alguém puxar ajudo a divulgar. Apesar que eu acho que essa pl nao vai para frente... Vamo que vamo

Nightrider
Wed, 19/02/14, 08:48 AM
Aposentadoria integral não existe mais há um bom tempo, só os mais antigos ainda tem esse direito. Agora vale a regra da média dos salários de contribuição, e com a aprovação da previdência complementar em MG, logo os futuros servidores que ingressarem por concurso terão como salário de aposentadoria a média do salário de contribuição limitado ao teto do INSS (aproximadamente R$ 4.400,00)

Marcos-bh, tudo bem?

O salário de aposentadoria seria de apenas R$ 4.400,00 para o AFRE? É isso mesmo? O ganho cairia de mais de R$20 mil na ativa para R$ 4.400,00? :eek:

Abraços,

Nightrider.

Baturité
Wed, 19/02/14, 09:15 AM
Amigo, muito obrigado pela resposta e pela dica.

Entendi a explicação, principalmente no tocante a abertura de vagas para a área de TI (cargo que já disseram que não existe e seria criado), que teria atribuições semelhantes a do novo Tefaz (caso isto ocorra) porém com um salário bem mais alto, como vc explicou, e engrosso o coro quanto ao absurdo de se haver provimento derivado, seja em que cargo for, relacionado a tributação ou não.

Mas, de qualquer forma, como eu havia imaginado inicialmente, o que isto importa para o cargo de AFRE existente?

Como vc explicou o lançamento continua a cargo somente do auditor, cargo este que já está com necessidade de servidores e aumentaria ainda mais com a quantidade de serviço com esta nova estrutura. Sem contar as aposentadorias previstas.

Se me lembro, uma das brigas do Sindifisco (gestão anterior) era com o provimento derivado, mas do cargo de Gefaz para ARFE (os "Gefazes" alegavam que já possuíam a atribuição do lançamento, mas que com a criação do cargo ou mudança de nomenclatura do cargo de auditor para ARFE, acho que em 2005, isto lhes foi tirado), o que teria grande impacto no cargo de AFRE.

Vc sabe se isto foi resolvido?

Complementando o que o colega Ferrara aí informou:
O que esse PL importa para o cargo é que, por incrível que possa parecer, esse trabalho de “filtragem bruta” de dados é feito, hoje, somente pelos AFRE’s, que fazem também o lançamento. Por causa de briga interna de AFRE x GEFAZ, os AFRE, que tem mais força política, impedem que o GEFAZ faça esse trabalho, e os próprios GEFAZ praticamente abandonaram qualquer trabalho em parceira com os AFRE, porque alegam que como não foram valorizados pela A.A da SEF :smt075, também não vão fazer “serviço” dos outros[-X . A maioria dos GEFAZ foram direcionados para ocupar cargos de chefia, gerência e assessoramento nas unidades do interior.
Então, como os AFRE não deixaram os GEFAZ fazer esse trabalho e agora os GEFAZ não querem mesmo fazer esse serviço e o serviço precisa ser feito, os próprios AFRE’s o fazem, além, claro, do lançamento.
Hoje, os TFAZ e AFAZ não podem fazer esse trabalho de TI (cruzamento de dados), pois como não fazem parte do QTFA da SEF e não são atividade típica de estado, estão legamente impedidos, por causa de vários fatores, um deles o sigilo fiscal.
Agora, se o PL for aprovado, esses 1.500 servidores poderão fazer esse serviço, que hoje é feito pelos próprios AFRE’s. Onde hoje trabalham 15 AFRE no cruzamento de dados, futuramente poderão trabalhar 14 AFAZ/TFAZ e 1 AFRE (esse no fim da cadeia, fazendo somente o lançamento).
Vai sobrar muito AFRE até para as volantes.
Com a aprovação desse PL (totalmente inconstitucional), esqueçam concurso para AFRE pelos próximos 05 anos, no mínimo.

marcos-bh
Wed, 19/02/14, 02:33 PM
Nightrider, o que vai acontecer, que já está vigendo na esfera federal e em alguns estados, é que para ter uma aposentadoria maior o servidor poderá optar por fazer um plano complementar, seja pelo Estado, seja privado. Lembrando que tanto em um como no outro não é assegurado o direito de receber aquilo que o servidor planejava, pois isso está relacionado com a rentabilidade do mercado. Por ex., se um servidor fizer um plano complementar desejando uma aposentadoria extra de R$10 mil e contribuir para isso ele não terá, necessariamente quando aposentar, essa renda, já que ao longo dos anos que ele for depositando os rendimentos ficarão atrelados à rentabilidade dos fundos. Pesquise por FUNPRESP (fundo de aposentadoria do governo federal) para se inteirar sobre o assunto que os Estados que tem adotaram um modelo semelhante.





Marcos-bh, tudo bem?

O salário de aposentadoria seria de apenas R$ 4.400,00 para o AFRE? É isso mesmo? O ganho cairia de mais de R$20 mil na ativa para R$ 4.400,00? :eek:

Abraços,

Nightrider.

Nightrider
Wed, 19/02/14, 04:23 PM
Nightrider, o que vai acontecer, que já está vigendo na esfera federal e em alguns estados, é que para ter uma aposentadoria maior o servidor poderá optar por fazer um plano complementar, seja pelo Estado, seja privado. Lembrando que tanto em um como no outro não é assegurado o direito de receber aquilo que o servidor planejava, pois isso está relacionado com a rentabilidade do mercado. Por ex., se um servidor fizer um plano complementar desejando uma aposentadoria extra de R$10 mil e contribuir para isso ele não terá, necessariamente quando aposentar, essa renda, já que ao longo dos anos que ele for depositando os rendimentos ficarão atrelados à rentabilidade dos fundos. Pesquise por FUNPRESP (fundo de aposentadoria do governo federal) para se inteirar sobre o assunto que os Estados que tem adotaram um modelo semelhante.

Ok, muito obrigado pela resposta!

removedor
Fri, 21/02/14, 07:08 AM
Complementando o Baturité, conversei com um afre vizinho e ele falou que o sindifisco caiu no canto da sereia. A Administração da sef vendeu pro sindifisco que esse PL seria pra resolver os problemas com os gefaz. Depois que for aprovado o PL, serão mais 1500 pra invadir suas atribuições e o que é pior, a maioria nem prestou concurso publico pra sef.

Baturité
Fri, 21/02/14, 08:12 AM
Pra vcs terem uma idéia de como é abusurdo esse caso do PL, para TFAZ é exigido NÍVEL MÉDIO, salário inicial era em 2007 R$ 860,00. Hoje é R$ 4.000,00.
Os AFAZ fizeram concurso para banco há uns 20 anos atrás (Minas Caixa), que faliu e foram incorporados à SEF. Não sei a exigência deles, na época. O fato é que são poucos AFAZ e a maioria está no Tesouro e não na Fazenda "stricto sensu".

Agora, AFRE e GEFAZ já faz mais de 15 anos que é exigido NÍVEL SUPERIOR, além das prerrogativas dos cargos.

A A.A. da SEF e o Sindifisco quererem mudar isso tudo com um PL dos mais "obscuros" em uma canetada é uma afronta à CF/88, à legalidade e à moralidade administrativas.

Mas, conhecendo o Brasil e Minas Gerais, pode-se esperar DE TUDO.

LClaudio
Fri, 21/02/14, 10:15 AM
Pessoal, vamos denunciar ao MP... Quem puder, se documenta e vai pessoalmente fazer a denúncia... quanto maior foi o número de denúncias, mais chances temos de sensibilizar o MP a fazer alguma coisa contra essa afronta à CF... Vamos seguir o exemplo do ICMS-MS, que o pessoal denunciou pessoalmente as irregularidades no concurso, fez passeata, foi a TV.... e resultado, o concurso está suspenso...

tabajara.org
Fri, 21/02/14, 08:32 PM
Pessoal, vamos denunciar ao MP... Quem puder, se documenta e vai pessoalmente fazer a denúncia... quanto maior foi o número de denúncias, mais chances temos de sensibilizar o MP a fazer alguma coisa contra essa afronta à CF... Vamos seguir o exemplo do ICMS-MS, que o pessoal denunciou pessoalmente as irregularidades no concurso, fez passeata, foi a TV.... e resultado, o concurso está suspenso...


Sem querer desiludir, não esperem muita coisa do MP de Minas não:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/02/1409948-ministerio-publico-de-minas-desiste-de-acao-de-improbidade-contra-aecio.shtml

O negócio é por as barbas de molho e ver se sai mesmo esse concurso.

Ze_do_interior
Sun, 23/02/14, 05:03 PM
Piorando a situação de MG, acabo de ver em outro fórum esta notícia de que o estado está quebrado e de que o governo vai meter a mão na aposentadoria dos servidores. Não é possível que o MP vai permitir tamanha ilegalidade. Dureza!!!

Vejam: http://www.jusbrasil.com.br/diarios/62137232/al-mg-26-11-2013-pg-29


Pra vcs terem uma idéia de como é abusurdo esse caso do PL, para TFAZ é exigido NÍVEL MÉDIO, salário inicial era em 2007 R$ 860,00. Hoje é R$ 4.000,00.
Os AFAZ fizeram concurso para banco há uns 20 anos atrás (Minas Caixa), que faliu e foram incorporados à SEF. Não sei a exigência deles, na época. O fato é que são poucos AFAZ e a maioria está no Tesouro e não na Fazenda "stricto sensu".

Agora, AFRE e GEFAZ já faz mais de 15 anos que é exigido NÍVEL SUPERIOR, além das prerrogativas dos cargos.

A A.A. da SEF e o Sindifisco quererem mudar isso tudo com um PL dos mais "obscuros" em uma canetada é uma afronta à CF/88, à legalidade e à moralidade administrativas.

Mas, conhecendo o Brasil e Minas Gerais, pode-se esperar DE TUDO.

Marcplima
Sun, 23/02/14, 07:25 PM
Impressionante: este tópico está sempre movimentado, contudo, sem nunca haver nenhuma novidade quanto à realização desse concurso!!!

Geo_Nem
Mon, 24/02/14, 06:35 AM
Impressionante: este tópico está sempre movimentado, contudo, sem nunca haver nenhuma novidade quanto à realização desse concurso!!!

Já acompanho bem de longe esse tópico, uma hora saí a notícia da realização do concurso... depois aparece outra metendo o pau no governo...depois volta a notícia de necessidade do concurso... aí voltam a falar do processo de seleção... aí aparecem várias coisas sobre o governo e a não realização do concurso...

Melhor mesmo é ir estudando e torcer quando o sair o edital que eu esteja preparado com mais de 1800hbc.

Rumo aos estudos dos concursos que estão palpáveis RF e ISS-SP.

Eu_Fiscal
Mon, 24/02/14, 07:10 AM
Já acompanho bem de longe esse tópico, uma hora saí a notícia da realização do concurso... depois aparece outra metendo o pau no governo...depois volta a notícia de necessidade do concurso... aí voltam a falar do processo de seleção... aí aparecem várias coisas sobre o governo e a não realização do concurso...

Melhor mesmo é ir estudando e torcer quando o sair o edital que eu esteja preparado com mais de 1800hbc.

Rumo aos estudos dos concursos que estão palpáveis RF e ISS-SP.

Concordo.
E o pior, ultimamente são só informações de novatos (Galo2014, ProximoAFREMG - estes dois já sumiram - Marconfisco, Ferrara, Removedor, Baturité) o que levanta mais dúvidas em relação a veracidade das informações sobre o concurso.

Carcaju
Mon, 24/02/14, 08:43 AM
Concordo.
E o pior, ultimamente são só informações de novatos (Galo2014, ProximoAFREMG - estes dois já sumiram - Marconfisco, Ferrara, Removedor, Baturité) o que levanta mais dúvidas em relação a veracidade das informações sobre o concurso.

Por falar nisso, o Mulambo, que sempre passava informações pra galera, sumiu faz tempo...

XiitadoFisco
Mon, 24/02/14, 08:43 AM
Isso está acontecendo em todo lugar. Com a aproximação no ano eleitoral, preparem-se para muitas "propagandas políticas" disfarçadas aqui no FC. Vai ser um tal de falar que o Governador X é ruim, e se o candidato Y ganhar vai ter concurso com certeza, outros blábláblás deste tipo.

Vamos ter que refinar o filtro de besteirol este ano....

PróximoAFREMG
Mon, 24/02/14, 08:49 AM
Sumi não, só não tenho mais notícias.
Tudo na mesma , só boatos repetidos.

Eu_Fiscal
Mon, 24/02/14, 09:14 AM
Sumi não, só não tenho mais notícias.
Tudo na mesma , só boatos repetidos.

Ok.
Mas de qualquer forma é esperar e ir filtrando as informações como disse o amigo Xiitadofisco.
E com isso conseguir algum estímulo para os estudos.

Galo2014
Mon, 24/02/14, 07:16 PM
Em reunião hoje com superintendente regional, disse que o edital ainda sairá neste ano e que o edital está sendo planejado, apesar dos drásticos cortes determinados pelo governador.

MAISZUM
Mon, 24/02/14, 08:32 PM
Hummm, boa notícia, Galo2014! Aos estudos: AFRFB e na sequencia AFREMG...!

Baturité
Mon, 24/02/14, 09:06 PM
Em reunião hoje com superintendente regional, disse que o edital ainda sairá neste ano e que o edital está sendo planejado, apesar dos drásticos cortes determinados pelo governador.

Aposto na proporção de 1 para 100 que neste ano não sai edital nem f*!!!
Desafio qualquer um daqui a postar, neste mesmo horário, neste mesmo canal, no dia 31.12.2014 sobre a inexistência (ou improvável existência) de edital para AFRE na praça.

Galo2014
Mon, 24/02/14, 09:51 PM
Reunião realizada hoje do superintendente com todos os servidores da SRF, afim de anunciar cortes em todas as secretarias, um auditor perguntou acerca da realização de concurso, a resposta foi: Independente dos cortes, o subsecretário da fazenda está trabalhando para que o edital saia ainda este ano, bem provável no 2º semestre.

Afrpalmeira
Tue, 25/02/14, 12:31 PM
Será????????

Rato_RJ
Tue, 25/02/14, 01:28 PM
Reunião realizada hoje do superintendente com todos os servidores da SRF, afim de anunciar cortes em todas as secretarias, um auditor perguntou acerca da realização de concurso, a resposta foi: Independente dos cortes, o subsecretário da fazenda está trabalhando para que o edital saia ainda este ano, bem provável no 2º semestre.

Bom, um dos grandes cursinhos online resolveu apostar no concurso e já está postando matérias visando o sefaz mg (não vou postar o nome para não contrariar os termos de uso). Por enquanto é só direito administrativo, mas já é um bom sinal. Quem sabe daqui a pouco venha um de legislação!

fsique
Wed, 26/02/14, 11:30 AM
Em reunião ontem com o Sindifisco o Governador de MG:

"Ao comentar sobre a necessidade de concurso público para Auditor Fiscal, o Governador informou que já autorizou à Secretaria da Fazenda a adoção de providências nesse sentido. "

TI_NA_VEIA
Wed, 26/02/14, 12:08 PM
Acho que vai hein...

tabajara.org
Wed, 26/02/14, 04:55 PM
Eu acho que vai. Se não me engano é a primeira vez que o governador pessoalmente fala algo a respeito desse concurso. Que eu me lembre ele nunca abriu a boca a respeito. No site do sindifisco tem a notícia completa, com fotinha e tudo do Sr. Anastasia.

Galo2014
Wed, 26/02/14, 05:33 PM
Preparem-se este certame será de altíssimo nível, afinal são mais de 18.000,00 reais para os novatos.

Dancontador
Wed, 26/02/14, 05:51 PM
Eu acho que vai. Se não me engano é a primeira vez que o governador pessoalmente fala algo a respeito desse concurso. Que eu me lembre ele nunca abriu a boca a respeito. No site do sindifisco tem a notícia completa, com fotinha e tudo do Sr. Anastasia.

Será que vai.....?...o problema é que a revista Veja disse que ele vai sair para concorrer a outra cargo...
Posta o link ..... não achei....
Valeu
.

TI_NA_VEIA
Wed, 26/02/14, 05:59 PM
Vai sim......
Segue o link:
http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1296#.Uw5dufldXu0

mrfiori
Wed, 26/02/14, 05:59 PM
Tamo junto nessa!!!

Tomara que tenha vagas pro Triângulo!

superbacana
Wed, 26/02/14, 06:01 PM
Hahaha ..é isso ai Tabajara!!!

Dancontador
Wed, 26/02/14, 06:04 PM
Vai sim......
Segue o link:
http://www.sindifiscomg.org.br/pagina/interna/1296#.Uw5dufldXu0

" Ao comentar sobre a necessidade de concurso público para Auditor Fiscal, o Governador informou que já autorizou à Secretaria da Fazenda a adoção de providências nesse sentido. "

....vamos ver se ELE É DE PALAVRA....rsrsrsr.....

Vamos aguardar estudando.....
Valeu colega......
.